Thunderbolt3

A Intel vai apresentar o Thunderbolt 3 na Computex de Taiwan. A nova versão do conector de alta velocidade para interconexão de equipamentos e dispositivos terá que competir com o USB 3.1 e o Conector USB Type-C.

A grande novidade dessa terceira geração da tecnologia de entrada/saída baseada na fotônica do silício mas com baixa comunicação óptica é a sua maior largura de banda – até 40 Gbps -, duplicando as taxas do Thunderbolt 2 e permitindo conectar dois monitores 4K, ou a próxima geração de TVs com resolução 8K, que será suportado nativamente pelo sistema operacional Windows 10. A nova especificação vai permitir uma transmissão de dados com suporte nativo ao DisplayPort 1.2, PCIe de terceira geração, HDMI 2 e USB 3.0.

O novo padrão será compatível com configurações de double e single port. O adaptador físico (compatível com os existentes) também será modificado por um design muito mais fino de 3 mm, ideal para equipamentos de baixa espessura.

A Intel pretende suportar o Thunderbolt 3 de forma nativa nos seus próximos processadores Skylake. A batalha com o USB 3.1 e o USB Type-C está aberta. Se o Thunderbolt é mais avançado na sua tecnologia, o USB domina amplamente o mercado, sem falar no valor de licenciamento muito menor.

Via Intel