Arquivo para a tag: QWERTY

BlackBerry Passport, um phablet que confirma o quão perdida está a BlackBerry

by

blackberry-phablet-02

Quando parecia que a BlackBerry havia abandonado os experimentos e estava focada no mercado empresarial para se recuperar, eles apresentam o BlackBerry Passport, um phablet com uma aparência estranha para os tempos atuais. Afinal, alguém aí quer um smartphone gigante e quase quadrangular em seu bolso?

A BlackBerry certamente deve ter estudado previamente o mercado, e tais estudos devem ter concluído que o formato quadrado do Passport é “exatamente aquilo que o público empresarial deseja”. Talvez eu esteja enganado, mas ao que tudo indica, essa é apenas mais uma saída pela tangente de uma companhia cuja saúde financeira não é das melhores para aventuras desse tipo. Vale lembrar que, no passado, a LG lançou smartphones com design quadricular, como o LG Optimus Vu. E não obteve sucesso com isso.

O BlackBerry Passport conta com uma tela de 4.5 polegadas (1.440 x 1.440 pixels), com um teclado QWERTY físico. Seu tamanho é semelhante ao do Galaxy Note, porém mais largo. Não foram reveladas todas as características do modelo, que foi revelado durante a última apresentação dos resultados financeiros da empresa canadense.

E por falar em financeiro… depois de vários trimestres de prejuízos (US$ 423 milhões e US$ 84 milhões nos dois trimestres anteriores), a BlackBerry finalmente pode anunciar um pequeno lucro de US$ 23 milhões. Por outro lado, os ingressos registraram queda de 69% (US$ 966 milhões). Ou seja, a BlackBerry segue tendo problemas, principalmente em reaquecer as vendas dos seus produtos.

Via Mobile Syrup

Imagem do suposto BlackBerry Kori, com BlackBerry 10 e teclado QWERTY físico, vaza na web

by

blackberry-c-series

Apesar de todo o momento turbulento da BlackBerry, mas um suposto futuro dispositivo da empresa de Waterloo aparece na web em fotos. O modelo de codinome Kopi é similar aos modelos mais clássicos da BlackBerry (incluindo o Q5, apresentado no começo de 2013), com teclado QWERTY físico combinado ao sistema operacional BlackBerry 10.

O suposto modelo não possui suporte para as redes 4G/LTE, mas apresenta um processador mais rápido do que o presente no Q5, além de contar com uma bateria removível. Não há maiores detalhes sobre as especificações técnicas do dispositivo e o preço sugerido, mas muitos entendem que lançamentos de produtos com essas características podem trazer ainda mais danos financeiros à BlackBerry do que benefícios.

Vale lembrar que a BlackBerry encontra nesse momento muitas dificuldades em promover os dispositivos com o sistema operacional BlackBerry 10, e esse foi um dos motivos para a empresa anunciar no último final de semana a sua reestruturação completa, anunciando uma demissão em massa de 4.500 funcionários e o abandono do mercado de consumo geral de smartphones, se voltando para os profissionais e o mercado corporativo.

Não há informações sobre a disponibilidade do dispositivo.

Via BGR.com

[Rumor] Fotos de um suposto Motorola Droid 5 com teclado QWERTY físico vazam na web

by

droid-5

Será? Estaria a Motorola pensando em fazer um revival, e relançar aquele que foi o primeiro conceito de Android top de linha da empresa? Bom, com dois pés atrás, comentaremos nesse post que vazou na rede social chinesa Weibo imagens de um suposto smartphone Motorola Droid 5, com um teclado QWERTY físico completo.

A fonte do rumor (anônima, pra variar) afirma que o Motorola Droid 5 (se é que ele realmente existe) vai contar com uma tela entre 4.3 e 4.5 polegadas, e será um dispositivo exclusivo da operadora Verizon nos Estados Unidos, tal como aconteceu com os últimos modelos da linha Droid. De fato, se olhamos com atenção para as fotos, é possível ver o logo da Verizon na parte inferior da tela.

As fotos também mostram a interface do aplicativo de câmera, mas não podemos ver qual é o tipo de tecnologia que essa câmera possui. Provavelmente algo semelhante ao que podemos encontrar nos recentes modelos da linha Droid (Droid Maxx, Droid Mini e Droid Ultra).

droid5

Por fim, também é rumorado que o suposto Motorola Droid 5 contará com a conectividade NFC, sistema de recarga de bateria sem fio, e resistência à água e poeira. Não há informações sobre os demais intes de hardware, ou quando que o modelo chegará ao mercado.

Considerando que a maioria dos fabricantes estão adotando lançar dispositivos com grandes telas e sem botões físicos (muito menos teclados), será que essa ideia da Motorola em lançar um modelo “made in 2008” é uma boa ideia? Só o tempo vai dizer.

Via Engadget

LG Enact é a prova que os smartphones com teclado QWERTY slide AINDA não morreram

by

lg-enact

Nem tudo nesse mundo se resume ao LG G2. Tudo bem, todos os olhos estavam voltados para ele nos últimos dias, mas até mesmo aqueles vazamentos de produtos destinados aos mercados específicos merecem vez e voz. É o caso do LG Enact, que se destaca por manter viva a tradição de smartphones com teclado QWERTY slide físico.

