notebook-heat

O superaquecimento do computador portátil é um dos problemas mais frequentes que os usuários precisam enfrentar nesse tipo de equipamento. Muitos fatores acabam intervindo nessa situação: a qualidade do produto, a temperatura ambiente, o que você exige do seu notebook ou se a saída de ventilação do equipamento está obstruída.

Felizmente, esse é um problema com solução. E não uma única solução. Como existem muitos fatores que podem produzir o aquecimento em demasia, também há muitas formas de combater esse indesejável efeito colateral.

Detectando o superaquecimento

É relativamente fácil detectar quando o seu portátil está sofrendo de superaquecimento. Afinal de contas, as nossas mãos sentem isso imediatamente, enquanto estamos usando o produto, ou os nossos ouvidos podem ouvir o ventilador do notebook trabalhando na velocidade máxima. O superaquecimento produz duras consequências para o seu equipamento (o desempenho do sistema operacional é reduzido, e o computador pode simplesmente parar de funcionar, com o objetivo de evitar problemas maiores, fazendo com que você perca informações valiosas), e é muito importante você detectar o problema antes que seja tarde.

Existem alguns softwares que verificam a temperatura dos componentes internos do computador. Usuários do Windows contam com o HWMonitor ou o RealTemp. Se você tem um Mac, pode contar com o Temperature Monitor. E se você usa o Ubuntu (ou distribuições Linux que utilizam os repositórios da Debian) podem instalar o Xsensor, ou um indicador de temperatura para a barra de ferramentas.

A temperatura normal de um portátil pode variar, de acordo com os elementos e critérios adotados pelo fabricante. Mas como regra geral, é sábio começar a se preocupar quando o seu equipamento passa dos 65 graus de temperatura.

Evitando o superaquecimento do portátil

heatlaptop

Existem diferentes maneiras de solucionar esse problema, e cabe ao usuário escolher a mais indicada para a sua situação. Como conselho geral, é recomendável sempre utilizar o portátil em uma superfície lisa e sólida. Isso ajuda, pois as saídas de ventilação podem chegar a ser obstruída em superfícies irregulares, como uma cama ou almofada. Você também pode colocar um objeto debaixo do equipamento para aumentar a distância entre este e a superfície. Um livro pode servir para essa missão.

A temperatura do equipamento está obviamente relacionada com o ambiente externo em que ele se encontra. Manter o ambiente fresco durante as estações mais quentes do ano pode ajudar. Você pode investir algum dinheiro nos ventiladores dedicados aos computadores portáteis (ou laptop coolers), que funcionam como base para o seu equipamento, e contam com um sistema de ventilação integrada, que ajuda a solucionar o problema do superaquecimento.

Se o problema persistir, verifique o estado da bateria do portátil, pois ela pode ser a culpada. Além disso, procure limpar o interior do computador, removendo a sujeira acumulada, que torna os seus ventiladores internos menos eficientes.

O problema também pode ser de software. Uma grande quantidade de programas executando em segundo plano, que exigem o máximo de performance dos seus componentes, ou programas multimídia que exigem especificações técnicas mais avançadas que as do seu equipamento. Desinstale programas considerados desnecessários, ou cancele a sua inicialização padrão e/ou funcionamento em segundo plano.

Por fim, se você conta com os conhecimentos técnicos necessários, pode também aplicar uma pasta térmica em alguns componentes, algo que, se não resolve em definitivo, ao menos ajuda a não aquecer tanto o seu portátil.