Arquivo para a tag: Siri

Siri abre a porta para um vizinho sem a permissão do dono da casa

by

siri

Para muitos, o Siri e bem útil no dia a dia. Para outros tantos, o assistente pessoal da Apple tem papel secundário. Fato é que a domótica e a integração com as principais plataformas móveis deu uma sobrevida a esse tipo de software, já que podemos controlar diferentes elementos da casa mediante comandos de voz.

É um novo mundo cheio de possibilidades e comodidade, mas que também representa riscos importantes. Um usuário do Reddit explicou que tinha em casa um sistema de abertura de portas inteligente, baseado em um August Smart Lock e no Siri, apoiado por um HomeKit em um iPadPro para gerenciar o conjunto.

Até aqui, tudo normal.

 

Porém…

O problema é que um vizinho foi na sua casa para pedir farinha, e conseguiu fazer com que a Siri abrisse a porta da casa para ele ao gritar a frase: “Hey, Siri, abra a porta da frente”, coisa que fez com suficiente intensidade para ativar o iPad Pro que estava na sala.

A notícia é um claro exemplo de que, ainda que a domótica seja algo muito interessante e pode ser muito útil, também apresenta riscos claros, e que ainda é cedo para confiar cegamente nela, ao menos em coisas tão importantes como a abertura de portas.

Via Forbes

Sai OS X, entra macOS (Sierra)

by

macos-sierra-01

A Apple anunciou hoje a mudança do nome do seu sistema operacional para desktops, abandonando o termo OS X para adotar oficialmente o macOS, seguindo assim as grafias iOS, watchOS e tvOS. Aproveitou a oportunidade para apresentar as novidades da nova versão do software, a macOS Sierra, que traz como principal novidade a chegada do Siri ao desktop.

macos-sierra-02

A Apple começou falando de várias melhorias menores no sistema operacional, que se somarão à outras tantas nos próximos meses, como modos para desbloquear o equipamento sem senhas adicionais, com a ajuda do Apple Watch, opções de copiar e colar qualquer elemento de qualquer aplicativo, de qualquer dispositivo, o iCloud Drive, que passa a oferecer acesso remoto à área de trabalho de nossos equipamentos e dispositivos que temos no dia a dia, gerenciamento de armazenamento, com liberação de mais documentos nas unidades internas, suporte ao Apple Pay e suporte de abas para aplicativos. Outra característica do novo macOS Sierra é o Picture in Picture, que favorece o trabalho enquanto consumimos outros conteúdos.

macos-sierra-03

Uma das opções mais esperadas é o principal protagonista entre as novidades do macOS Sierra: o Siri. O assistente estará sempre disponível e mostrará suas respostas – além de conversar conosco – na parte superior direita da tela, onde também podemos interagir com esses resultados de forma direta.

A Apple quis destacar a capacidade do Siri de fazer buscas complexas de arquivos (por exemplo) e filtrar essas buscas por contexto: depois de uma primeira busca, era possível adicionar mais termos de busca específicos para que o Siri atue sobre as buscas recém realizadas.

macos-sierra-04

O macOS Sierra estará disponível para desenvolvedores a partir de hoje (13), e sua beta pública estará disponível durante o mês de julho. A versão final será lançada “no outono (do hemisfério norte) de 2016”, mas sem especificar datas concretas. A atualização do OS X para o macOS Sierra será gratuita.

Apple prepara assistente doméstico, baseado em novo Siri

by

apple-siri

O site The Information publicou indícios de que a Apple estaria preparando a sua versão de um assistente doméstico, no estilo do Amazon Echo e do Google Home. O produto seria gerenciado por uma nova e potente versão do Siri.

O Siri foi um dos primeiros assistentes que fez o uso da linguagem natural, deixando de lado os comandos de voz. Isso fez com que um novo mercado se abrisse, onde Microsoft, Google e Amazon conseguiram deixar a Apple para trás. A Siri ampliou suas funções, mas isso não foi suficiente para que os usuários vissem uma real utilidade.

Um dos principais problemas do Siri é a sua restrição à informação vinda ou autorizada previamente pela Apple. Por conta disso, aplicativos de terceiros ficam de fora da informação e das funções de podem acessar. Mas isso mudou com a chegada do novo Apple TV, onde pela primeira vez o Siri é capaz de buscar conteúdos em aplicativos como Netflix. De forma limitada, mas já é alguma coisa.

siri-no-apple-tv

De acordo com a fonte, a Apple está por abrir a plataforma do Siri para os desenvolvedores, tal e como aconteceu com o iOS para o uso do Touch ID, através de um novo SDK que vai permitir que o assistente se comunique com informações presentes em aplicativos instalados no iPhone, iPad, Apple TV e, talvez, no Mac OS, caso se confirme o rumor da chegada do Siri ao sistema operacional.

