A NEC está anunciando um novo tipo de material que eles consideram como apto para a construção de gadgets e produtos de tecnologia, que pode ser fabricado a partir dos restos de plantas que normalmente não usamos para o consumo. Este novo bioplástico utiliza componentes vegetais em uma proporção de até 70%, reciclando cascas de caju e brotos de plantas, para criar um composto de grande resistência, apto para o seu uso em produtos eletrônicos.

Segundo a NEC, seu novo bioplástico é duas vezes mais forte e flexível que as resinas de ácido poliláctico e acetato de celulose, e oferece uma maior resistência ao calor e à água, e requer menos da metade de tempo na hora da modelagem. Mas, não se anime muito: esta descoberta não vai estar pronta para ter sua aplicação comercial até o ano de 2013.

Fonte