Os modelos com teclado QWERTY slide já fizeram muito sucesso entre os lançamentos Android na primeira leva de produtos com o sistema. Depois, foram substituídos por modelos com telas full touch, e agora, pelos tabletphones. Encontrar smarts Android QWERTY (slide ou não) se tornou uma raridade, e sei que tem gente que prefere esse tipo de smartphones. Logo, é bom saber que a LG está oferecendo uma opção desse tipo. Mesmo que seja apenas nos Estados Unidos.

Porém, o LG Enact não é aquele que parece ser um “smartphone top de linha”. O modelo presenta um teclado com cinco linhas de teclas, além de quatro botões capacitivos, para facilitar a navegação no sistema Android. Além disso, sua tela parece ser menor do que o que temos hoje nos smartphones tradicionais, o que explica a decisão da LG em manter os botões de comando fora da tela.

Pela imagem enviada pelo @evleaks, podemos detectar que o LG Enact possui uma tela de 4 polegadas (WVGA) e câmera traseira de 5 megapixels, o que confirma a aspiração de modelo de entrada para o produto. Não foram revelados detalhes sobre o seu processador, armazenamento ou RAM. Porém, esses detalhes devem ser revelados em breve, pela operadora Verizon.

Via Engadget, @evleaks

Nokia Asha 210, com teclado QWERTY e botão dedicado ao WhatsApp, é anunciado

by

nokia-asha-210-01

Um novo smartphone da linha Asha chega ao catálogo da Nokia. Falamos do Nokia Asha 210, modelo que foi previamente promovido pelo próprio blog da Nokia, com um teaser que indicava que teríamos mais um modelo com teclado QWERTY a caminho. E com um diferencial: ele pode ser chamado de “WhatsApp Phone”, por causa do seu botão dedicado ao aplicativo de mensagens rápidas

O Nokia Asha 210 é uma aposta quase sempre segura na comodidade e precisão oferecida em um teclado físico, além do suporte para dois chips SIM (também está disponível na versão single SIM), algo que é muito procurado pelos usuários hoje. Também tem um grande apelo para os fãs das redes sociais e outras plataformas de comunicação. Isso fica tão explícito no caso desse modelo, que a Nokia decidiu facilitar as coisas, deixando um botão dedicado para o WhatsApp, algo que certamente vai chamar a atenção do público mais jovem. Sem falar na disponibilidade de vivas opções de cores (amarelo, rosa, azul, preto e branco).

Nokia-Asha-210-Dual-SIM-social

Sobre suas especificações técnicas. O Nokia Asha 210 possui uma tela de 2.4 polegadas, conectividades Wi-Fi, Bluetooth 2.1 e EDGE (infelizmente, não tem 3G nesse modelo), uma câmera traseira de 2 megapixels (com botão dedicado no teclado), 64 MB de memória interna (expansíveis via slot para cartões microSD) e uma bateria com autonomia prometida de até 12 horas de conversação, ou 46 dias em standby (na versão single SIM; na versão dual SIM, essa autonomia em standby cai para 24 dias). Seu peso é de 99.5 gramas, com uma espessura de 11.8 mm.

Mesmo não sendo chamado oficialmente de “WhatsApp Phone”, o Nokia Asha 210 tem o mesmo tipo de proposta: o público jovem, adepto das redes sociais. A Nokia investe mais uma vez no segmento onde mais está lucrando, que são os telefones simples, com recursos básicos de conectividade e baixo custo.

Nokia-Asha-210-Dual-SIM-Easy-Swap-jpg

O Nokia Asha 210 tem previsão de lançamento ainda para esse trimestre (até junho de 2013), com um preço sugerido de US$ 72.

Nokia-Asha-210-Dual-SIM-self-portrait asha-210-1-jpg Nokia-Asha-210-Dual-SIM-Slam

Via Nokia (Nokia Asha 210)
Via Nokia (Os segredos do Nokia Asha 210)
Via Nokia (Nota de imprensa)

Nokia deve lançar um novo smartphone com teclado QWERTY em 24 de abril

by

 

nokia-asha

 

Pelo menos é o que a imagem acima insinua. A imagem acima está ilustrando um lançamento da Nokia de um novo dispositivo da linha Asha. O evento acontece no dia 24 de abril e, como você mesmo pode observar, dessa vez, o centro das atenções conta com um teclado físico QWERTY, algo que é sempre bem vindo para aquele grupo de usuários que preferem a precisão desse tipo de teclado para se comunicar na internet.

O convite não revela maiores informações sobre o dispositivo, mas dá algumas pistas do que pode estar por vir. Além do teclado QWERTY físico, podemos observar os cantos arredondados, combinados com uma carcaça de cores vivas, detalhes esses que são praticamente assinaturas de design da Nokia. Uma coisa que precisa ser registrada (mesmo que com chances menores de acontecer) é que, até agora, não temos nenhum smartphone da linha Lumia com teclado físico, algo que finalmente pode acontecer.