O novo SDK seria anunciado na próxima WWDC, e servirá de porta de entrada para que o Siri receba novos poderes, visando um futuro dispositivo focado para o lar. O novo produto estaria em uma etapa muito preliminar de desenvolvimento, e é pouco provável que ele seja anunciado esse ano.

Este dispositivo se apoiaria no HomeKit, plataforma de domótica da Apple, e seria o centro nervoso de um lar inteligente, controlando dispositivos compatíveis, se conectando com a Apple TV, alto-falantes com AirPlay, recebendo alertas e até atendendo chamadas telefônicas recebidas do iPhone. Tudo operando com conexão sem fio e através da voz, com a ajuda do Siri.

Via The Information

Siri revela as datas da WWDC 2016

by

wwdc-2016-04

O Siri, famoso assistente pessoal da Apple, ao ser questionado quando vai acontecer a próxima edição da WWDC, evento de desenvolvedores da empresa, revela a data correta: de 13 a 17 de junho, em San Francisco (EUA). A informação não foi anunciada pela Apple, nem mesmo em sua página oficial do evento foi atualizada com essa informação.

Estaria a Siri errada? Não sabemos. Vamos aguardar.

 

Novos iOS 10, MacOS, watchOS, tvOS e provavelmente MacBooks

macbooks-apple

Como já é uma tradição da WWDC, a Apple deve apresentar as renovações dos seus sistemas operacionais: novas versões do iOS para iPhones e iPads, watchOS para Apple Watch, tvOS para o novo Apple TV, e muito provavelmente a esperada (e muito especulada) renovação e mudança de nome do OS X para MacOS.

Se os rumores estiverem corretos, é bem provável que uma atualização da linha MacBook seja anunciada, entregando um notebook ainda mais fino, novas cores, melhorias na tela e nas especificações.

Ainda esperamos por uma confirmação oficial da Apple sobre a data da WWDC 2016. Por enquanto, podemos confiar no Siri, já que em outras oportunidades ele revelou detalhes importantes, e não parece que dessa vez é um erro, já que a informação está disponível em todos os idiomas. Pode ser que em um futuro próximo os dados não estejam mais disponíveis, com a resposta sendo um “a WWDC ainda não foi anunciada”.

Via 9to5Mac

Novo bypass no iOS 9.0.1 libera acesso aos contatos, fotos e mensagens

by

iphone-screen-bypass

Com o iOS 9.0.1, a Apple corrigiu vários erros do seu novo sistema operacional móvel, mas parece que alguns ficaram pelo caminho, que podem representar riscos à segurança do usuário. Um bypass (combinação de teclas e toques que saltam o código de segurança do sistema) já presente nas versões anteriores do iOS foi encontrado, permitindo o acesso a uma série de informações do smartphone.

A falha é demonstrada em vídeo, mas desde já informamos que será mais difícil explorá-la, uma vez que é necessário ser muito rápido e preciso no acionamento dos toques. O segredo passa por executar rapidamente o Siri após falhar cinco vezes com o código de desbloqueio. Se o assistente for acionado, será possível conseguir dados como a lista de contatos ou o álbum de fotos, mas a ação de ativar o Siri não é fácil, já que é preciso acioná-lo com uma precisão extrema.

Para aqueles que querem evitar problemas até que apareça uma nova atualização para corrigir esse problema, pode optar por trocar a senha inicial do software (letras ou números), ou desativar o Siri até um novo aviso.

 

Via ArsTechnica

iOS 8.3 marca a estreia do Siri em português

by

siri-em-portugues

A Apple liberou o iOS 8.3, nova atualização para o seu sistema operacional móvel. O software traz como principais novidades um teclado de emojis reformulado e a (finalmente, aleluia, até que enfim) chegada do Siri em português.

O assistente pessoal da Apple agora compreende a nossa língua, trazendo diversas funções que podem ser ativadas com frases curtas, indo da abertura de um aplicativo até telefonar para um contato, passando por informes de previsão do tempo, adição de compromissos na agenda e outras funções.

