Pode parecer estranho, mas o Twitter está oficialmente no Brasil a partir de hoje (05). Pode parecer mais estranho ainda, mas eles fizeram isso sem sequer ter um escritório no Brasil (ainda). De qualquer forma, o evento que anunciou o início de suas operações em nosso país aconteceu hoje, com a presença do diretor geral da empresa no Brasil, Guilherme Ribenbiom, e do vice-presidente de operações internacionais do twitter, Shailesh Rao.

O Brasil é o terceiro país fora dos Estados Unidos a receber as operações do Twitter (as duas primeiras funcionam no Reino Unido e no Japão). Rao afirmou que o Brasil é um dos cinco países com mais usuários na rede social (sem revelar dados concretos), e que a América do Sul inteira reúne 16% dos usuários globais do microblog. O Twitter tem mais de 500 milhões de inscritos (número estimado), e desses, 140 milhões são considerados ativos, pelo fato de se conectarem à rede social pelo menos uma vez por mês. Os ativos são responsáveis pelas mais de 340 milhões de mensagens publicadas por dia no serviço.

O Twitter quer criar inicialmente listas de trending topics (assuntos mais mencionados pelos usuários do serviço) em mais de 11 cidades brasileiras (nove capitais – Fortaleza, Belo Horizonte, Manaus, Curitiba, Recife, Porto Alegre, Belém, Goiânia e São Luís – e as cidades paulistas de Guarulhos e Campinas). Essas cidades se somariam à São Paulo, Rio de Janeiro, Brasília e Salvador.

O Twitter Brasil vai vender publicidade, fechar parcerias com empresas locais, e aproximar mais o serviço dos internautas brasileiros, mas com a promessa de que o serviço não vai contar com banners e anúncios laterais nas páginas dos usuários. Para isso, será montada uma equipe especializada para comercializar a publicidade no microblog. Além disso, o serviço quer certificar parceiros brasileiros que trabalham com análise de dados e promoções no Twitter.

Via EXAME