A aposta mais segura é que a Nokia adicione ao mercado mais um modelo da linha Asha, que ainda vende mais que os smartphones da linha Lumia. Afinal de contas, são mais baratos, uma vez que contam com o sistema S40, e essa combinação faz com que esses dispositivos sejam muito populares nos mercados da América Latina ou na Índia.

Outra pista indicada pelo blog oficial da Nokia (Nokia Conversations) é que o misterioso dispositivo foi desenvolvido pela equipe Mobile Phones, e um “convidado especial”, no lugar da equipe de desenvolvimento do Lumia. Bom, o smartphone será revelado na próxima quarta-feira. Logo, não é muito tempo para esperar que essas perguntas sejam respondidas.

Quando o produto for anunciado, publicaremos seu lançamento aqui no blog, com nossas impressões.

Via Nokia

BlackBerry Q10, com teclado QWERTY, é anunciado oficialmente

by

7mhcqUOhKm_K0EskrLG9zZLO5sam7OLAYSxtsbKfhYI

O nome RIM pode ter saído, mas a essência da marca continua na nova BlackBerry. Se o BlackBerry Z10 é o smartphone para os usuários sociais, casuais e descolados, o BlackBerry Q10 é o modelo ideal para quem quer manter um aparelho com características corporativas, combinando um teclado QWERTY com uma tela sensível ao toque.

A própria BlackBerry admite que está no seu embrião oferecer soluções para as empresas, e não se limitou ao quesito “segurança de dados” ao afirmar isso. Sendo um dos primeiros smartphones a efetivamente contar com uma solução de teclado QWERTY em smartphones, a linha BlackBerry popularizou esse formato em níveis globais, sendo praticamente um tipo de smartphone único no mercado. Com o passar dos anos, outros fabricantes foram adotando soluções similares, e hoje, os teclados virtuais acabam sendo bem mais eficientes que as propostas físicas. Mesmo assim, os teclados QWERTY da BlackBerry seguem sendo a marca registrada da empresa de Waterloo.

ORvE9SGGWn_sfwO9ANvK9m_JNSALBcyPON9hZjFVY-0

No caso do BlackBerry Q10, estamos diante de um smartphone que combina a praticidade do QWERTY físico com os benefícios do BlackBerry 10, que foram adaptados para uma tela menor, e na proposta de utilizar o teclado físico no lugar do virtual. Como resultado, o smartphone promete ao usuário a mesma praticidade na digitação que os modelos clássicos ofereciam, item esse que é considerado essencial para muitos executivos e empresários já acostumados com os smartphones da marca, ou para os fãs das redes sociais, que não querem contar com o inconveniente da previsibilidade dos teclados virtuais (que em muitos casos, acabam trocando palavras de frases, o que pode resultar em problemas sérios para quem está enviando a mensagem).

Pouco foi revelado sobre as especificações do BlackBerry Q10. Os principais itens são: tela de 3.1 polegadas Super AMOLED (720 x 720) com resolução de 328 ppp, o teclado físico QWERTY completo e o sistema operacional BlackBerry 10. Sua câmera traseira conta com um flash LED, e sua carcaça traseira dá a impressão de um bom acabamento, além da robustez e segurança que um produto desse porte precisa.

BkXKR9I8_egx9PKGou_M2bRFVozxlpKTvaD4OY7JY2s

Seu preço não foi anunciado, assim como sua data de lançamento. Tudo o que a BlackBerry disse era que o Q10 estará disponível no mercado “ainda no primeiro semestre de 2013”.

 

Via SlashGear

[Dicas de Compras] Motorola Motogo Slim é lançado no Brasil, com suporte para três chips SIM

by

A Motorola segue apostando no mercado de celulares de entrada, e anuncia o lançamento do Motorola Motogo! Slim no Brasil. O modelo se destaca pela combinação de oferecer um teclado QWERTY físico e acesso para três slots para cartões SIM, para que o usuário possa aproveitar dos benefícios das diferentes operadoras de telefonia móvel do país.

Com isso, temos mais uma proposta econômica para o usuário, que pode utilizar a operadora que oferece a melhor vantagem em diferentes situações de realização de chamadas. Por outro lado, o modelo é mais restrito em outros recursos, como por exemplo, no acesso à internet, que no Motogo Slim é feito através das conexões EDGE ou Wi-Fi. A escolha aqui se alinha à proposta econômica que o smartphone oferece.

O Motogo! Slim oferece ainda rádio FM, MP3 player, câmera traseira de 2 megapixels e armazenamento em slot para cartões microSD de até 32 GB (um cartão de 4 GB está incluso no pacote de venda). O telefone conta também com recursos de sincronização com os serviços do Google (e-mail, contatos e calendário), apesar de não ser um telefone com sistema Android. Essa é uma interessante vantagem que o dispositivo possui, pois para aqueles que querem utilizá-lo como segundo telefone, pode se manter minimamente conectado com as informações mais importantes, apesar da restrição de recursos. Além disso, o modelo permite a organização de telas com widgets e atalhos para aplicativos, além de contar com uma barra de buscas no Google.