O software continua com a sua personalidade bem humorada, dando respostas engraçadalhas para perguntas cretinas. Quando o Siri não encontra uma resposta para a sua pergunta, ele sugere uma busca na internet. O assistente também pode ser ativado por comandos de voz enquanto o smartphone estiver no carregador, e a partir daí você pode ativar recursos como o despertador e o Não Perturbe.

emojis-ios-8-3

Outra grande novidade está no teclado do iOS 8.3. São mais de 300 novos emojis (muitos deles repetidos, já que temos seis tons de pele se replicando em várias expressões humanas), onde o padrão está na cor amarela. Você pode escolher outras cores de pele tocando e segurando por um instante no emoji de face escolhido.

Alguns emojis foram substituídos, e bandeiras de vários países foram adicionados. O novo teclado exibe mais ícones por vez na tela, facilitando a localização de figuras, com uma disposição de emojis mais coerente.

O iOS 8.3 também traz melhorias de desempenho, na inicialização, no sistema de mensagens, nas respostas de aplicativos, na conectividade WiFi, na Central de Controle, atalhos de teclado e teclados de terceiros. Um bug sobre a orientação de tela também foi corrigido (antes o telefone não voltava para a vertical depois de utilizar a orientação horizontal). Além disso, o aplicativo Fotos substitui em definitivo o iPhoto, deixando de ser um app beta.

O iOS 8.3 está disponível para o iPhone 4s ou superior, iPod touch de 5ª geração, iPad 2 ou superior, todas as versões do iPad mini, iPad Air e Air 2.

Apple FINALMENTE está trabalhando para ensinar o português do Brasil ao Siri

by

siri-ios-71

A notícia “antes tarde do que nunca” do dia. Depois de ver a Google fazer a coisa certa – fazendo com que o Google Now compreendesse o português do Brasil desde sempre -, a Apple começa efetivamente a trabalhar para que o Siri, o seu assistente pessoal inteligente, faça o mesmo. Finalmente. Depois de três anos.

A constatação que isso está acontecendo vem através de uma vaga de emprego aberta pela Apple, que busca profissionais que possam contribuir no desenvolvimento da inserção do português brasileiro ao conjunto de idiomas do Siri. A publicação da vaga é do dia 11 de junho, e recebe o título “Engenheiro de Idiomas da Siri (Localização de Serviços na Nuvem) – Português do Brasil”. Ou seja, para bom entendedor…

A vaga é destinada para um profissional que tem o português domo idioma mãe, além dos requisitos técnicos relacionados à vaga, como conhecimento em programação em Java e Perl, formação em ciências da computação e conhecimento no desenvolvimento de códigos para o iOS ou o OS X. A vaga de emprego exige que o escolhido trabalhe no campus da Apple, na Califórnia (EUA).

siri-vaga-apple-portugues-brasil-pt-br

O OS X Yosemite e o iOS 8, anunciados pela Apple durante a WWDC 2014, terão suporte ao ditado em 24 idiomas, incluindo o português do Brasil, utilizando a tecnologia de voz-para-texto da Nuance.

Não há informações ou previsão que as duas novas versões dos sistemas da Apple já receberão o suporte ao português do Brasil no ato do lançamento de sua versão final (prevista para setembro/outubro). De qualquer forma, é um começo.

E vale a pena repetir: antes tarde do que nunca.

Via Apple, 9to5Mac, Gizmodo Brasil

Nova falha no Siri permite a realização de chamadas ou envio de e-mails com a tela do iPhone bloqueada

by

siri-falha

A Apple liberou recentemente a atualização para o iOS 7.1.1, que solucionava vários problemas, mas deixou passar uma falha no Siri. Sherif Hashim é o programador que descobriu a falha que permite que qualquer pessoa manipule o iPhone mesmo com a tela bloqueada, ativando o Siri e realizar chamadas, envio de mensagens SMS ou e-mails. A falha também estaria presente no iOS 7.1

Hashim mostra em vídeo como a falha acontece, e se você tem um iPhone 5, 5c ou 5s com as versões iOS 7.1 e iOS 7.1.1, pode testar o procedimento (o vídeo está disponível no final do post). Muito provavelmente o problema pode estar presentes nos modelos iPhone 4 e iPhone 4s, com a mesma versão do sistema operacional.

O procedimento é relativamente simples. Com o iPhone bloqueado, apenas ative o Siri, deixando pressionado o botão de início e dizer “Ligar”, “Email” ou “Mensagem”. O Siri vai perguntar qual é o destino da chamada ou mensagem, e vai te dar a opção no canto superior esquerdo de editar com um “pressione para editar”. Vai aparecer o teclado do sistema, e com um um simples digitar de um nome qualquer e o item “chamar” vai exibir a lista de contatos por completo.

