uber

A empresa de transporte pessoal Uber confirmou uma série de ataques ocorridos em 2014, onde pessoas ainda não identificadas obtiveram o nome, endereço e número de licença de 50 mil motoristas cadastrados no serviço.

Um dos ataques foi descoberto em setembro de 2014. Alguém obteve o código de cifragem dos seus servidores, e acessou o sistema em maio de 2014, obtendo informações privadas de uma porcentagem dos seus motoristas, dos quais 21 mil pertencem ao estado da Califórnia.

Uma vez descoberta a brecha de segurança, o Uber mudou os protocolos de acesso para evitar futuros ataques, além de apresentar uma denúncia e iniciar uma investigação para identificar os responsáveis e descobrir a origem do vazamento.

A empresa entrou em contato com os motoristas afetados, mas indica que até o momento não foi reportada nenhuma irregularidade envolvendo os dados vazados. Além disso, o Uber está oferecendo um ano de proteção de identidade às vítimas dos vazamentos sem custo adicional.

Via LA Times