Preço: R$ 379,00

Celular Samsung Array é anunciado oficialmente. Com teclado QWERTY físico completo

by

Enquanto que a maioria do mundo civilizado aceita o fato que uma tela full touchscreen dispensa o uso de um teclado alfanumérico físico, ainda existe um grupo de usuários que querem sentir as teclas em seus dedos, e acreditam que um teclado físico é mais eficiente que as teclas virtuais para textos mais longos, e-mails ou muitas mensagens de SMS ou redes sociais. Por causa disso, fabricantes como a Samsung seguem apostando em telefones mais simples, mas que oferecem esse “legado” dos teclados QWERTY físicos aos usuários. Desse modo, temos o Samsung Array.

O modelo foi anunciado para a operadora norte-americana Sprint, vai operar com as redes 3G locais, possui o recurso Sprint Mobile Email para acesso ao e-mail pessoal do usuário. Logo, já temos aqui uma finalidade bem clara para o teclado físico, que vai de encontro aos usuários que precisam escrever e-mails no telefone várias vezes ao dia.

Além disso, o Samsung Array oferece em sua tabela de especificações uma câmera traseira de 2 megapixels com capacidade de gravação de vídeos, 128 MB de RAM, slot para cartões microSD, conector para fones de ouvido de 3.5 mm e conectividade Bluetooth. Tudo isso, gerenciado por um simples celular, com um processador de apenas 480 MHz.

Sem informações de preço sugerido.

Via Ubergizmo

Samsung Galaxy S Relay 4G, com teclado QWERTY, é lançado nos Estados Unidos pela T-Mobile

by

A T-Mobile dos EUA apresentou ao mercado local um novo smartphone Android da Samsung, o Galaxy S Relay 4G, que possui um teclado QWERTY slide físico, e especificações bem interessantes para um modelo com suas características. Bom, pelo menos interessante para quem quer combinar uma tela de grandes dimensões e um teclado físico, para uma maior produtividade.

O novo smartphone possui uma tela de 4 polegadas Super AMOLED, sistema operacional Android 4.0 Ice Cream Sandwich de 1.5 GHz Qualcomm Snapdragon S3, suporte para redes HSPA+, certificado SAFE da Samsung, com encriptação AES de 256-bit, propriedades VPN, recursos de chamadas de voz via WiFi e recursos de hotsopt, com possibilidade de tethering de conexão de internet. O smartphone ainda conta com uma câmera traseira de 5 megapixels, com gravação em HD, além do aplicativo Mobile TV, para streaming de programas de parceiros da Samsung e T-Mobile no projeto. Não é o smartphone mais fino ou mais poderoso que a Samsung apresentou até agora no mercado, mas o fato de ter teclado físico pode ser um belo diferencial para quem quer uma maior produtividade na hora de redigir e-mails e mensagens nas redes sociais.

O Samsung Galaxy S Relay 4G chega ao mercado norte-americano “nas próximas semanas”, e o seu preço ainda não foi revelado.

Via SlashGear

Imagens de um smartphone Nokia Lauta, um N9 com teclado slide que nunca chegou a ver o mundo

by

O MeeGo é um sistema morto. Está restrito ao Nokia N9, que é hoje um smartphone morto. Porém, antes das coisas chegarem nesse ponto, a Nokia até planejou lançar um irmão gêmeo do smartphone.

O pessoal do MyNokiaBlog resgatou do baú das recordações do mundo dos smartphones esse modelo, que era chamado nos corredores de Espoo de Lauta, ou RM-742. Tal unidade se caracterizava por contar com um teclado QWERTY slide, e segundo podemos verificar nas imagens, uma construção muito similar a aquela que vemos hoje no Lumia 800. A Nokia estava tão convencida de suas possibilidades, que eles até chegaram a colocar em circulação protótipos completamente operacionais, que segundo os primeiros cálculos, deveriam chegar ao mercado no outono (do Hemisfério Norte) de 2011.

Os motivos concretos pelos quais a Nokia decidiu cancelar o lançamento desse smartphone são um mistério (e acredito que jamais saberemos da verdade), mas o mais lógico é pensar que eles simplesmente trataram de simplificar ao máximo o catálogo do MeeGo, para se dedicar de forma mais intensa aos modelos com outros sistemas operacionais. De qualquer forma, pelo menos na primeira vista, seria uma opção a mais para quem gosta dos smartphones com teclados QWERTY físicos.

Via MyNokiaBlog

Conheça o smartphone Kyocera Rise, lançado lá fora para a operadora Virgin Mobile

by

Nessa semana, a Virgin Mobile dos EUA inseriu ao seu portfólio de produtos o Kyocera Rise, um smartphone Android com configurações de entrada, teclado QWERTY físico e preço de US$ 99.

Na sua tabela de especificações, temos um smartphone com sistema operacional Android 4.0 Ice Cream Sandwich, tela de 3.5 polegadas (HVGA) LCD touchscreen, processador Qualcomm Snapdragon de 1 GHz, câmera traseira de 3.2 megapixels com flash LED, slot para cartões microSD (de até 32 GB), teclado Swype, Eco Mode para economia de bateria e Bluetooth estéreo.

Tá, eu sei, ele não tem nada de especial. Mas, veja bem, um smartphone com teclado QWERTY físico por menos de US$ 100 pode ser o dispositivo perfeito para o seu filho adolescente. No Brasil, não chegamos nem perto de ter um bom Android com essa opção de preço (ou na faixa dos R$ 200 ao menos).