Ao selecionar um nome, você pode enviar um email ou mensagem, sem maiores problemas. E tudo isso sem a necessidade de incluir a senha de desbloqueio da tela, algo que – evidentemente – não deveria funcionar dessa forma.

Essa falha não é algo tão grave assim, mas de qualquer forma, deixa a porta aberta para qualquer alheio que se apodere do seu telefone se comunique com os seus contatos. Em um roubo comum, isso pode não servir de nada. Mas se o ladrão conhece a vítima e quer realmente prejudicá-la, a lista de contatos é algo bem valioso, e é aí que está o perigo.

Até que a Apple solucione o problema com uma nova atualização, a medida que você pode tomar é desativar o Siri da tela de bloqueio, indo em Ajustes > Touch ID e Código. Uma vez adicionada a senha em “permitir acesso enquanto a tela está bloqueada”, desative a função “Siri”. E pronto.

Vídeo da falha a seguir.

 

Via NBC News

GoogolPlex, o hack para o Siri que multiplicará os seus poderes

by

googolplex

Todo mundo sabe que o Siri é bom, mas é meio burro, sem satisfazer 100% das necessidades através dos comandos de voz. Enquanto a Apple trabalha de forma paciente (para não dizer lenta) no recurso, um grupo de estudantes da Universidade da Pensilvânia, conhecido como “The Four Loop”, decidiu fazer o trabalho sujo por conta própria, apresentando ao mundo o seu hack do assistente pessoal.

Batizado como GoogolPlex, esta solução pode ser facilmente instalada em qualquer equipamento com o iOS 7, e não exige o Jailbreak para a sua instalação. O recurso torna o Siri mais competente, e capaz de executar tarefas para as quais não estava habilitado até agora. Por exemplo, você poderá pedir para que o sistema execute uma canção a partir do Spotify, acender as lâmpadas de um cômodo via Philips Hue, ou até controlar a temperatura de um aparelho Nest.

Sobre a sua instalação, a própria página do projeto na internet mostra os passos a seguir para utilizar o GoogolPlex. Basicamente, tudo o que essa plataforma precisa é que você modifique a configuração WiFi do seu equipamento, estabelecendo um endereço proxy específico, para que você possa começar a trabalhar. Depois disso, basta pronunciar a frase chave “OK GoogolPlex”, e solicitar sua tarefa.

O serviço oferece vários comandos pré-definidos, mas também é possível configurar outros para aplicativos de terceiros, usando o JavaScript (para isso, um conhecimento adicional sobre o assunto se faz necessário).

Uma ideia bem curiosa, não? Para ilustrar melhor o conceito, nada melhor que o vídeo abaixo, que mostra como o projeto funciona. Para fazer o download do GoogolPlex, clique aqui.

 

Via The Four Loop

Cortana vs Siri vs Google Now: qual é o melhor assistente de voz? (em vídeo)

by

Cortana-Vs-Siri-Vs-Google-Now

O Windows Phone 8.1 é uma realidade a partir de hoje (14) – pelo menos para os desenvolvedores -, e uma das suas principais novidades é o Cortana, a assistente de voz da Microsoft que chega para competir com o Siri e o Google Now. Bom, agora podemos saber qual dos três é o melhor, em um teste prático.

Diferente do Google Now e do Siri, o Cortana só está disponível em inglês no momento. Para quem já baixou o Windows Phone 8.1, terá que ajustar o smartphone para a região dos EUA para testar o assistente de voz. O pessoal do Gizmodo fez o desafio em vídeo que você verá no final do post envolvendo os três assistentes, e os resultados são muito interessantes.

Se você pedir para os três sistemas enviar um e-mail para um dos seus contatos, os três conseguem fazer isso perfeitamente, com diferenças na forma de perguntar exatamente como  e o que você quer enviar. Mas no final, acertam. É destacada a rapidez e precisão que o Cortana processa as ordens, algo notável para um software na sua primeira versão. É fato que a Microsoft demorou muito para apresentar o seu assistente de voz mas, mesmo assim, o resultado parece ser notável.

Quando os assistentes são solicitados para obter um determinado endereço, o Cortana mais uma vez se mostra mais rápido que os demais. O resultado é o mesmo quando são solicitadas ações que requerem o uso de outros aplicativos (e-mail, calendário, SMS, etc). Porém, quando se trata de buscar na internet, o Google Now é o mais rápido dos três.

