nintendo-wii-u-zelda-edition-controller

Que o Wii U é pouco querido entre os gamers e especialistas, isso não é segredo para ninguém. E isso também acontece com os desenvolvedores, que demonstram uma receptividade ainda mais fria, basicamente por conta de três elementos: os problemas de desempenho, as funções de internet muito limitadas e as baixas vendas, que dificultam a rentabilidade dos jogos comercializados. Porém, resta a pergunta: como eles chegaram a esse ponto?

Um desenvolvedor anônimo decidiu colocar a boca no trombone, e deu uma entrevista polêmica para o site Eurogamer. Para começar, ele ataca em cheio o desempenho do processador, e afirma que esse elemento foi uma fonte de preocupações desde o começo, mas também passou pela precariedade das ferramentas de programação oferecidas pela Nintendo.

A fonte também ataca sem dó nem piedade a falta de experiência da Nintendo com os serviços online, uma vez que eles esperaram até quase o último minuto antes do lançamento do console para oferecer aos desenvolvedores o acesso para a Nintendo Network. Isso aconteceu pelo fato dos técnicos que atenderam aos desenvolvedores em uma conferência telefônica reconhecerem as dificuldades de criação de uma rede online forte o suficiente para competir com as redes da Microsoft e da Sony, e por conta disso, ofereceram aos desenvolvedores muito pouco acesso à rede do Wii U.

E essa é apenas uma amostra de tudo o que o nosso amigo revelou. Se quiser ler o testemunho na íntegra (em inglês), clique aqui.