Cecilia-Abadie

Lembra daquela motorista que foi multada no final de 2013 por dirigir utilizando o Google Glass (clique aqui para ler)? Como vocês bem sabem, a moça recorreu da multa na justiça, alegando um vazio legal na questão, justificando que não havia nenhuma normativa que a impedia de dirigir com o acessório, além do fato de não estar utilizando no momento da abordagem policial.

Pois bem, a Justiça norte-americana lhe deu razão, e a multa foi anulada. O juiz que emitiu a decisão considerou que não seria possível provar que a motorista que usava os óculos estava com os mesmos em funcionamento enquanto dirigia, algo considerado necessário para ser multada. De qualquer forma, a legislação terá que se adaptar com a tecnologia vestível como um todo.

Tanto a motorista multada como a própria Google insistem em afirmar que usar o Google Glass não interfere na visão, e que o produto foi criado para ajudar o usuário, e não para distraí-lo.

E você? O que acha de tudo isso?

Via Reuters