Se você não é um desenvolvedor, e quer testar a “developer preview” do Windows Phone 8.1, tudo o que você precisa fazer é se cadastrar no Windows Phone App Studio (grátis) e fazer o download do aplicativo “Preview for Developers“, para realizar a atualização.

A seguir, assista o vídeo do comparativo completo (em inglês).

 

Apple quer que Siri aprenda a usar os seus aplicativos

by

apple-siri

O Siri, assistente pessoal da Apple, ainda tem muito o que aprender (inclusive a compreender o português… #fail, Apple). Um dos aprendizados pendentes é a interação com aplicativos, algo que estaria em desenvolvimento pelo pessoal de Cupertino, para permitir que o assistente ofereça resultados que vão além da simples busca de informação.

De acordo com as fontes do site The Information, esta nova versão do Siri será capaz de reconhecer os aplicativos que estão instalados no seu smartphone, e tirar proveito quando você pedir algo concreto. Dessa forma, se você precisa de um táxi, você não vai precisar se dirigir para o ponto mais próximo, ou te mostrar os números de rádio táxi habituais, mas sim iniciar um aplicativo específico para isso, economizando tempo.

É necessário dizer que a Apple já podia acessar a determinados aplicativos externos por conta de parcerias estabelecidas como empresas como OpenTable, Fandango e Wolfram Research, mas a ideia é qu todos os aplicativos disponíveis possam ser consultados pelo Siri, sem a necessidade que os seus desenvolvedores tenham fechado qualquer tipo de acordo.

É uma tarefa bem complexa, mas a Apple conta com o estímulo de saber que a Google já está trabalhando com características similares, usando um “índice semântico”, que permite que o seu próprio assistente possa saber para que exatamente serve cada aplicativo.

Via TechCrunch

Apple CarPlay é anunciado: esta é a nova integração do iPhone nos automóveis

by

carplay-honda-music-home

A Apple anunciou hoje (03) em Genebra (Suíça) que o seu programa CarPlay estará incorporado ao sistema de todos os grandes fabricantes de carros. Começarão com as marcas Ferrari, Mercedes e Volvo, que estão presentes nessa semana no Salão de Genebra, e que posteriormente estarão integrados em quase todas as demais gigantes da indústria automotiva.

Entre os demais parceiros da Apple na empreitada do CarPlay, estão nomes como BMW, Ford, Honda, Hyundai, Kia, Nissan, Peugeot, Toyota, Subaru, Jaguar, Mitsubishi e Suzuki.

O CarPlay vai permitir aos usuários de smartphones iOS o gerenciamento de chamadas, das listas de músicas, de mensagens recebidas e do Apple Mapas a partir dos comandos de voz. Irá integrado no sistema nativo de entretenimento do automóvel, e poderá ser controlado diretamente a partir daí, ou pressionando o botão de controle de voz do volante e ativando o Siri.

Com esse programa, a Apple leva o uso do iPhone para os carros, utilizando o Siri como ponto de conexão entre os dois softwares (o CarPlay e o iOS), reduzindo assim as distrações que o motorista pode ter durante a condução do veículo, e aumentando a integração da tecnologia com os automóveis. O assistente pretende facilitar o acesso aos contatos para realizar chamadas telefônicas ou ouvir mensagens de voz, que podem ser gerenciadas e até respondidas pela voz do motorista.

Apple entra na briga para que usem os seus mapas nos carros

carplay-honda-map-print-1

Outro pilar do CarPlay da Apple será os mapas. O pessoal de Cupertino busca agora um espaço nos carros, e integra indicações sobre como chegar ao seu destino, condições de tráfego e tempo estimado de viagem. Tudo isso aparece na tela do sistema de entretenimento do veículo.

Aqui, temos mais uma vez um interessante duelo entre Apple e Google. Começamos com a música, a navegação ou as chamadas, mas no final das contas, o sistema operacional móvel se integrou completamente aos carros. A Google começou no início de 2014 a investir nesse segmento, com a Open Automotive Alliance, e agora, a Apple se faz presente aos carros. Mas é sempre bom lembrar que eles não são os únicos que querem gerenciar nossos carros.

