nexus-5

Agora que o Nexus 5 é um produto oficial, chegou a hora de começar a pensar no futuro. E nesse futuro, um dos itens que precisam ser levados em consideração é se vale a pena o investimento no novo modelo, principalmente se você é um feliz proprietário da geração anterior do smartphone da linha Nexus. Logo, a pergunta que vamos tentar responder nesse post é…

Vale a pena mudar para o Nexus 5, uma vez que tenho o Nexus 4?

Resposta: 

Excelente pergunta.

Muitos podem entender que a resposta é um simples e sonoro “sim, com certeza, eu nem sei por que você está fazendo esse post…”. Mas nada é tão simples quanto parece. Algumas coisas precisam ser bem pontuadas, até mesmo para reforçar a decisão daqueles que já buscam formas de adquirir o produto lá fora de forma (quase) imediata.

Aliás, esse pode ser um dos fatores decisivos para responder essa questão: a pressa do consumidor. Se você está lá fora, está insatisfeito DE VERDADE com o Nexus 4 (é difícil encontrar motivos para ficar muito insatisfeito com aquele que é considerado até o momento um dos melhores smartphones do mercado, mas tudo bem…), ou tem a possibilidade de trazer o produto de um dos países que já o comercializam, pode ser uma boa pedida adquirir o produto.

Isso é, se a Google tiver um estoque mais generoso que aquele oferecido na época do lançamento do Nexus 4. Mas isso é uma outra história.

Se tudo der certo, você ainda pode escapar de todos os trâmites burocráticos e impostos cobrados pelas instituições brasileiras, economizando assim algum dinheiro. Talvez o grande problema que você vai ter nas mãos será a venda do Nexus 4 por um preço interessante. Como o produto caiu drasticamente de preço em menos de um ano de disponibilidade no mercado brasileiro (hoje, ele pode ser encontrado em promoções por menos de R$ 900), você vai ser obrigado a vender o seu Nexus 4 por um preço muito abaixo do que aquele que você pagou (pior para aqueles que compraram o smartphone na primeira leva, quando ele custava por aqui R$ 1.700…).

Por outro lado, você ainda tem um Nexus 4 nas mãos. Como disse um pouco acima nesse texto, você ainda tem um dos melhores smartphones Android do mercado, com uma experiência de uso plena, e com a atualização para o Android 4.4 KitKat garantida, o que garante uma sobrevida de uso de, pelo menos, mais um ano.

Entendo que o tempo médio que o usuário “normal” (e esse critério varia de pessoa para pessoa) deve ter com um smartphone é de, pelo menos, dois anos. Para alguns mais cuidadosos e menos exigentes, até três anos. No final das contas, você precisa ter um produto que te entrega a melhor experiência de uso possível. E muitos procuram fazer isso, mas pagando um valor que seja competitivo para o produto, e principalmente, para o seu bolso.

O Nexus 4 atende esses quesitos. É um ótimo smartphone, com um preço muito competitivo, e que vai receber a próxima versão do Android. O que mais eu posso querer da vida (nesse aspecto, que fique claro)?

Para aqueles que são heavy users convictos, viciados em tecnologia de ponta, e que usam como mantra de vida o direito de ter sempre o modelo mais avançado nas mãos, invariavelmente vão buscar o Nexus 5 pra ontem, para atender as suas expectativas. E eu compreendo isso. É o desejo de querer uma tecnologia de ponta assim que ela estiver disponível. Agora, para a grande maioria dos usuários, a troca não é uma questão de vida ou morte, ainda.

Podemos esperar com um pouco mais de calma para ver como o aparelho se comporta na prática, através da publicação dos primeiros reviews, e analisar de forma menos passional se a troca é ou não vantajosa. Até porque a troca sempre vai depender dos critérios individuais de cada usuário.

Ao meu ver, se você hoje está feliz com o Nexus 4, não há motivos para ter pressa. É um dos melhores smartphones do mercado atual, mesmo com a presença do Nexus 5. É claro que na mente de muita gente passa a frase “eu quero sempre mais”, e esses não estão errados em pensar assim. Mas esse “mais” pode esperar algum tempo.