Arquivo para a tag: youtube

YouTube Heroes: é você que vai moderar os vídeos e os comentários da plataforma

by

youtube-heroes

O YouTube está convocando voluntários dentro de sua comunidade para ser parte de um experimento chamado YouTube Heroes, que é uma espécie de plataforma coletiva de moderação.

Cada pessoa vai ajudar nessa tarefa, que é uma das mais complexas dentro da plataforma. O volume de comentários é enorme, o que torna a tarefa de moderação algo impossível para os responsáveis pela plataforma.

 

YouTube Heroes: trolls moderando trolls?

Os moderadores deverão ser usuários habituais do YouTube. Pessoas comuns, com nome e rosto, que devem marcar conteúdos inapropriados em vídeos e nos comentários, além de adicionar títulos aos videos que não possuem, descrições e até legendas se o vídeo estiver em outro idioma, além de serem parte do time do YouTube dentro dos fóruns de ajuda, respondendo as questões feitas pela comunidade.

Participar do programa não tem custo, e mesmo sem receber uma remuneração econômica, alguns benefícios serão oferecidos, como aumento do nível de acesso para funções que oferecem maior poder dentro da plataforma, além de acesso aos lançamentos de produtos e testes de funções do YouTube de forma antecipada.

Os heróis terão o seu próprio painel de controle para o seu trabalho, além de participar em reuniões chamadas Hero Hangouts, onde atuarão como membros do staff do YouYube sobre as diversas estratégias para melhorar o conteúdo da plataforma.

O YouTube Heroes é aberto para qualquer pessoa física da plataforma que tenha um canal válido e seja maior de idade.

É uma ideia muito interessante. Veremos como ela vai funcionar. A pergunta que fica é: quem vai moderar o moderador?

 

 

Via YouTube Heroes

YouTube pode se transformar em rede social com imagem própria

by

YouTube Red Logo

As últimas atualizações que o YouTube recebeu esquentam os rumores sobre a sua transformação em rede social, com imagem própria.

A ideia tem sentido, princialmente quando olhamos para o sucesso do YouTube e sua base de usuários.

Ganha mais sentido ainda quando olhamos para o Google+, rede social que nunca fez frente ao Facebook.

Com isso em mente, não dá para descartar a possibilidade da Google levar o YouTube um passo adiante, adicionando pequenos detalhes aos poucos, até transformar o serviço em uma rede social.

Em todo caso, também é preciso ter em conta que tudo isso vai acontecer de forma gradual, sem mudar a essência do serviço.

 

É realmente possível o YouTube virar uma rede social?

Sim. Com certeza.

Nesse momento, o YouTube tem detalhes que são mais próprios de uma rede social do que de uma plataforma de vídeos por streaming.

A Google só teria que adicionar detalhes como o compartilhamento de imagens e posts, além de integrar opções para compartilhamento de conteúdo com outras redes sociais, e pronto.

Pode ser uma boa saída para satisfazer os anseios da Google em ter uma rede social a altura do Facebook. Na prática, para a maioria a mudança não traria problemas, pois ainda seria possível acessar apenas os vídeos, sem um grande envolvimento com o “lado social” da plataforma.

Via WCCFTech

A tentativa de golpe de estado na Turquia também bloqueou Twitter, Facebook e YouTube no país

by

twitter turquia

A situação da Turquia se estabilizou, e a tentativa de golpe no país fracassou. Mas nas primeiras horas de sucesso do golpe, o acesso ao Facebook, Twitter e YouTube foi bloqueado aos cidadãos do país.

A conta do Twitter @TurkeyBlocks revelou que os três serviços foram bloqueados enquanto que o Instagram e o Vimeo seguiram disponíveis. O acesso aos serviços foi recuperado uma hora e meia depois, e alguns cidadãos turcos ainda utilizavam os serviços com a ajuda de VPNs.

O departamento do estado dos Estados Unidos reconheceu o problema, enquanto que os responsáveis pelo Twitter indicavam que, de acordo com os seus dados, o serviço na Turquia não estava bloqueado. O Facebook não fez comentários sobre o tema, enquanto que o YouTube reconheceu o bloqueio.

O uso das redes sociais em eventos desse tipo é uma arma poderosa para informar o resto do mundo sobre o que realmente acontece em um determinado local em tempo real. Já vimos o impacto dessas redes quando elas foram cruciais nos eventos da Primavera Árabe em 2011, e alguns países restringem o acesso dessas redes como novo mecanismo de censura.

Via TechCrunch

YouTube Kids chega ao Brasil

by

YouTube Kids

O YouTube anuncia a chegada ao Brasil do YouTube Kids, que oferece conteúdo educacional para crianças e produções dedicadas ao consumo conjunto de pais e filhos.