Via Android Central

Smartphone Motorola DEFY Pro está agora disponível na Vivo, com o serviço Vivo Direto

by

A Motorola Mobility do Brasil anuncia de forma oficial a chegada do smartphone Motorola DEFY Pro na operadora Vivo, com o aparelho compatível com o serviço Vivo Direto, que permite a comunicação entre dois usuários com um simples toque de botão dedicado no smartphone. O recurso também permite que o usuário participe de chamadas em grupo sem cobranças adicionais.

O DEFY Pro se destaca por contar com a combinação do teclado QWERTY físico com a tela touchscreen no sistema operacional Android, além da marca registrada da família Defy, que é a resistência à riscos, poeira e água. O modelo possui tela de 2.7 polegadas, recurso MotoPrint, que permite a impressão de documentos diretamente do aparelho, funções para e-mails pessoal e corporativo, VPN e QuickOffice pré-instalados, para visualização e edição de documentos do pacote Microsoft Office.

Sua nova interface de usuário é mais um destaque do DEFY Pro. O smartphone é capaz de organizar automaticamente os contatos mais frequentes entre chamadas e redes sociais, além dos aplicativos mais utilizados em hubs práticos. O aplicativo dedicado para caminhadas é outro importante elemento do novo smartphone, pois oferece itens para verificação de previsão do tempo, localização, pedômetro, medidor de calorias, entre outros recursos.

Completa a tabela de especificações do smartphone: GPS integrado, câmera traseira de 5 megapixels com foco automático e flash, câmera frontal VGA, conectividade microUSB, Wi-Fi, DLNA, Bluetooth e Wi-Fi Hotspot, além de slot para cartões micro SD de até 32 GB (2 GB inclusos no kit de venda).

O Motorola DEFY PRO já está disponível nas lojas da Vivo, por R$419,00 no plano Vivo Smartphone Ilimitado 60 + Torpedos + Roaming e por R$749,00 no plano pré-pag

DICA: veja o review completo do Motorola DEFY Pro feito pelo TargetHD:

review em texto
review em vídeo

Via Assessoria de Imprensa

Multilaser lança no Brasil o Stylus, o seu celular com 4 slots para chips SIM

by

Seguindo a tradição de oferecer produtos pensando nos usuários que focam na economia, a Multilaser lança no Brasil o Stylus, o seu celular com slots para até 4 chips SIM simultâneos. O produto oferece um design para os fãs das mensagens de texto, tela de LCD de 2.4 polegadas, conectividades WiFi, EDGE e Wap, câmera traseira de 3 megapixels, compatibilidade com aplicativos JAVA e teclado QWERTY físico.

Disponível em duas opções de cores (preto e prata), o Multilaser Stylus possui slot para cartões microSD de até 8 GB, player MP3, MP4 player, rádio FM, alarme, despertador e calculadora, além de outros recursos. Seu preço sugerido é de R$ 329,00.

Via Assessoria de Imprensa

Review | Smartphone Motorola Defy Pro

by

Os Androids de entrada estão evoluindo. Os aparelhos ditos “econômicos” começam a contar com um material mais robusto, e uma tabela de especificações mais completa. Um exemplo disso é o Motorola Defy Pro, o mais recente lançamento nesse segmento da empresa, que conta com configurações boas o suficiente para ter uma performance bem aceitável para sua proposta. E, de quebra, é resistente aos imprevistos cotidianos. A seguir, mostramos os principais detalhes do produto.

O Motorola Defy Pro chegou ao mercado brasileiro no meio do mês de julho de 2012, ou seja, quando esse review for ao ar, ele vai ter apenas uma semana nas lojas. E como esse é um dos primeiros reviews a serem publicados sobre o aparelho, essa é uma excelente oportunidade para você ter um parecer do smartphone cujo comportamento será praticamente o mesmo do modelo que você vai encontrar nas lojas. Uma curiosidade: apesar da TIM ser a primeira operadora a oferecer o modelo no mercado, a unidade que chegou para testes vem com o selo da Vivo, mas devidamente desbloqueado, como manda a lei.

O modelo combina características e detalhes físicos de outros aparelhos que seguem a mesma tendência desse tipo de produto: linhas sérias, detalhes bem trabalhados, teclado com muitos detalhes, e acabamento robusto. Mas alguns diferenciais ficam claros no Defy Pro. Por exemplo, esse modelo oferece os seus botões de comando do Android (Menu, Home, Voltar e Busca) junto com os botões direcionais (na verdade, nas laterais do botão central, que possui os botões direcionais ao redor), o que faz com que sua tela seja um pouco maior que a dos seus concorrentes. Além disso, a interface adotada pela Motorola para otimizar o Android com os recursos desse modelo faz com que o usuário tenha um pequeno ganho na visualização de elementos de tela, como páginas de internet e aplicativos de redes sociais. Mas falo disso daqui a pouco.

O Motorola Defy Pro tem uma ótima pegada. Apesar de ser mais espesso que o padrão dos modelos atuais, ele é bem confortável na hora de digitar e durante a conversação. Para quem vai utilizar o smartphone por muito tempo digitando e-mails e mensagens nas redes sociais, o aparelho não vai causar muita fadiga. Não pelo seu design.

