Julien-Herzen-wifi

Julien Herzen (foto acima) é um doutorando da Escola Politécnica de Lausanne (EPFL), e ele desenvolveu um algoritmo que é capaz de selecionar automaticamente as melhores frequências de redes WiFi, levando em conta as outras redes que estão ao seu redor. Com isso, ele evita possíveis interferências, aumentando a capacidade de transferência de dados em até sete vezes, aumentando (obviamente) a velocidade de conexão.

No artigo publicado sobre o algoritmo, em um ambiente urbano onde cada residência tem o seu próprio ponto de acesso sem fio, os atrasos são muitas vezes causados pelas interferências que são provocadas entre as redes.

A frequência – ou rota – onde os dados passam se dividem em 13 canais. Os roteadores se programam de forma que os dados viajem por alguns deles. Diversos dispositivos – um de cada quatro – usam os mesmos slots (…) quanto mais pontos de acesso, que utilizam os mesmos canais, estão próximos, maiores são as interferências. Segue o mesmo princípio que os congestionamentos provocados pelo grande volume de carros em uma única estrada ou avenida.

O algoritmo de Herzen propõe que se aproveite de todas das frequências diferentes que o roteador é capaz de utilizar de uma vez (até 8 canais simultâneos), de modo que o trabalho tenha um menor número de repetições (algumas tarefas que consomem poucos dados são enviadas por determinadas frequências, enquanto que outras atividades são dirigidas para outras).

Essa divisão é executada de forma automática e em tempo real, o que resulta em um maior volume de conexão, com um aumento notável de velocidade.

Por enquanto, o estudante só realizou testes laboratoriais. Resta saber se o seu algoritmo é igualmente eficaz em um ambiente que vai além da sua universidade, ainda que isso não o impeça dele já iniciar o processo de registro de patente. Vamos esperar por novas notícias sobre esse interessante projeto.

Via EPFL