Muito conteúdo para a criança explorar

O aplicativo visa tornar a experiência de consumo de vídeos pelas crianças mais fácil, divertida, educativa e adequada para a sua faixa etária. O YouTube Kids tem mais de 10 milhões de downloads, e agora está totalmente em português, destacando conteúdos de canais como Turma da Mônica, Patati Patatá, Vila Sésamo, Galinha Pintadinha, Manual do Mundo, Bob Zoom, Show da Luna, Ticolicos e outros.

O YouTube Kids é recomendado para crianças a partir de quatro anos de idade, e seu design torna acessível a descoberta de conteúdos dos mais diversos, sempre e quando o mesmo for adequado com a sua idade. O aplicativo também inclui um sistema de busca por voz, para as crianças que ainda não escrevem, mas já sabem ler ou soletrar.

O conteúdo convida as crianças a explorarem sua imaginação e curiosidade. São quatro categorias diferentes: Séries, Música, Aprender e Explorar. O YouTube Kids inclui recursos que ajudam os pais na hora de controlar a experiência de uso das crianças. Outra função presente no app é a reprodução de vídeos em 360 graus.

Por fim, o aplicativo possui playlists produzidas por parceiros e pode transmitir esse conteúdo para uma TV, via Chromecast, Apple TV e videogames competíveis.

 

Via Blog do Google Brasil

Taylor Swift, U2 e outros 180 artistas protestam contra o YouTube

by

Taylor Swift

Taylor Swift, U2 e outros mais de 180 cantores e compositores se uniram às principais gravadoras da indústria fonográfica (Universal Music, Sony Music e Warner Music) para protestar contra o YouTube.

O protesto veio em forma de uma carta dirigida ao Congresso dos Estados Unidos, onde esse conjunto de artistas pede mudanças na legislação, que permitem que o “YouTube “ameace a viabilidade dos compositores e artistas para sobreviver”.

“(O YouTube) está construindo sobre a base do conteúdo gratuito e roubado, e assim é como eles chegaram a ser tão grandes”, afirmou Trent Reznor, do Nine Inch Nails, em entrevista na semana passada. Vale lembrar que, além de artista, Reznor é chefe criativo na Apple Music.

 

O que os artistas pedem?

Não é a primeira vez que membros da indústria audiovisual se voltam contra o YouTube, mas é a primeira vez que o fazem de forma tão organizada, com quase 200 envolvidos assinando a petição aos legisladores norte-americanos. De fato, os artistas pedem que se modifique a Digital Millennium Copyright Act, lei de direitos autorais que regula o conteúdo online, aplicado a maioria dos serviços de origem norte-americana.

Para dar visibilidade à reclamação, os organizadores do protesto contrataram anúncios nas mídias impressas mais importantes de Washington DC. No texto, eles alegam que a DCMA “permitiu que as principais empresas de tecnologia crescessem e gerassem grandes lucros ao permitir que os consumidores levem nos smartphones quase todas as músicas gravadas na história, enquanto que os lucros dos compositores e artistas seguem diminuindo”.

 

Uma queixa válida? Ou uma manobra para negociar?

O YouTube se defende, garantindo que eles não fazem negócio com as solicitações DCMA que eles recebem (a lei estabelece que os portadores de direitos autorais solicitarem a retirada dos seus conteúdos com uma solicitação). 99,5% das infrações de copyright dos vídeos musicais alojados são detectados automaticamente pelo se sistema Content ID, e apenas 0.5% vem das reclamações DCMA.

Além disso, o YouTube informa que eles pagaram mais de 3 bilhões de euros para a indústria musical, onde parte desse lucro vem de usuários que não assinam nenhum serviço.

Por enquanto, a iniciativa é apenas a tal carta assinada pelos artistas e gravadoras, mas é importante que isso aconteça agora: as gravadoras estão negociando seus contratos com o YouTube (o contrato com a Universal Music Group já expirou), e não é uma casualidade esse tipo de iniciativa.

Será que teremos o começo das hostilidades, tal e como aconteceu recentemente com o Spotify? Ou um simples movimento para ganhar peso na negociação?

Via Recode, Yahoo

YouTube Gaming te entrega a E3 2016 de bandeja

by

youtube-gaming-e3-ed

Se você é um gamer de verdade, sabe que entre 14 e 16 de junho temos a E3 2016, a maior feira de games do mundo. Por isso, acho que você também vai gostar de saber que o YouTube vai habilitar um espaço especial no seu serviço YouTube Gaming para o evento.