Na parte superior, temos o alto-falantes do aparelho, o notificador de recebimento de mensagens (que funciona muito bem), o sensor de luminosidade, e a câmera frontal, para videochamadas. Os alto-falantes são bons, com um bom nível de volume (pelo menos é audível quando você está no meio da rua). O sistema de notificação pode ser ajustado para que, de tempos em tempos, o Defy Pro acesse a rede de internet (WiFi ou 3G) para atualizar e-mails, redes sociais e derivados, além de alertar sobre o recebimento de mensagens SMS. O sensor de luminosidade funciona de forma razoável (em outros modelos ele tem uma maior influência, mas isso não chega a ser um ponto negativo) e a câmera frontal é bem básica, e serve mesmo apenas para que alguém veja você do outro lado. Fotos e vídeos no modo auto retrato não são recomendados com essa câmera frontal.

O teclado é outro ponto que precisa ser observado com um cuidado em especial. Ele lembra muito um teclado dos tradicionais BlackBerrys, com a típica inclinação anatômica nas teclas, permitindo um melhor encaixe dos polegares. O teclado é bem completo, com as suas funções e teclas especiais com fácil acesso. Porém, durante os testes, eu percebi que o teclado possui uma resistência um pouco maior do que outros modelos na sua mesma categoria.

De fato, esse teclado é um pouco menos confortável para um smartphone que tem como objetivo principal oferecer uma digitação mais ágil para redes sociais e e-mails. Por outro lado, todo produto tem uma coisa chamada “linha de aprendizado”, e com o Defy Pro não é diferente.

No começo, a tendência é que você fique pressionando as teclas com mais força, para ter a certeza que a tecla vai responder da forma como você deseja. Mas com pouco tempo, você percebe que, com um digitar mais natural, você pode produzir os seus textos de forma prática e rápida sem muito esforço. Aqui, eu recomendo que, caso você tenha a chance de testar pessoalmente o smartphone, que faça-o, e faça a escolha do aparelho com maior certeza. Se você vai comprar o produto pela internet, recomendo que você tenha paciência, e passe pela curva de aprendizado com o teclado, que é relativamente curta. Aqui, com dois dias de uso intenso, eu consegui me adaptar ao teclado, e o ato de digitar foi bem mais confortável.

Como eu disse antes, o Motorola Defy Pro é um aparelho espesso, perto dos smartphones mais badalados do momento. Mas isso não significa que ele não é um telefone com pegada confortável. Vai fazer um pouco mais de volume no bolso da calça ou do paletó, mas acho que para quem busca esse tipo de smartphone (Android com teclado QWERTY físico), a relação custo/benefício é uma das melhores. Falo disso mais para frente nesse review.

Na lateral superior direita, temos os botões de controle de volume de chamadas e do alto-falantes do aparelho. Vale também destacar o acabamento lateral emborrachado, com um material resistente, que passa uma maior sensação de segurança no uso cotidiano. Bom, pelo menos não ficam marcas de dedo, e as chances de quedas são menores.

Na lateral inferior esquerda, temos o conetor para o cabo USB, que atua como porta de comunicação de dados e recarga da bateria.

Na parte superior do smartphone encontramos o conector para fones de ouvido, e o botão de liga/desliga e bloqueio do aparelho. Tudo com fácil acesso, sem complicar muito.

Visão geral da parte traseira do smartphone. Detalhe para a sua tampa com acabamento metalizado, que reforça ainda mais a sensação de segurança do produto. E com uma tampa traseira que eu considero uma das mais bem sacadas entre os dispositivos móveis.

Sua câmera de 5 megapixels com flash LED é considerada razoável. É o suficiente para você enviar as fotos clicadas para as redes sociais como Twitter e Facebook, enviar para os seus contatos no Instagram, ou para mensagens multimídia. Mas nada além disso. Por outro lado, o foco do Defy Pro é a produtividade e o fator economia. Logo, é compreensível que sua câmera seja o elo mais fraco do produto.

Pode ser um diferencial pouco relevante, mas gostei desse fecho para a tampa do smartphone. É uma solução simples, prática, e que evita que as linguetas de plástico se quebrem em um mal encaixe. Aqui, ponto da Motorola, pois está bem alinhado à proposta mais séria do Defy Pro.

Simples, prático e funcional. Encaixou, deslizou o fecho, e pronto.

Outro excelente destaque do Motorola Defy Pro está na sua bateria. Essa é uma bateria de 1.650 mAh, que combinados com uma interface bem ajustada do Android, um processador de 1 GHz e 512 MB de RAM, oferece uma ótima autonomia de bateria. Em testes, ele ficou pelo menos um dia completo trabalhando de forma intensa, e dependendo dos recursos que você vai deixar habilitados ou não (GPS, WiFi, 3G, etc), sua autonomia pode ir um pouco além disso. Em standby, ele passou cinco dias ligado, e o seu nível de bateria só atingiu os 60% no quinto dia. Ou seja, para um produto com a sua proposta, é uma excelente notícia, e algo que certamente pode inclinar os compradores em potencial para escolher esse aparelho.

