TIM 2016 Logo

 

A operadora de telefonia TIM prometeu expandir a sua cobertura 4G para até 2 mil municípios brasileiros em 2017, e agora anuncia que vai aproveitar a sua rede LTE de 700 MHz para expandir o seu serviço de banda larga TIM Live.

A TIM aposta no WTTx (conexão sem fio até o consumidor) para oferecer a banda larga fixa além das regiões metropolitanas de São Paulo e Rio de Janeiro. Usando a frequência de 700 MHz, a operadora deve alcançar as pequenas cidades, onde menos de 40% contam com serviços de internet fixa, com velocidades abaixo de 12 Mb/s.

A TIM não informa se vai utilizar o LTE Advanced para entregar a banda larga, mas esta seria a solução mais viável. Agregando várias frequências, poderíamos alcançar (na teoria) taxas de transferência de até 1 Gb/s, que é a maior velocidade oferecida pelo TIM Live nesse momento, por R$ 1.500/mês.

A operadora informa que haverá diferença entre a banda larga fixa da TIM e o serviço de internet móvel da empresa, com uma possível limitação de franquia (ainda não comentada pela operadora). De qualquer forma, o dimensionamento da rede é mais preciso, com uma melhor identificação das áreas que exigem um maior investimento.

A Sky é outra operadora que oferece banda larga fixa via LTE, com velocidades de 2 Mb/s e 4 Mb/s, ambas com franquias de dados.

A faixa de 700 MHz sera liberada até 2018 (se não houver mais prorrogações), logo, o TIM Live nacional ainda vai demorar.

 

Via Telesíntese, Tecnoblog