A partir do dia 13 de junho, a plataforma vai transmitir os eventos de imprensa da EA e da Bethesda, seguido de 12 horas de transmissões ao vivo com mais conteúdos. Nos dias seguintes, o serviço vai cobrir outras coletivas, transmitindo jogos ao vivo no modo Let’s Play e outras atividades relacionadas.

A E3 2016 promete algumas novidades e, quem sabe, surpresas. Além dos jogos que estarão disponíveis no mercado ao longo do segundo semestre do ano, os três principais fabricantes do mercado podem apresentar novidades de hardware.

Sony e Microsoft devem anunciar novas e atualizadas versões dos seus consoles PS4 e Xbox One, e a Nintendo pode finalmente apresentar ao mundo o seu novo console doméstico, o Nintendo NX (se não o fizer na E3, pode realizar um evento em separado com esta finalidade).

O Twitch segue como parceiro oficial da E3 2016, e as principais novidades da feita poderão ser encontradas nos blogs especializados. De qualuqer forma, o YouTube Gaming tem tudo para ser o melhor amigo dos gamers nesses dias.

Via YouTube Gaming

Instalaram o Flappy Bird em um cigarro eletrônico

by

flappy-bird em cigarro eletrônico

Há um grupo de pessoas com um gosto especial para mostrar do que são capazes, usando a curiosidade e habilidade para mudar elementos de um objeto, ou simplesmente transformá-lo em algo para que inicialmente o produto não foi pensado. Pois bem, Balázs Bánk, um usuário do YouTube, descobriu que as pequenas telas de sistemas de cigarros eletrônicos podem ser facilmente modificadas para suportarem a instalação de jogos.

O port é compatível com o cigarro eletrônico eVic-VTC Mini, que com a ajuda da comunidade ReservedField, criou um SDK para modificar alguns elementos neste dispositivo, e assim como alguns usuários, ele começou a experimentar as divertidas mudanças. Logo, bastou ele criar o arquivo do jogo Flappy Bird para instalá-lo no dispositivo, e pronto.

Como é possível ver nos vídeos, o funcionamento é bem simples e usa os botões do cigarro eletrônico para controlar a pequena ave. O resultado é bem curioso, além de ser um procedimento bem simples de realizar. Os arquivos estão no GitHub, assim como na descrição do vídeo.

Se isso te parece pouco, o mesmo Balázs instalou o clássico jogo Snake, mas para esse ainda não temos os arquivos necessários, e os interessados deverão esperar sobre futuras atualizações sobre o tema.

 

Y por si esto fuera poco, Balázs también se ha atrevido a instalar el famoso y clásico juego de Snake, sólo que para este caso aún no ha publicado los archivos necesarios, por lo que aquellos interesados tendrán que estar al pendiente de futuras actualizaciones.

Vale aqui observar que esta é uma modificação não autorizada pelo fabricante, ou seja, devem ser realizadas por conta e risco do usuário.

Via GitHub

Coreia do Norte bloqueia o acesso ao Facebook, Twitter e YouTube

by

Kim-2

Ah, a Coreia do Norte e a sua forma de “respeitar” os direitos do mundo livre. A ditadura “comunista” que seu povo vive… exceto o menino Kim, que tem todo o luxo possível. Mas isso é outra história.

A Coreia pobre mais uma vez está em evidência, e não apenas por seguir se esforçando para manter os privilégios de poucos às custas dos demais.Mas principalmente pela sua força de censura. A mais recente decisão do país proíbe o acesso de sua população a serviços populares na internet, como Facebook, Twitter e YouTube. O mais estranho é que o acesso não estava proibido oficialmente, mas pelo número ínfimo de pessoas que acessam à internet naquele país, o governo achava que aquilo não era um problema para a sua ditadura.

Porém, eles se esqueceram dos estrangeiros.

Até agora, quando um estrangeiro visitava a Coreia do Norte, poderia se conectar à internet sem problemas, enviando informações do país através das redes e aplicativos que todos conhecemos. Agora, não mais.

As coisas voltam a ficar mais tensas por lá depois dos testes armamentísticos realizados por Kim Jong-Un e sua turma. Uma realidade que devemos somar a condenação de um estudante norte-americano que visitava o país a 15 anos de trabalhos forçados por tentar roubar um pôster com propaganda política.

Como é de se imaginar, qualquer um que tentar burlar essa proibição será julgado e provavelmente condenado a penas severas, mas obviamente a “elite” do partido único do país não terá problemas para visitar sites, comprar produtos da Apple, beber licores ocidentais e realizar atividades que qualquer outro capitalista faria normalmente, todos os dias.

Via NextPowerUP!

