Uma ideia da LG que, apesar de ser bem interessante, parece ser um tanto quanto utópica. Eles apresentaram na Coreia um sistema híbrido de ar condicionado, que utiliza energia elétrica e solar. Ele conta com um painel de células fotoelétricas instaladas na sua parte superior, que podem gerar até 70 watts/hora, que ajudarão a compensar em quase 2 mil watts o consumo de uma residência normal. Segundo seus criadores, este pequeno gesto pode fazer com que o planeta evite de receber quase 215 kg de CO2 a cada 10 anos. Na prática, é mais um passo para que, no futuro, as residências contem cada vez mais com aparelhos auto suficientes, ainda que seja um passo discreto. Não tem preço anunciado, mas não será barato. Isso é fato.

Fonte