Turing Phone

A Turing Robotics Industries apresentou um smartphone diferente e atraente, o Turing Phone, que é totalmente centrado na segurança.

Seu design singular e seu foco faz com que ele deixe de lado elementos comuns como uma porta USB. A empresa argumenta que tal medida é para evitar ao máximo os acessos não autorizados ao dispositivo, mesmo que isso gere inconvenientes.

O Turing Phone ainda é um produto inacabado, mas pode ser lançado em breve. O Android Authority teve acesso ao protótipo bem avançado do telefone, que possui tela de 5.5 polegadas (1920 x 1080 pixels), CPU Qualcomm Snapdragon 801, 3 GB de RAM, armazenamento entre 16 GB e 128 GB, sistema operacional Android Lollipop, bateria de 3.000 mAh, e câmeras de 13 e 8 megapixels.

A carcaça é feita de ‘Liquidmorphium’, para garantir a durabilidade, sendo assim um mix de circônio, cobre, alumínio, níquel e prata. O Turing Phone também conta com sensor de digitais integrado em uma das laterais, software de autenticação multi-fator, que além do reconhecimento da digital, exige uma senha, PIN ou padrão de deslizamento para desbloquear certas características, e é resistente à água.

O Turing Phone utiliza uma porta própria, e não conta com porta para fones de ouvido, obrigando o usuário a utiliza fones Bluetooth, e a transferência de dados é feita via WiFi.

O smartphone pode ser anunciado no dia 31 de janeiro, com preços sugeridos de US$ 610 (16 GB), US$ 740 (64 GB) e US$ 870 (128 GB). Quem reservar o Turing Phone antecipadamente recebem de graça alto-falantes, fones de ouvido, joystick e teclado. Todos via Bluetooth, é claro.

turing-phone-01 turing-phone-02 turing-phone-03 turing-phone-04

Via Liliputing