YouTube Connect seria a resposta da Google ao Periscope

by

youtube-connect

O YouTube Connect seria a resposta da Google aos aplicativos para a transmissão de vídeos ao vivo via streaming, como o Periscope do Twitter ou o Facebook Live (uma vez confirmada a conclusão de compra do Meerkat).

A informação ainda não está confirmada oficialmente, mas tem todo o sentido, pois esse tipo de aplicativo está se tornando muito popular ultimamente. Especialmente o Periscope.

Está claro que o responsável pelo maior portal de vídeos do mundo não poderia ficar de fora desse tipo de aplicativo, e no ano passado já vimos uma aproximação com o YouTube Live Broadcast para o Galaxy Note 5 e Galaxy S6 Edge+, ambos da Samsung, sendo acomanhados depois de um da Sony para a linha Xperia, e para a câmera do HTC Re, que oferece uma característica similar.

Se bem que o YouTube segue sendo o grande nome quando se fala em vídeos pela internet. Seu reinado é ameaçado pelas novas tendências na criação de conteúdo de vídeo e nas formas de consumir os vídeos. b

youtube-connect-02

Este é o objetivo do YoubTube Connect. Permitir a transmissão de vídeos em streaming ao vivo a partir do smartphone, visível em canais privados ou públicos. Também seria possível armazenar a transmissão para visualizar posteriormente.

É esperada uma integração posterior com o Facebook e o Twitter, que facilitariam o compartilhamento de conteúdo nas principais redes sociais. O YouTube Connect poderia ser visto a partir de qualquer navegador, além do próprio aplicativo, o que seria uma grande vantagem.

Não é descabido pensar que a Google utilizaria algumas de suas estrelas do YouTube para apresentar o serviço na Google I/O que acontece no mê de maio.

Via VentureBeat

YouTuber fica famoso por esmagar coisas com prensa hidráulica

by

barbie-hidraulico

Os vídeos de stress test são muito populares entre os usuários de tecnologia. Mas teve alguém que quis levar isso para outro nível, se especializando em uma categoria de destruição de coisas: com a ajuda de uma prensa hidráulica.

Não faz muito tempo que foi lançado um canal no YouTube chamado Hydraulic Press Channel, dirigido por um misterioso usuário que se dedica a esmagar coisas com uma prensa hidráulica. Bom, simplesmente falando o que ele faz você pode achar que é uma atividade bem tonta e simples. Porém, basta você dar uma chance e ver alguns vídeos e simplesmente se ver pego por essa estranha fascinação que sentem os humanos quando testemunhamos diferentes objetos cotidianos sendo destruídos lentamente.

São objetos das mais diversas categorias, indo de uma boneca Barbie até um indestrutível Nokia 3300, passando por um dos mais curiosos objetos apresentados até agora: um papel.

Com certeza você ouviu mais de uma vez a afirmação que um papel não pode ser dobrado pela metade mais de sete vezes (um mito falso), teoria que esse YouTuber decidiu colocar à prova com a sua querida prensa.

No vídeo que você tem a seguir, você pode constatar como o papel vai ficar depois da sétima dobra, além do já citado Nokia 3300.

 

Via FinofilipinoYouTube (Hydraulic Press Channel)

Os YouTubers agora podem ganhar um Emmy

by

youtube-emmy

A Academia de Ciências e Artes Televisivas, responsável pela organização do Emmy Awards, revisou suas regras para a edição 2016 da premiação, e decidiu incluir os YouTubers importantes dentro dos possíveis indicados e vencedores do evento.

Personalidades com ambições artísticas dessa e de outras plataforma podem agora receber uma estatueta, tendo o seu talento reconhecido diante da opinião pública. Não estamos aqui falando de YouTubers caseiros, que simplesmente gravam com a sua webcam: são projetos grandes e muito bem trabalhados, algo que de qualquer forma deve estimular alguns gênios de vídeo no YouTube a se esmerarem mais para chegar nesse patamar.

Via Hollywood Reporter, PolygonTelevision Academy, SpinOff.com.br

 

Volkswagen utiliza formato publicitário inovador no setor automotivo em lançamento do Novo Gol

by

Volkswagen-Google-01

Quem digitar a hashtag #carroconectado na busca do Google vai se surpreender. Trata-se da campanha de lançamento do Novo Gol em formato Tag Search, inovador no setor automotivo.