Visão geral do slot para o chip SIM e para o cartão de memória. Só o slot para chips SIM fica embaixo da bateria, felizmente.

Bom, hora de ligar o smartphone.

O Android presente no Motorola Defy Pro é o 2.3.7 (Gingerbread), e a Motorola fez uma boa adaptação da interface do sistema operacional para esse modelo, com modificações importantes na interface. Algumas delas são detectadas na tela principal. Os ícones de chamadas, câmera, mensagens e “todos os aplicativos” estão em uma espécie de um “dock virtual”, que aparece de forma prioritária na tela principal do Android. Nas demais telas, ela fica oculta, e pode ser ativada quando você assim precisar. Além de outras customizações que vamos ver a seguir.

Outra novidade dessa interface são esses pequenos “hubs sociais”. O Defy Pro pode exibir automaticamente os contatos mais utilizados pelo usuário, tanto no histórico de chamadas quanto no número de interações nas redes sociais. Essa é uma grande sacada, principalmente para os usuários iniciantes. Oferece uma praticidade maior para os usuários, deixando o acesso mais rápido aos mais solicitados, além do fato que é sempre bom evitar perder tempo buscando na agenda do smartphone.

Esses mesmos hubs também estão disponíveis para os aplicativos mais utilizados pelo usuário. Também é possível adicionar manualmente tais aplicativos, para facilitar o seu acesso. Novamente, é muito bem vinda essa proposta de interface, pois facilita muito a vida do usuário, pela praticidade e comodidade.

Outra boa novidade do Defy Pro são os hubs de conectividade. Como o smartphone tem uma tela reduzida, para não ocupar muito espaço com tais ícones na aba de notificações, eles tiveram a ideia de disponibilizar os hubs de acesso ao WiFi, rede de dados 3G, modo avião, GPS, entre outros. Normalmente os usuários Android precisam “correr atrás” de widgets que atue principalmente como botão de “liga/desliga” do 3G, e o acesso em ícones direto de uma das telas do smartphone é mais prática do que buscar na aba de notificações. E aqui, de novo, quem agradece são os usuários novatos, que podem se perder entre abas e widgets escondidos.

Sua tela tem bom nível de brilho, e permite uma boa visualização em ambientes com luz artificial. Debaixo da luz solar, fica mais complicado ver as informações exibidas. Mas como sua bateria é um pouco melhor que a média, você pode calibrar o brilho para poder ver melhor o conteúdo da tela ao ar livre.

Outro detalhe importante dessa versão do Android do Defy Pro é que ele deixa todos os ícones do sistema devidamente organizados em ordem alfabética. Não importa qual o tipo de aplicativo que você vai instalar: a ordem dos ícones vai ser sempre organizada automaticamente, facilitando assim a localização do aplicativo desejado.

Como todo smartphone com esse tamanho de tela, a visualização das informações na tela ficam em tamanho reduzido, e esse pode ser um incômodo para quem já está com a vista comprometida. Por outro lado, o seu toque de tela é razoavelmente sensível, e você não precisa fazer muito esforço na hora de acessar ícones de aplicativos, ou navegar pelas telas da interface.

A performance geral do Motorola Defy Pro é boa, se levarmos em consideração a sua configuração. Como disse antes, a Motorola fez um bom trabalho ao customizar a sua interface para esse tipo de modelo (tela menor, teclado físico, etc), e não simplesmente colocar o Android do jeito que ele é em um telefone com tela menor.

Essas modificações fizeram com que o aparelho tivesse uma performance mais ajustada, e durante os testes, não foram percebidos os típicos travamentos e falhas que encontrei em outros modelos. Em termos de performance, o Defy Pro foi o smartphone com tais características com melhor performance, me impressionando positivamente.

Por fim, o Motorola Defy Pro está APROVADO. Pesando os seus prós e contras, o modelo tem um saldo positivo na sua autonomia de bateria e na performance geral do smartphone. Seu preço é um pouco mais elevado que os seus concorrentes (na TIM ele custa hoje R$ 819, mas este valor pode variar de acordo com a operadora escolhida), mas o fato de oferecer um processador de 1 GHz, Android ajustado para a sua proposta, e a durabilidade da linha Defy compensam o investimento a mais. É um smartphone de entrada, para quem vive no Twitter e Facebook, mas também é indicado para quem não quer errar na hora de digitar e-mails para o chefe.

Para mais informações sobre o Motorola Defy Pro, clique aqui.

Smartphone Motorola DEFY Pro chega às lojas, com preço de R$ 819

by

O último lançamento da Motorola em smartphones Android de entrada, o Motorola DEFY Pro chega ao mercado a partir de hoje (16), através da operadora TIM. O modelo se caracteriza por ser resistente à água, poeira e riscos, além de contar com a combinação de teclado QWERTY e tela touch de 2.7 polegadas, além de acabamento cromado.

O modelo possui suporte ao correio eletrônico e VPN, para comunicação privada de empresas, além da exclusiva ferramenta MotoPrint da Motorola, que permite a impressão de documentos do QuickOffice diretamente do smartphone. Sua interface de usuário permite uma organização de aplicativos mais prática, além de recursos como previsão do tempo, localização de usuário, passos dados e calorias perdidas.

