surfacenfl

Bill Belichick, treinador do time de futebol americano New England Patrios, vai abandonar o uso do seu tablet Surface.

A Microsoft fechou em 2014 um acordo de US$ 400 milhões com a NFL para que os dispositivos Surface se tornassem o tablet oficial da NFL. E espera que os treinadores, jogadores e todo o pessoal da liga utilize seus sistemas.

Porém, o treinador dos Patriots já vinha se queixando de problemas constantes e falta de confiabilidade. Em janeiro, nos playoffs da temporada passada, o time perdeu para o Denver Broncos, e eles encontraram uma falha no Surface, onde Belichick afirmou que os problemas com o tablet eram comum, provocando uma discussão pública envolvendo a NFL e a Microsoft.

Recentemente, o treinador destruiu um Surface contra o solo, e nesta semana anunciou que os Patriots deixarão de usar o tablet, alegando que deu tempo suficiente para o dispositivo, mas que o mesmo se mostrou pouco confiáveis.

 

O Surface não é necessariamente o culpado nesse caso, mas sim a vítima. A NFL tem uma infraestrutura caótica, que inclui fones de ouvido sem fio, hardware de comunicações, redes WiFi públicas, redes privadas para os tablets, rede para a imprensa e outros serviços que não funcionam como deveriam.

Também não sabemos qual é o nível de conhecimento tecnológico que Bill Belichick possui.

E não é culpa do Surface se Tom Brady ficou alguns jogos fora.