O CarPlay também oferece acesso às músicas e ao conteúdo de áudio do iPhone, além de poder acessar aplicativos de terceiros, como o Spotify e o iHeartRadio. Para utilizar o sistema, além de ter um carro compatível (os modelos com o sistema serão lançados ao longo de 2014), é necessário atualizar o seu iPhone para o iOS 7. A conexão com o carro é feita via cabo (por enquanto), e é necessário um modelo com conector Lighting.

carplay-honda-music-home-3 carplay-honda-homescreen-print-1 carplay-honda-music-home-2 carplay-honda-music-print-1

 

Via CarPlay, Apple

 

Conheça Susan Bennet, ou Siri (sim, aquela Siri do iPhone)

by

bennett

“Eu sou Siri”. Ok, apesar do recurso ainda não entender o português (shame on you, Apple), o Siri, o assistente de voz inteligente presente nos dispositivos iOS não é apenas uma máquina com um certo senso de humor. E a CNN decidiu mostrar ao mundo qual é o ser humano que gravou todas as locuções de voz do conhecido sistema. Para quem não conhece, essa da foto acima é Susan Bennet, a voz do Siri.

Susan é uma atriz profissional que já emprestou a sua voz para múltiplos sistemas tecnológicos, incluindo navegadores de GPS e locuções automatizadas de aeroportos norte-americanos. Ela mesma confessa que só descobriu que sua voz acabou parando no iPhone por causa de um amigo, que ligou para ela e perguntou se a voz que ele ouvia no assistente era a dela.

Então, a nossa protagonista foi até uma Apple Store para adquirir uma versão nova do iPhone, uma vez que o seu modelo antigo não contava com o tal assistente, e descobriu que, de fato, era ela que estava falando com todos os usuários do iOS dali em diante. E só naquele momento que ela descobriu o destino dos 30 dias de intenso trabalho de gravações realizado em 2005. Ou seja, a Apple já pensava em fazer algo desse tipo daquela época, e manteve tudo em segredo esse tempo todo.

Susan também afirma que se sente estranha ao ouvir a sua própria voz em um “personagem” que se tornou tão popular no mundo da tecnologia.

Você pode conferir a entrevista de Susan Bennett para a CNN no vídeo abaixo.

 

Via CNN

Você sabia que… o Apple Siri pode prevenir tentativas de suicídio?

by

siri-suicide

A última atualização do assistente pessoal inteligente da Apple, o Siri, trouxe muitas novidades. Entre elas, um modo que pode prevenir tentativas de suicídio, ou pelo menos detectar quando a pessoa está insistentemente pesquisando sobre o assunto, e de forma automática, recomendar ajuda especializada.

Na prática, o software pode detectar quando a pessoa está com sérios problemas na vida, através das buscas e palavras digitadas, e recomenda automaticamente o número do telefone do National Suicide Prevention LIfeline, podendo inclusive discar diretamente para esse telefone, caso o usuário assim deseje. De forma alternativa, se o dono do iPhone não quiser discar para o NSPL, o Siri mostra automaticamente locais de entidades de prevenção ao suicídio, com indicações de mapas e telefones.

A Apple não é a pioneira nesse tipo de ferramenta. Desde 2012, a Google adicionou o recurso de análise de palavras-chave digitadas pelo usuário, para tentar detectar se o mesmo está fazendo uma busca por termos relacionados ao suicídio. Caso isso aconteça, a ferramenta de busca faz automaticamente a indicação para o National Suicide Prevention Lifeline, sugerindo ao usuário que faça a ligação para o centro.

O novo recurso pode estar relacionado à um recente estudo publicado pelo The New York Times, que informa que morrem mais norte-americanos pelo suicídio do que por acidentes de carro.

Via

[Vídeo] Google Now e Siri se enfrentam, com a ajuda de um Galaxy S4 e um iPhone 5

by

google-now-vs-siri

Do que vale uma rivalidade sem a comparação? Mais importante saber se um ou outro funciona, é fundamental (para muita gente) saber qual deles é melhor ou pior. Apple e Samsung estão no ápice de sua rivalidade entre produtos, serviços, conceitos, modelos e plataformas, e parece que essa batalha está longe de terminar. Ainda mais quando tem muita gente para colocar mais lenha na fogueira nessa disputa.

Um dos pilares que as duas principais fabricantes de smartphones do mercado se apoiaram foi o controle dos dispositivos por comandos de voz. A Apple apostou pesado no Siri (que até hoje não compreende o português, é sempre bom lembrar), e a Google fez o mesmo com a Google Now (que até agora não compreende muitas coisas típicas do nosso país – quem sabe agora, com essa recente atualização de APIs anunciada na Google I/O 2013).

Os dois sistemas oferecem, a partir da perspectiva do usuário, basicamente as mesmas funcionalidades, mas ambos foram melhorando as suas características com o passar do tempo. Porém, não sabemos o quanto essas melhorias colocam um sistema em vantagem em relação ao outro.

