650_1000_amazon-fire-phone-3-1

Um diretor da Amazon reconheceu que o fracasso do Fire Phone se deu por conta do seu elevado preço, mas indica que a empresa vai lançar novas gerações desse produto. Lembrando: o Fire Phone custou para a empresa de Jeff Bezos um prejuízo de US$ 170 milhões.

Em uma entrevista para a revista Fortune, o vice-presidente sênior de dispositivos da Amazon, David Limp, revelou que a demanda inicial do Amazon Fire Phone foi amais baixa que a esperada. A empresa conta com um estoque de dispositivos não vendidos com um valor de US$ 83 milhões, e o motivo para o péssimo resultado de vendas foi o seu elevado preço inicial. Mas isso não foi um motivo para que a empresa abandonasse o segmento mobile.

Limp acrescenta que ‘as pessoas esperavam uma grande relação custo/benefício, e não conseguimos nos ajustar às expectativas’. O Fire Phone a US$ 649 era um produto realmente caro, mesmo com suas características mais originais (perspectiva dinâmica), que na prática, não justificavam o valor.

A Amazon tentou corrigir o erro, reduzindo de forma significativa o valor do produto. mesmo assim, Limp reconhece que a empresa correu riscos, e sofreram as consequências de suas escolhas. Mesmo assim, o diretor destaca que a Amazon quer mante a sua aposta no mercado de smartphones. Veremos se a segunda geração do Fire Phone vai mesmo contar com uma relação custo/benefício.

Via Fortune