650_1000_project-ara-photo2

Aos poucos, vamos conhecendo mais detalhes sobre o Project Ara, linha personalizável de smartphones da Google. Segundo o site Nikkei, a Toshiba será a encarregada de fabricar os processadores para esses smartphones, e que já estão trabalhando nisso com a Google desde outubro.

Segundo a fonte, a Toshiba será o provedor principal dos processadores, mas está previsto que eles se tornem o único fornecedor um ano depois que o primeiro dispositivo da linha chegue ao mercado. A Toshiba deve fabricar três tipos de processadores para o Project Ara, que serão utilizados tanto no smartphone como em alguns módulos adicionais.

Vale lembrar que a chave do Project Ara é oferecer uma base onde cada usuário pode ir adicionando módulos adicionais em função de suas necessidades. A ideia é tornar o dispositivo totalmente personalizável com isso, podendo adicionar e remover módulos na hora que você quiser.

O site Nikkei também faz referência a outros aspectos importantes do projeto que já haviam sido especulados e confirmados a algumas semanas. Garantem que a Google tem a intensão que o telefone mais barato não supere a faixa dos US$ 50, e que os primeiros telefones do Project Ara podem chegar ao mercado a partir do começo de 2015.

Via Nikkei