O Twitter ontem (06) e no começo da madrugada de hoje (07) se tornou um terreno fértil de internautas debatendo, passando resultados e mandando suas mensagens de incentivo ou repúdio aos seus candidatos preferidos. Eleição no Brasil? Não. Nos Estados Unidos. O democrata Barack Obama conquistou o direito ao segundo mandato no cargo de presidente da nação do baseball, e de quebra, conquistou um recorde que mostra a sua popularidade nas redes sociais, com o tweet mais opulare de todos os tempos.

A mensagem que você vê acima, com a frase “Four more years” e a foto de Obama abraçando sua esposa Michelle foi rapidamente disseminada pelas principais redes sociais da internet. Só no Twitter, alcançou a marca histórica de mais de meio milhão de RTs (ou “retweets”), com mais de 200 mil internautas favoritando a mensagem. Vale a pena registrar que a mensagem anterior a essa, publicada pela conta de Obama (“This happened because of you. Thank you“) alcançou aproximadamente 250 mil RTs em um curto intervalo de tempo.

Para você ter uma ideia da velocidade que essa mensagem se replicou na internet, o recorde foi alcançado em apenas 22 minutos depois de sua publicação, e alcançou a marca de 300 mil RTs com apenas 45 minutos. Nesse momento, o tweet já conta com mais de 635 mil RTs. de seus seguidores.

Agora, vamos ver como o adversário de Barack Obama, o republicano Mitt Rommney. Sua conta não recebe atualizações desde ontem, horas antes do resultado das eleições serem confirmados. Aliás, no quesito “interação com as redes sociais”, Obama derrotou de lavada qualquer candidato que se atrevesse a desafiá-lo no mundo online.

A presença de Obama nas redes sociais foi mais uma vez considerado um dos fatores essenciais para que Obama tivesse êxito nas urnas. Em 2008, suas ações no Twitter ou no Facebook foram descartados por muitos analistas, pelo fato dessas ferramentas ainda serem consideradas “novas” e com sua relevância no mundo offline não ser efetivamente influente. Porém, quatro anos depois, vemos como esse quadro mudou. Não que os 22 milhões de seguidores de Obama no Twitter votaram nele, mas o “eco” que eles podem produzir certamente faz diferença com os demais.

Já Mitt Rommney tem menos de 2 milhões de seguidores.

O antigo recorde de RTs pertencia à Justin Bieber, que no final do mês de setembro publicou em sua conta: “RIP Avalanna. I love you“. Essa mensagem possui mais de 220 mil retweets. O Twitter só considera em sua contagem de republicações as mensagens que utilizam o seu sistema oficial de RTs, que contam com o prefixo “RT” antes da mensagem.

Se isso parece pouco para você, a foto da vitória (acima), que também foi publicada na conta de Obama no Facebook, é agora a mais curtida de todos os tempos na rede social de Mark Zuckerberg, com mais de 3 milhões de “likes”. E esse número não para de crescer. Apenas para uma simples comparação, a foto de agradecimento de Mitt Rommney em sua conta de campanha (abaixo) tem menos de 1/3 disso (menos de 1 milhão de “likes”).