O Uber Lite é mais um que se une à (ótima) moda de emagrecimento de aplicativos. Foi lançado na Índia, mas deve desembarcar nos demais países onde o serviço está presente.

A diferença entre a versão normal é a lite é enorme: 180 MB vs 5 MB, respectivamente. A promessa é que o Uber Lite vai funcionar sem atrasos, inclusive em uma conexão em 2G ou em smartphones com hardware modesto.

A economia de dados é outro argumento a seu favor. O app sequer mostra o mapa, a não ser que o usuário permita isso. Um contador decrescente indica o tempo de chegada do motorista.

 

 

O aplicativo ainda permite que o cliente partilhe o seu tempo estimado de chegada ao destino em tempo real ao longo da viagem com amigos e familiares, já que a Uber considera esse recurso um fator de segurança.

No futuro, será possível pedir um carro digitando um código presente nas paradas de ônibus e transportes públicos, ou pedir um carro até mesmo sem conexão com a internet, via rede mesh ou Bluetooth, onde o pedido vai se alternando entre os smartphones até chegar ao motorista.

E, provavelmente, o Uber Lite ficará mais lite em breve, pois está nos planos um ‘emagrecimento adicional’, no primeiro software.

 

 

Leia também:   Facebook Home é anunciado oficialmente: uma nova tela inicial para o seu smartphone Android