A CNET decidiu eliminar essa dúvida, fazendo um comparativo entre os dois sistemas (e colocando mais lenha na fogueira das vaidades de Apple e Google Fanboys). Abaixo, você vai ver um vídeo onde um Galaxy S4 e um iPhone 5 vão realizar tarefas consideradas equivalentes nos serviços Google Now e Siri. Não há um vencedor muito claro, mas um acaba se sobressaindo mais que o outro, dependendo dos testes ao qual se submete.

Vídeo abaixo.

Via CNET

A nova do iOS 6: o Siri está exibindo informações incorretas de previsão do tempo para Nova York

by

É, amigo… quando a fase está ruim… é uma sequência de acontecimentos… depois de números de vendas “decepcionantes” (sério, não consigo ver aonde…) do primeiro final de semana do iPhone 5, e com um iOS Mapas que é daquele jeito que você já sabe, a última “surpresa” que o iOS 6 esconde está relacionada ao serviço de previsão de meteorologia, que na nova versão conta com integração ao assistente pessoal inteligente Siri.

Supomos que você esteja em Nova York, Nova York e pergunte para o Siri qual é a previsão do tempo para os próximos dias na cidade. A resposta que ele vai dar é a da imagem à esquerda, com uma média de temperatura acima dos 90 graus Farenheit (ou 32 graus Célsius). Vale lembrar que os norte-americanos estão entrando no outono, e em Nova York, assim como em boa parte da costa leste dos Estados Unidos, as diferentes estações do ano são mais acentuadas. Ou seja, essa temperatura está elevada demais para essa época do ano na cidade.

Agora, supondo que você ainda conta com o bom e velho aplicativo de previsão de tempo do iOS 5, gerenciado pelo Yahoo, e fizer a mesma consulta de previsão do tempo para a cidade, os resultados são mais próximos da realidade, com uma média de 70 graus Farenheit (ou 21 graus Célsius).

Logo, concluímos que há algo errado com o Siri. A explicação mais aceitável é que, aparentemente, o assistente pessoal “inteligente” da Apple está combinando os dados de previsão do tempo de NYC, Nova York, com a cidade de New York, no estado do Texas, que por estar na costa oeste dos Estados Unidos, tem temperaturas naturalmente mais altas que na costa leste, ao longo de todo o ano.

O problema é que, mesmo que você pergunte ao Siri a previsão do tempo “na minha região”, ele vai continuar a exibir os resultados errados. A única forma dele exibir de forma correta a previsão do tempo de algum lugar na cidade de Nova York, Nova York, é ditando o CEP da sua localidade.

E isso não é tudo. O Siri ainda está apresentando erros nas consultas de previsão do tempo em cidades como Ruchmond e Carrolton. Aparentemente, o serviço não consegue fazer a distinção entre duas cidades com o mesmo nome, e está combinando os resultados de previsão de tempo das duas cidades. O problema já foi informado nos fóruns oficiais de suporte da Apple, e até agora, a empresa de Cupertino não se pronuncia sobre o assunto.

Via Ubergizmo, MacRumors

Uma empresa de Xangai denuncia a Apple por violar pantentes com o Siri

by

Mal acabou a batalha entre o S Voice e o Siri (e este é o atalho que a Apple quer usar para interromper as vendas do Galaxy S III nos Estados Unidos), e temos uma empresa de Xangai disposta a ter os seus 15 minutos de fama, dizendo com todas as letras que a Apple violou suas patentes.

A empresa em questão é a Zhi Zhen Internet Technology (muito prazer), e eles garantem que o assistente pessoal da Apple viola frontalmente patentes do sistema de reconhecimento de voz (em chinês, obviamente) do seu serviço Xiao i Robot para smartphones e navegadores web, patente essa com registro de 2004. Por enquanto, a Apple não se pronuncia sobre o assunto de forma oficial, mas não duvidamos por nenhum momento que os seus advogados já estão preparando um sonoro contra-ataque, ainda mais vendo que a empresa chinesa curiosamente optou por utilizar como ícone o mesmo tipo de microfone adotado pela Apple.

Via The Next Web

[WWDC 2012] As novidades do Mac OS X Mountain Lion, que chega em julho

by

Novos produtos de hardware precisam de um novo software. A Apple apresentou as novidades que estarão presentes na versão final do seu sistema operacional Mac OS X Mountain Lion, que tem previsão de chegada ao mercado para o mês de julho.

