A TIM anunciou hoje (13), em evento realizado em São Paulo, o lançamento de sua proposta de banda larga residencial, a TIM Fiber LIVE. A operadora aposta na promessa de uma maior oferta de velocidade mínima contratada para oferecer uma internet de alta performance para atrair os usuários domésticos, que sofrem com um serviço onde normalmente a velocidade mínima prometida não passa dos 10%.

Os planos iniciais do novo TIM Fiber LIVE tem velocidade de 25 Mbps para download, e 5 Mbps para upload, pelo valor de R$ 109/mês, com uma promessa de velocidade de pelo menos 60% do mínimo prometido. Vale lembrar que a TIM não está fazendo nada mais que sua obrigação, mediante as novas regras da ANATEL de oferta do serviço de internet que entrou em vigor neste ano.

A TIM vai adotar uma estratégia um pouco diferenciada para levar essa internet na casa do cliente. Os serviço convencionais (fibra ótica ou cabos de cobre) podem chegar até a casa do cliente, nas demais operadoras. Na TIM, eles pretendem levar a fibra ótica próximo à residência, a uma distância de 400 metros da sua casa. A partir daí, um aparelho passa a conexão da fibra para cobre até a residência. Isso deve baratear o serviço, e oferecer velocidades um pouco maiores do que temos hoje para o acesso à web.

Essa nova infraestrutura está disponível em 80% das cidades das regiões metropolitanas de São Paulo e Rio de Janeiro, segundo a própria TIM. O que falta é instalar esses equipamentos que conectam a fibra ótica à casa do cliente. Cada cliente vai custar R$ 500 em média de infraestrutura para implantação do serviço, o que é cinco vezes mais barato que as demais operadoras, permitindo que a TIM adote valores finais para o consumidor de até R$ 100.

Esperamos que tudo isso seja verdade. Mesmo.

Via UOL Tecnologia