A TIM alterou os valores do seu plano pós-pago mais acessível, que passa a incluir o acesso a redes sociais sem desconto da franquia de internet.

Agora, são 7 GB de internet e outros 7 GB para uso em serviços de streaming de vídeo (YouTube, Netflix, Looke, Cartoon Network Já! e Esporte Interativo Plus). O acesso ao Facebook, Instagram e Twitter não contam com desconto de franquia, assim como o uso de apps como WhatsApp (incluindo chamadas de voz e vídeo), Facebook Messenger, Telegram, Waze e Easy Taxi.

Porém, como não existe almoço grátis nessa vida, o novo plano subiu de preço: de R$ 99,99/mês para R$ 119,99/mês. É o plano pós-pago de entrada mais caro entre as quatro grandes operadoras brasileiras.

O plano conta com chamadas e SMS ilimitados para qualquer telefone do Brasil e inclui os serviços complementares da TIM (TIM Music by Deezer, TIM Banca Virtual e TIM Protect Backup de 30 GB).

Lembrando que a isenção de consumo de franquia para as redes sociais está previsto nas regras do Cade (Conselho Administrativo de Defesa Econômica), que entende que o zero-rating não viola a neutralidade de rede estabelecida pelo Marco Civil da Internet.