Nesta etapa de lançamento, quando a hashtag #carroconectado é buscada no Google, a pesquisa destaca a campanha em seus resultados, sem revelar ao público que se trata do Novo Gol. Ao clicar para obter mais informações, uma light box é aberta instantaneamente, sem tirar o público do ambiente da busca, exibindo o filme que apresenta o novo modelo de forma criativa e sucinta. No topo do vídeo, o usuário escolhe se está interessado no assunto, sendo levado para a página de destino que traz as novidades da marca, onde deve se cadastrar para receber mais informações.

Volkswagen-Google-02

A hashtag #carroconectado está sendo divulgada por meio de vinhetas de cinco segundos veiculadas na TV, de mídia display digital, de estratégia de social media, de out of home e de material de ponto de venda. A mensagem é simples e convida o público a digitar #carroconectado na página de busca do Google. Teasers publicados nas redes sociais já vinham anunciando, desde 11 de fevereiro, que um novo carro estava por vir.

A parceria com o Google também se dá por meio de investimento no pacote temático, que conecta os anunciantes aos principais canais do YouTube. A campanha integrada do Novo Gol será lançada em março.

Google desbanca Apple como empresa mais valiosa do mundo

by

google-e-dinheiro

A gente deveria falar do Alphabet, mas por questões práticas e de referência, vamos nos referir à Google. Pois bem, a empresa de Mountain View publicou os seus resultados financeiros relativos ao quarto trimestre de 2015 (fechando o ano fiscal). Pela primeira vez, a empresa revelou dados dos seus negócios “secretos”, e apresentam números surpreendentes.

A Google informa ganhos de US$ 21.32 bilhões, 18% a mais do que o ano anterior, e acima das previsões de US$ 20 bilhões dos analistas. A publicidade cresceu muito, apesar do crescimento do Facebook nesse setor fazer com que a empresa perdesse participação. Mesmo assim, as ações da gigante de Mountain View subiram mais de 8%.

 

Alphabet como uma aposta vencedora

google-logo-teaser

De um modo geral, a Google apresentou números excelentes, tanto para ingressos como para lucros geais, apesar de muitos negócios relatarem prejuízos, mas isso é algo que acontece com a empresa há muito tempo, e que os investidores estão acostumados a investir em projetos e empresas que depois de um tempo não resultam em nada.

O movimento de deixar todos os segmentos independentes e unir todos esses projetos no conglomerado Alphabet se mostra algo vencedor, isso depois que muitos dos investidores criticaram estratégia considerada arriscada. Agora, com tudo separado, quem quer investir dinheiro das empresas está mais tranquilo, pois pode conhecer quais são os projetos bem sucedidos e quais não são, e assim poder decidir onde investir.

Uma das preocupações era a dependência da Google no negócio da publicidade web, algo que começou a diminuir com o passar do tempo, ainda mais com o fato do Facebook ter assumido a liderança. Mas neste último trimestre, a Google informa um aumento de mais de 31% nos cliques pagos, algo muito importante para a empresa, que em 2014 fechou em 14%.

Grande parte dos negócios da Google apresentam lucros, como a Google Play (US$ 2.1 bilhões em arrecadações, um aumento de 24% em relação ao ano anterior), Google Websites – onde está o YouTube (US$ 14.9 bilhões, aumento de 20%) e a Google Networks (US$ 4.14 bilhões, aumento de 7%).

 

Como vão os projetos especiais da Google?

google-car

A Google revelou pela primeira vez os resultados do segmento “Other Bets”, onde entram os projetos de carros autônomos, o Project Loon e o Google Fiber. Em conjunto, eles apresentaram prejuízos, mas a Google destaca que estes são projetos em crescimento, que a médio prazo serão dos mais bem sucedidos, mas que nesse momento necessitam investimento constante.

Os ingressos do “Other Bets” chegaram a apenas US$ 448 milhões, enquanto que os gastos operacionais representam US$ 3.56 bilhões, algo muito semelhante ao que aconteceu em 2014, onde foram informados US$ 327 milhões de ingressos, e gastos de US$ 1.9 bilhão. Os gastos aumentaram, mas isso acontece por conta da aposta firme nos projetos.

Apesar disso, os analistas previam perdas de aproximadamente US$ 5 bilhões, ou seja, os números foram recebidos com bons olhos, de modo que as ações da Google na Bolsa subiram significativamente.

 

A Google já é a empresa mais valiosa do mundo

google-acoes

O mercado reagiu de forma muito positiva com os números apresentados, a ponto da Google superar a Apple no posto de empresa mais valiosa do mundo, algo que já é comemorado em Mountain View.

A Google informa que o Gmail é o serviço de e-mail mais utilizado no planeta, com mais de 1 bilhão de usuários, batendo de frente com o Facebook, dizendo que a rede social “presumia” ter 100 milhões de horas diárias em vídeo, enquanto que o YouTube consegue números que superam as 1 bilhão de horas diárias de vídeo.