Para começar, contrariando alguns rumores, o Siri ainda não chegou ao Mac. Porém, a Apple apresentou hoje (11/06) que está a caminho disso. O Dictation para o Mac OS X Mountain Lion é um software para ditar, permitindo escrever em aplicativos e sites da web, como o Microsoft Word e o Facebook, apenas com o dom da fala. Ok, o aplicativo não vai responder as perguntas que você vai ditar, mas só em saber que o sistema vai reconhecer o que você vai falar, interpretar, e colocar isso no seu editor de texto, já é um grande progresso.

Fica implícito a possibilidade do Dictation funcionar com outros idiomas, porém, pelo menos por enquanto, esse privilégio só deve estar disponível para aqueles que dominam o idioma em inglês.

Outra novidade está na nova versão do Safari, que inclui uma “busca unificada”, que é a união da barra de endereços e das buscas (tal como acontece no Chrome). O Safari também é capaz de oferecer agora a sincronização entre dispositivos e abas do iCloud. O sistema de jogos do GameCenter também chegou ao Mac, assim como as as novas opções de lembretes, mensagens e AirPlay. Isso resulta em uma maior unificação entre os dispositivos iOS e Mac. Graças ao software Power Nap, os computadores Mac poderão atualizar dados (e-mail, notificações e até fotos) até enquanto eles estão em modo de hibernação.

Os novos computadores Mac que foram lançados hoje contarão de forma gratuita o novo Mac OS X Mountain Lion, mas se você possui um Mac antigo, poderá fazer a atualização para a nova versão do sistema operacional a partir do mês de julho, pelo preço de apenas US$ 20. É importante lembrar que a atualização com esse preço é permitida a partir da versão Snow Leopard.

Via Apple

[WWDC 2012] iOS 6 é apresentado oficialmente

by

Não chegou a ser surpresa (mesmo porque a Apple não sabe mais esconder direito os seus cartazes), mas finalmente podemos dizer que o iOS 6 é oficial. São cerca de 200 novas funções que a gigante de Cupertino incorporou no sistema operacional, e entre elas, as novidades no Siri, que recebeu novos idiomas e recursos que o tornam mais inteligente e versátil.

Outra novidade muito esperada por muitos usuários dos iDevices: o FaceTime finalmente pode realizar chamadas via conexão 3G. Essa era uma solicitação feita por muitos, que desejavam uma maior liberdade com o recurso. Pena que, com o 3G do Brasil, é melhor nem pensar muito como o FaceTime vai funcionar com o 3G daqui. A decepção pode ser muito grande.

Outro rumor dos últimos dias que foi confirmado foi a melhor integração com o Facebook. Agora é possível compartilhar fotos com seus amigos da rede de Mark Zuckerberg com facilidade, e essa integração também vai permitir o compartilhamento de links da web e mapas. Também será possível compartilhar aplicativos no Facebook a partir da App Store.

Um novo Mapas também foi apresentado, confirmando o abandono por parte da Apple do Google Maps. O novo sistema de cartografia do iOS 6 chega renderizado em 3D, permitindo obter visualizações das cidades a partir de um ângulo de 45 graus, e podendo inclusive girar a câmera para obter novos ângulos. O sistema oferece integração completa ao Siri, e os comandos de voz serão um complemento perfeito para tornar esse sistema de mapas o GPS ideal para suas viagens (mas vamos sentir falta do Street View…). A princípio, o sistema de mapas da Apple parece ser bem interessante, e é sim capaz de fazer frente à plataforma que o Google tem estabelecida em milhões de telefones ao redor do mundo.

Uma novidade realmente interessante foi a introdução do recurso Do Not Disturb (não perturbe), onde será possível silenciar o smartphone em momentos pré programados, interrompendo temporariamente todos os tipos de notificações. Mas a melhor parte é que você pode configurar uma lista de “contatos privilegiados” (ou “lista branca”), onde você pode inserir os contatos que você deseja receber chamadas e alertas, mesmo que o Do Not Disturb esteja ativo.

O iOS 6 também conta como novidade com o Passbook, um centro de armazenamento de suas informações mais valiosas, onde será possível arquivar suas senhas, catálogo de endereços e o restante das informações importantes que estão presentes no sistema operacional. Este aplicativo integrado na plataforma conta ainda com um leitor do tipo QR Code, para facilitar o trabalho de armazenamento.

O iOS 6 estará disponível durante o outono do Hemisfério Norte (a partir de setembro), para o iPhone 3GS, iPhone 4, iPhone 4S, iPad 2, iPad 3 (ou Novo iPad) e iPod Touch de quarta geração. O SDK para os desenvolvedores já está disponível para download a partir de hoje (11/06).

Via Apple