650_1000_casablanca

Um recente estudo da Universidade de Northwestern (Illinois, EUA), o elemento mais importante para um filme ser considerado um clássico do cinema é a sua relevância em filmes posteriores, e não as críticas pontuais. E essa é uma das variáveis de maior peso do seu algoritmo criado para determinar com absoluta precisão se um título merece ou não a honra de entrar no Registro Nacional do Cinema da biblioteca do Congresso dos Estados Unidos.

Os cientistas responsáveis pelo estudo tomaram como ponto inicial os filmes que estão nesse tal registro. Filmes que podem ser considerados autênticos clássicos do cinema. Para alcançar esse feito, é preciso esperar pelo menos 10 anos após a sua estreia, e um comitê de especialistas analisa os mais diferentes e relevantes fatores, como por exemplo os impactos cultural, estético ou histórico.

Alem disso, as avaliações dos críticos não são as opiniões mais confiáveis para determinar se um filme vai entrar ou não nessa seleta lista. Muito menos os prêmios conquistados ou o sucesso de bilheteria, que dependem de variáveis como a promoção do filme, o momento político de um determinado país na época de sua estreia, entre outros. No final das contas, o algoritmo conseguiu acertar mais que os críticos na hora de determinar quais filmes mereciam entrar no Registro Nacional.

Tomando como base os filmes desse registro, o estudo se fixou em seis variáveis principais: as críticas dos especialistas no site Metacritic, as opiniões de Robert Ebert (um dos críticos mais reconhecidos do mundo), a popularidade de um filme no IMDB de acordo com os votos e sua classificação geral, e o ponto que o estudo considera o mais importante: a influência ou relevância desse filme em outras produções.

Essas duas últimas variáveis demonstraram ser as que mais acertavam na hora de colocar um determinado filme entre os clássicos do Registro Nacional, superando aos títulos que foram inseridos apenas se baseando nas críticas dos especialistas, ou na popularidade do público.

650_1000_webdevs-11

Para determinar a relevância de um filme pela sua influência posterior, o estudo se valeu do pagerank do Google e das conexões entre filmes na página do IMDB. Quanto maiores são essas relações entre os títulos, maiores são as possibilidades de um título se transformar em um clássico, uma vez que se supõe que essa influência em outros diretores é uma das chaves para determinar o valor de um filme.

A base do seu algoritmo será usada para melhorar o filtro e a avaliação de estudos científicos e técnicos, uma tarefa mais simples de acordo com o autor do estudo, já que nesses casos é indicado ao final de cada estudo os trabalhos anteriores em que se basearam, ou se realizaram tais consultas.

Via EurekaAlerts