2016 parece ser um grande ano para a Google, começando com muita força, não dependendo de um único produto ou serviço, diversificando o seu negócio e atraindo novos investidores, que agora mais do que nunca querem fazer parte do crescimento da empresa.

Via Alphabet

 

 

YouTube mostra os destaques de 2015, no seu #YouTubeRewind

by

youtube-rewind-2015

Todos os anos, o YouTube apresenta o resumo dos principais destaques entre as publicações de vídeos em sua plataforma, através de um vídeo bem humorado e divertido. E como 2015 está chegando ao fim, não poderia ser diferente. Temos mais um resumo dos últimos 12 meses, em mais uma edição do #YouTubeRewind.

O YouTube informa que, em 2015 foram mais de 150 criadores de conteúdo ao redor do planeta que se uniram para reviver os melhores momentos do ano, incluindo alguns dos virais mais memoráveis da plataforma. Vale lembrar que, nesse ano, o YouTube completa 10 anos de atividades, e ao longo desse tempo, o portal de vídeos se tornou um dos mais relevantes e visitados da internet.

Aqui abaixo estão os vídeos mais populares de 2015.

Vídeos mais populares 2015 – Global  
1. Silento- Watch Me (Whip/Nae Nae) #WatchMeDanceOn por Tianne King
2. Clash of Clans: Revenge (Official Super Bowl TV Commercial) por Clash of Clans
3. Crazy Plastic Ball PRANK!! por RomanAtwood
4. Love Has No Labels | Diversity & Inclusion | Ad Council por Ad Council
5. Lip Sync Battle with Will Ferrell, Kevin Hart and Jimmy Fallon por The Tonight Show Starring Jimmy Fallon
6. Justin Bieber Carpool Karaoke por The Late Late Show with James Corden
7. 6ft Man in 6ft Giant Water Balloon – 4K – The Slow Mo Guys por The Slow Mo Guys
8. Golden boy Calum Scott hits the right note | Audition Week 1 | Britain’s Got Talent 2015 por Britain’s Got Talent
9. Dover Police DashCam Confessional (Shake it Off) por Dover Police
10. Mean Tweets – President Obama Edition por Jimmy Kimmel Live

Vídeos mais populares 2015 – Brasil 
1. NheNheNhem (Lyric Video) por Maisa Silva
2. Sombra Fresca por Turma da Mônica
3. “BANG” (PARÓDIA) ♫ por 5incominutos
4. CIUMENTA | Paródia Taylor Swift – Blank Space por Galo Frito
5. PEGADINHA: Vaga Para Deficiente 2 – Post It (handicapped parking Prank) por Canal Boom
6. Rap Minecraft Paraí­so | Ft TAUZ (Minecraft Animation) por rezendeevil
7. Léo Stronda (Fábrica de Monstros) VS Mussoumano | Batalha de Youtubers por Mussoumano
8. PEDINDO MC DONALDS CANTANDO Ft Cocielo e Gusta por Canal Nostalgia
9. ÔNIBUS por Porta dos Fundos
10. O DIA EM QUE ASSISTI: VELOZES E FURIOSOS 7 por whinderssonnunes

Vídeos de música mais populares 2015 – Global  
1. Wiz Khalifa – See You Again ft. Charlie Puth [Official Video] Furious 7 Soundtrack
2. Maroon 5 – Sugar
3. Ellie Goulding – Love Me Like You Do (Official Video)
4. Major Lazer & DJ Snake – Lean On (feat. MØ) (Official Music Video)
5. Taylor Swift – Bad Blood ft. Kendrick Lamar
6. David Guetta – Hey Mama (Official Video) ft Nicki Minaj, Bebe Rexha & Afrojack
7. Sia – Elastic Heart feat. Shia LaBeouf & Maddie Ziegler (Official Video)
8. Fifth Harmony – Worth It ft. Kid Ink
9. Adele – Hello
10. Silentó – Watch Me (Whip/Nae Nae) (Official)

Vídeos de música mais populares 2015 – Brasil 
1. Luan Santana – Escreve Aí
2. Marcos & Belutti part. Wesley Safadão – Aquele 1%
3. Wiz Khalifa – See You Again ft. Charlie Puth [Official Video] Furious 7 Soundtrack
4. Jorge & Mateus – Os Anjos Cantam (LyricVideo)
5. Maroon 5 – Sugar
6. Ellie Goulding – Love Me Like You Do (Official Video)
7. Anitta – Bang
8. Major Lazer & DJ Snake – Lean On (feat. MØ) (Official Music Video)
9. Fifth Harmony – Worth It ft. Kid Ink
10. Wesley Safadão – Camarote

 

YouTube: o próximo grande competidor da Netflix?

by

youtube-red

Em outubro, a Google anunciou a criação do YouTube Red (por enquanto, apenas nos EUA), serviço de assinatura onde os usuários podem ver vídeos sem anúncios, além de acessar conteúdos exclusivos desenvolvidos especificamente para a plataforma, como séries, programas produzidos por YouTubers populares de todo o planeta, e outros formatos de mídia.