Seu preço na operadora TIM é de R$ 819,00, e estará disponível nas lojas da TIM a partir do dia 23/07. Esse valor é para o aparelho no plano pré-pago, desbloqueado.

Em breve, faremos o review desse smartphone no TargetHD! Fiquem ligados.

Via Assessoria de Imprensa

Smartphone Motorola DEFY PRO é lançado oficialmente no Brasil

by

A Motorola Mobility anuncia a chegada no Brasil do Motorola DEFY PRO, que combina um teclado QWERTY físico, tela touchscreen com Corning Gorilla Glass e a resistência à água, poeira e riscos.

O modelo possui acabamento cromado, com tela de 2.7 polegadas e teclado ergonomicamente ajustado para digitação de e-mails, mensagens de texto e atualizações nas redes sociais. Outro destaque do DEFY PRO é a presença do MotoPrint, recurso que permite a impressão de documentos diretamente do aparelho, além do recurso de organização de e-mails pessoais e/ou corporativos e o QuickOffice pré instalado, para visualização e edição de documentos.

O Motorola DEFY PRO também conta com recursos para visualização de previsão do tempo, localização do usuário e pedômetro, conjunto esse pensado para os fãs de caminhadas. Tudo isso está presente para coletar a quantidade de passos dados, calorias perdidas e o tempo do exercício realizado.

O novo smartphone da Motorola possui câmera traseira de 5 megapixels e câmera frontal VGA, para videochamadas, além de conectividade microUSB, Wi-Fi, DLNA, Bluetooth e Wi-Fi Hotspot. Possui slot para cartões microSD de até 32 GB (no kit de compra está incluso um cartão de 2 GB), e acesso a todos os serviços do Google, como é tradicional nos aparelhos com sistema operacional Android.

O Motorola DEFY PRO estará disponível no mercado brasileiro até o dia 15 de julho. Esperamos mais informações da Motorola, como preço do produto e detalhes técnicos (processador, memória, versão do Android, etc).

Via Assessoria de Imprensa

Samsung Galaxy Chat, smartphone com Ice Cream Sandwich e teclado QWERTY físico é apresentado na Europa

by

A tecnologia tem dessas coisas: umas vezes você pode esperar um tempão que um produto se torne oficial, e outras, do dia para noite, um gadget chega ao mercado, depois de um rápido vazamento. O segundo caso aconteceu com o GT-B5330, que vazou na internet no começo do dia, e agora, se torna oficialmente o novo smartphone da Samsung, o Galaxy Chat.

Em alguns aspectos, as suas linhas físicas lembram o Galaxy S III, mesmo tendo uma proposta bem diferente do turbinado smartphone “feito para humanos”. O Galaxy Chat se destaca principalmente por contar com a interface Nature UX e o teclado QWERTY físico na vertical, na sua parte inferior. O modelo é claramente social, tanto que a Samsung oferece uma tecla direta de acesso para o ChatON nesse teclado, tal como já possuem o BlackBerry Curve 9320 para o BBM, ou o HTC Chachacha, para o Facebook.

Entre seus detalhes técnicos, temos um telefone com tela de 3 polegadas (480 x 320), 4 GB de armazenamento interno com slot para cartões microSD, câmera de 2 megapixels (sem flash, infelizmente), e uma cópia do Quick Office pré instalado. Como sistema operacional, temos o Android 4.0 (Ice Cream Sandwich), e o seu lançamento na Europa está previsto ainda para este mês de julho. Sem preço anunciado, ou previsão de lançamento para outros mercados.

OPINIÃO DO EDITOR: Vamos torcer para que este modelo chegue ao Brasil em algum momento. Eu ainda conheço muita gente que, apesar de entender que o Android não foi feito para smartphones com teclado QWERTY físico, ou no estilo de modelos BlackBerry, são fãs incondicionais da precisão e agilidade que os pequenos botões oferecem. De repente, pode até ser uma boa dica de smartphone para quem precisa escrever longos textos no celular.

Via Samsung Tomorrow

Smartphone Samsung GT-B5330: Ice Cream Sandwich e teclado QWERTY por um preço (supostamente) acessível

by

Só porque um smartphone possui o Android Ice Cream Sandwich não significa que ele deva deixar de lado o tradicional teclado QWERTY, não é mesmo? Tão desprezado por alguns, os teclados físicos são perfeitos para e-mails, mensagens em redes sociais e comunicadores instantâneos para um grande número de usuários. E para esse grupo em específico, apresentamos o GT-B5330 da Samsung.

O novo smartphone é pensado na linha de entrada de produtos, e conta com um hardware modesto, combinado com um software medianamente moderno. Com isso, nos referimos a uma simples tela de 320 x 240 de tamanho desconhecido, e um processador de 850 MHz, que não sabemos se poderá ou não tirar proveito dos benefícios do Jelly Bean (particularmente, apostamos que não), mas que em compensação oferece os benefícios do teclado QWERTY físico.

Por enquanto, sem nenhum tipo de informação sobre preço, data de lançamento, ou se algum dia ele vai chegar ao Brasil. Esperamos que sim.

Via SammyHub