gameboycolornano

Se você acha que ir até o Burger King só vai matar sua fome (ou fazer você voltar para casa usando uma coroa de papelão na cabeça), saiba que você está redondamente enganado. Essa famosa rede de fast food presenteou durante um tempo (lá fora) uma série de pequenas unidades de um Game Boy de brinquedo, decorados com diferentes Pokemons. Até aí, tudo bem.

A ação de marketing inspirou o nosso protagonista desse post, um usuário do Reddit chamado ChaseLambeth, que decidiu se aproveitar da carcaça e dimensões do brinquedo para acoplar uma pequena tela de 2 polegadas e um Raspberry Pi Zero, que é capaz de executar a distribuição RetroPie, especializada em emuladoras.

 

O resultado esse experimento pode ser visto nas imagens que o seu criador compartilhou: uma versão super reduzida do Game Boy Color, com a possibilidade de executar ROMs do Game Boy, Game Boy Color e Game Boy Advance. Hoje o dispositivo conta com três modelos diferentes, e seu fabricante chegou a vender uma dessas unidades por nada menos que US$ 250.

Um pequeno, porém, incrível mod que vale a pena respeitar. Afinal de contas, quem não queria ter um Game Boy Color nano? Eu sei que tem gente que não queria, mas temos que sustentar o mito que passa pelos meus olhos. Mas nada muito sério.

E aí? Se animou a fabricar o seu?

Via KotakuReddit