Mas… e se o YouTube Red decidisse competir com a Netflix, a Amazon, o Hulu e outros serviços de streaming, produzindo conteúdos próprios? Pois bem, é isso o que eles estão fazendo: o YouTube está negociando com redes de TV e produtoras para integrar alguns dos seus títulos ao seu catálogo.

A ideia é que, em 2016, o YouTube possa ter “uma robusta coleção de conteúdo original e licenciado”, sempre com exclusividade. O serviço de vídeo da Google está se concentrando em “conteúdos novos”, e não em filmes e séries já exibidas, como acontece hoje com os seus concorrentes.

Vale lembrar que nos últimos meses, o YouTube contratou executivos da MTV e da Netflix. Logo, os rumores se alinham de alguma forma. Aliás, é um passo bem lógico para a plataforma. A Netflix reina no mundo todo, e nos EUA, Amazon e Hulu fazem muito barulho. Mas nenhum desses serviços estão se expandindo com a mesma rapidez ou estabilidade esperada.

Se o YouTube quer se lançar nessa competição, precisa ter algo além do que as séries protagonizadas pelos YouTubers a oferecer. São populares? Sim. Mas… quantos usuários estão dispostos a pagar para ver o conteúdos deles? Outro atrativo é o Goolge Music entrar de presente na assinatura do YouTube Red, mas isso não é o suficiente para atrair o grande público e, por tabela, uma grande quantia de dinheiro.

O YouTube possui a infraestrutura de uma gigante como a Google por trás, e possui uma vantagem a mais: já possui contatos e até acordos com os estúdios e produtoras, com os conteúdos disponíveis via Google Play. Até agora, é possível comprar ou alugar os títulos disponíveis, mas será preciso renegociar com eles para integrar esse conteúdo dentro de um catálogo on-demand.

Será que o YouTube consegue tirar a Netflix do trono do mercado de vídeo on-demand por assinatura? É uma missão complicada, mas se alguém pode fazer isso, esse alguém é o serviço que tem a chancela da Google.

Via Wall Street Journal

YouTube Red: US$ 10 por mês para não ver anúncios nos vídeos

by

youtube-red

O Google apresentou oficialmente o YouTube Red, novo modelo de assinatura de sua plataforma de vídeos. Por US$ 9,99 ao mês, você deixa de ver a publicidade entre os vídeos.

Além disso, o YouTube Red conta com outras características que o torna mais interessante aos usuários, como por exemplo a possibilidade de salvar conteúdos para visualização em modo offline a qualquer momento, acesso a conteúdos adicionais, uma série própria do Youtuber PewDiePie, reprodução em segundo plano para dispositivos móveis e, como bônus, o uso do YouTube Music e Play Music.

O YouTube Red também estende a eliminação de publicidade no YouTube Gaming e YouTube Kids, além de oferecer acesso a conteúdos premium nos dois serviços.

Desse modo, o Google aposta no conteúdo exclusivo, deixando a remoção da publicidade quase como algo secundário, dando forma a uma alternativa que, se não será válida para todo mundo, ao menos é razoável para muitos.

O YouTube Red estreia inicialmente nos EUA no dia 28 de outubro.

 

Via Engadget, YouTube Red

Os YouTubers que mais ganharam dinheiro em 2014, segundo a Forbes

by

pewdiepie

A Forbes publicou uma lista com os YouTubers que mais ganharam dinheiro durante o ano de 2014. No topo da lista, não podia ser diferente: o jovem sueco Pewdiepie, que faturou US$ 12 milhões com os seus vídeos sobre videogames.

Outro gamer, KSI, está entre os que mais faturaram, com US$ 4.5 milhões. Os comediantes Smosh (dupla) e Fine Brothers conseguiram arrecadas US$ 8.5 milhões cada um, e a talentosa Lindsey Stirling e seu inseparável violino foi capaz de gerar US$ 6 milhões. O mundo da maquiagem no YouTube tem como representante a asiática Michelle Phan, que gerou US$ 3 milhões com os seus tutoriais de beleza.

