razr-d1-vs-xperia-e-dual

Esse é um dos comparativos mais solicitados entre os visitantes do blog. Desde o momento que publicamos os reviews desses dois dispositivos, foram inúmeras as vezes que os usuários questionavam sobre qual dos dois modelos era a melhor relação custo/benefício entre os mais destacados smartphones Android de entrada do mercado no momento. Pois bem, vamos tentar responder essa pergunta hoje.

Ente as diversas mensagens com a mesma pergunta, vamos representar todas elas na pergunta a seguir:

Qual é o melhor smartphone Android dual chip de entrada do mercado, entre o Motorola RAZR D1 e o Sony Xperia E Dual?

Resposta: 

Antes de responder, é fundamental deixar uma coisa muito clara: os dois smartphones são modelos de entrada, logo, com recursos, especificações e características básicas. Muitas pessoas confundem as coisas (ou fazem questão de não querer entender como elas funcionam), acreditando que com um smartphone que custa menos de R$ 500 é possível fazer tudo que um modelo que custa R$ 1.500 ou mais. E esse é um erro clássico de usuários novos ou desprovidos de conhecimento técnico sobre os dispositivos móveis.

Mesmo sendo um smartphone, os modelos de entrada são “smarts” até um certo ponto. Logo, esses modelos são pensados principalmente nas funções mais básicas que um usuário quer realizar nesse tipo de dispositivo: acesso à redes sociais, e-mails, mensagens instantâneas, navegação na internet, receber chamadas telefônicas, enviar e receber mensagens SMS, ouvir música… e olha que já é bastante coisa.

Logo, se quer rodar jogos com gráficos pesados, ver vídeos em alta definição ou tarefas mais complexas… pague a mais por isso! Simples!

Bom, sobe a questão do post, podemos responder com mais propriedade, já que avaliamos os dois dispositivos no primeiro semestre de 2013. Nas características técnicas, os dois modelos possuem especificações técnicas muito similares, com poucas diferenças no seu hardware. Porém, essas diferenças são decisivas para estabelecer um vencedor (na minha opinião).

O Motorola RAZR D1 e o Sony Xperia E Dual contam com muitas similaridades: os dois modelos contam com o mesmo clock de processamento (1 GHz), a mesma quantidade de armazenamento interno (4 GB, com pelo menos a metade disso disponível para o usuário – ambos expansíveis via slots para cartões microSD de até 32 GB), o mesmo tamanho de tela (3.5 polegadas) e a mesma densidade de tela (165 ppp). Esses elementos colocam os dois modelos em relativo equilíbrio dentro de uma competição.

Sem falar que a diferença de preço dos dois produtos não é tão gritante assim. O RAZR D1 pode ser encontrado hoje por R$ 449, enquanto que o Xperia E Dual, por R$ 479 (ambos avaliados no Buscapé, e utilizando preços dos principais e-commerces do país – ignoramos os preços muito “milagrosos”, por motivos óbvios).

Porém, o Motorola RAZR D1 prevalece em relação ao Sony Xperia E Dual em pontos que considero vitais para um melhor desempenho no dia a dia. O RAZR D1 tem o dobro de memória RAM (1 GB, contra 512 do Xperia E Dual), tem uma GPU melhor, oferecendo um melhor desempenho gráfico (Power VR, contra Adreno 200), uma tela com maior quantidade de cores (16 milhões, contra 260 mil), uma tela com melhor material (LCD, contra TFT), uma câmera traseira melhor (de acordo com os testes que fizemos com os dois aparelhos), com mais recursos (HDR, foco automático e foco por toque, todos presentes no RAZR D1 e ausentes no Xperia E) e de maior resolução (5 MP, contra 3.15 MP), Bluetooth mais avançado (4.0, contra 2.1) e bateria com maior autonomia de uso (1785 mAh, contra 1500 mAh).

São muitas diferenças vitais que, de forma efetiva, colocam o Motorola RAZR D1 como um dispositivo melhor que o Sony Xperia E Dual. E essas diferenças influenciam naquilo que mais deve importar aos usuários no uso diário de um dispositivo: a experiência de uso.

Quanto ao modelo da Sony, talvez os grandes pontos positivos dele em relação ao produto da Motorola são o seu design (muito mais jovial e atraente), a composição dos seus materiais (fisicamente mais resistente que o RAZR D1) e a sua parte de áudio (que é muito superior ao RAZR D1, que deixa a desejar nesse ponto). Porém, não consigo acreditar que seja uma escolha sábia trocar os benefícios técnicos do RAZR D1 (pensando em um melhor desempenho a longo prazo) para priorizar as poucas vantagens do Xperia E Dual.

Em resumo: se eu tivesse que escolher hoje entre um dos dois modelos, eu escolheria o Motorola RAZR D1. Nos testes feitos, ele surpreendeu positivamente por oferecer um conjunto com um desempenho final muito interessante, mesmo que seja em um modelo de entrada. Já o Sony Xperia E Dual é um modelo de entrada clássico, com sérias restrições. Só vai escolher o modelo da Sony quem realmente se sentir apegado ao design e à proposta geral da Sony, e não gosta mesmo do que a Motorola oferece.

Para mais informações, leia os reviews do Motorola RAZR D1 (clique aqui) e do Sony Xperia E Dual (clique aqui), publicados em 2013.

Você também pode comprar o Motorola RAZR D1 (clique aqui) e o Sony Xperia E Dual (clique aqui) pelo TargetHD.net.