Na semana passada, mostramos em detalhes o Ultrabook Toshiba Portégé Z930. Hoje, vamos revisar uma nova linha de portáteis para todos os gostos e bolsos, que se apresenta pela denominação R900.

Os novos modelos contam com os processadores Intel Core de terceira geração (Ivy Bridge), assim como uma grande aspiração para a segurança dos dados armazenados, seja pelo controle de acesso pelas digitais, uso de smartcards ou codificação de dados.

O primeiro modelo que merece destaque é o modelo R930, com tela de 13,3 polegadas, que possui todas as características de um notebook convencional, mas com apenas 1.4 Kg de peso, de modo que ele é um modelo bem prático para o seu transporte, mas muio cômodo de ser usado. Apesar do seu tamanho, o modelo possui um processador vPro da Intel, que pode ser encontrado em versões Core i5 ou i7.

O modelo dispensa o uso de ventiladores, pois conta com o sistema Air Flow Cooling da Toshiba. O conjunto se completa com um sistema de armazenamento em pratos de até 500 GB (256 GB na versão em SSD), até 8 GB de RAM e uma carcaça de magnésio.

O próximo notebook é o Tegra R940, com tela de 14 polegadas, 1.9 kg de peso e a particularidade que pode ser oferecido em um amplo leque de configurações, em função das necessidades de cada usuário ou empresa. O modelo é seguido de perto pela versão Tecra R950, que possui uma tela de 15,6 polegadas e 2.4 kg de peso. Os dois possuem processadores Intel Core i3 e i5, assim como uma tela anti-reflexos, discos rígidos de 500 GB, 8 GB de RAM e uma bateria prismática, para melhorar a sua autonomia, além de evitar um desgaste tão grande, de acordo com os ciclos de recarga.

Obviamente, não faltam os módulos para chips SIM, que já foram mencionados no modelo Z930, uma porta Gigabit Ethernet, Bluetooth 4.0, e as diversas portas de conexão – incluindo a USB 3.0, que também serve para conectar um dock station.

Na Europa, o preço inicial dos notebooks da Serie R900 da Toshiba é de 399 euros, e pode chegar até quase 1000 euros, se o modelo contar com as configurações mais avançadas, e com processador Core i7.

Via Engadget