Para formular a lista, a Forbes utilizou várias fontes (incluindo a Nielsen), e ainda que os números publicados representem os lucros totais e sem impostos ou gastos, os valores também incluem o dinheiro vindo de anúncios, acordos e demais fontes de lucro além do próprio YouTube. E, mesmo com algumas possíveis diferenças, não podemos negar que é muito dinheiro envolvido.

A lista completa publicada pela Forbes você encontra nesse link. E não… não temos nenhum brasileiro entre os milionários do YouTube.

youtubebig-e1444769452953

O melhor da Brasil Game Show (BGS) no YouTube

by

youtube-bgs

A Brasil Game Show, que acontecerá entre os dias 08 e 12 de outubro, no Expo Center Norte, em São Paulo, contará, pela primeira vez no evento, com a presença do YouTube. Em uma área de mais de 850 m², alguns dos principais YouTubers irão comentar, ao vivo  e em primeira-mão, sobre algumas novidades da BGS, incluindo lançamentos e tendências.

Em parceria com a BGS, o YouTube criou um canal dedicado, onde será possível acompanhar todas as transmissões ao vivo direto do evento, de 9 a 12 de outubro. Entre as atrações já confirmadas no estande, estão nomes como: Coisa de Nerd, AM3NlC, VenomExtreme, Rezende,Malena, GamePlayRJ, TazerCraft, Irmãos Piológo, IGN e Baixaki . Estes são apenas alguns dos canais que vão trazer resumos diários da BGS, jogar lançamentos e entrevistar as publishers. Em breve, a programação completa estará disponível diretamente no canal da BGS no YouTube.

Os visitantes que desejam mais que assistir seu YouTuber favorito na internet ainda podem adquirir o ingresso no site oficialwww.brasilgameshow.com.br e acompanhar também as sessões de autógrafos que serão realizadas no estande.

Serviço – BGS 2015

Quando: 08 a 12 de outubro (08 só para business e imprensa)
Onde: Expo Center Norte
Endereço: Rua José Bernardo Pinto, 333 – Vila Guilherme – SP
Horário: 13h às 21h
Ingressos: até 30 de setembro de 2015: R$ 75,00 (individual meia-entrada)
Outras opções de ingressos e preços podem ser obtidas no site http://www.brasilgameshow.com.br/sou-visitante/ingressos
Meia-entrada: benefício válido para doadores de 1kg de alimento não-perecível na entrada do evento, além de estudantes, portadores de necessidades especiais, idosos com idade a partir de 60 anos e professores, todos mediante apresentação de comprovação.

YouTube pode lançar plano de assinatura (sem publicidade) em outubro

by

youtube-topo-teaser

O YouTube começou a enviar e-mails para todos os produtores de conteúdo, onde indica os novos termos de serviço, preparando a oferta de planos de assinatura sem veiculação de publicidade.

Os youtubers tem até o dia 22 de outubro para aceitar ou não os novos termos. Caso eles não aceitem, os vídeos não estarão disponíveis para reprodução de forma pública ou monetizadas nos Estados Unidos, de modo que essa pode ser a data do lançamento do serviço de assinatura, que também deve marcar a atualização do serviço Music Key, que foi lançado em formato beta em 2014.

O fato de incluir vários serviços por um preço especulado de apenas US$ 10 pode ser um golpe de impacto no mercado, já que muitos serviços oferecem apenas a música por um pagamento mensal e com valor semelhante. Já o YouTube ofereceria mais serviços. Mas já quem duvide sobre a capacidade da Google em gerar lucros com esse sistema.

Ao que parece, pelo menos por enquanto, o serviço só estaria disponível nos Estados Unidos, mas se for um sucesso, muito provavelmente será estendido para outros países.

Via Re/Code

YouTube terá suporte ao streaming de jogos a partir de dispositivos Android

by

youtube-family

O Google revelou que em breve vai permitir o streaming de jogos a partir de um smartphone ou tablet com Android no YouTube, sem a necessidade de hardware ou software adicional.

Tal recurso vai facilitar a adição de vídeos e comentários de áudio utilizando a câmera frontal do dispositivo e fones de ouvido, ao mesmo tempo em que será possível gravar e enviar os jogos para o YouTube via Google Play Games.

Ryan Wyatt, responsável pelo YouTube Gaming, informou as novidades na Tokyo Game Show 2015, e aproveitou a oportunidade que o Japão será o primeiro país a aproveitar essa funcionalidade.

O Google aposta suas fichas no YouTube Gaming, mas o Twich segue sendo um competidor grande demais. Com esse movimento, eles certamente vão captar muitos usuários do Android que jogam nos seus dispositivos móveis, e a escolha do Japão é muito acertada nesse aspecto.