Arquivo para a tag: panasonic

Panasonic ToughPad FZ-A2, mais um tablet muito resistente

by

Panasonic ToughPad FZ-A2

A Panasonic ampliou a família de tablets resistentes Toughpad, com o novo Panasonic ToughPad FZ-A2.

A empresa quer controlar esse setor dos tablets utilizados em fábricas, cadeias de montagem, locais com elevadas temperaturas e outros ambientes onde um tablet voltado ao consumo geral é muito delicado. Sem falar que a tela do Panasonic ToughPad FZ-A2 pode ser usada com luvas de borracha.

Olhando para as suas especificações, o Panasonic ToughPad FZ-A2 tem um processador Intel Atom x5-Z8550 quad-core de 1.44-2.4 GHz, tela de 10.1 polegadas que pode ser utilizada molhada ou com luvas de borracha, espessura de 16,4 milímetros e peso de 880 gramas. Não é um tablet leve ou fino, já que é um produto para uso industrial e/ou profissional.

Panasonic ToughPad FZ-A2-02

O dispositivo tem uma boa variedade de conexões: uma porta USB-C 3.1, outra USB 3.0 convencional, leitor de cartões microSD, porta HDMI e conector de fones de ouvido. Opcionalmente podemos ter uma porta USB 2.0 adicional, módulo GPS compatível com o sistema GLONASS ou um módulo de conexão de dados 4G. E possível incluir até um leitor de código de barras opcional.

A bateria tem autonomia de nove horas de duração, mas uma segunda bateria interna dá uma margem de dois minutos para troca da bateria principal do dispositivo. O tablet tem uma carcaça protetora integrada que aguenta quedas de até 120 centímetros.

Panasonic ToughPad FZ-A2-03

O Panasonic ToughPad FZ-A2 conta com um sistema operacional Android 6.0 Marshmallow, e chegará ao mercaod no final do mês de julho, por um preço de 1270 euros. Não veremos esse produto nas lojas, já que é orientado para as vendas diretas para empresas.

Panasonic ToughPad FZ-A2-04 Panasonic ToughPad FZ-A2-05

Panasonic DX800, uma TV que é quase uma peça de museu

by

Panasonic DX800-01

A Panasonic apresentou durante a Panasonic Convention 2016 a sua nova TV 4K, a DX800, que impressiona por sua aparência em uma armação de alumínio, se apresentando como uma peça de design.

O modelo é pensado especialmente para ser posicionado no solo, o que pode ser mais ou menos cômodo de acordo com o tamanho escolhido (50 ou 58 polegadas). O alto-falante desse modelo é colado e forrado com tela para dar uma aparência mais elegante ao conjunto.

O modelo conta com modo HDR e processador Studio Master HCX, obtendo assim imagens mais nítidas e cores mais brilhantes e próximas da realidade. A Panasonic DX800 conta com tela Cinema Display 4K com 200Hz, prometendo assim tons em negro mais profundos, um brilho intenso e a combinação da linha de cores com atenuação local. Sobre o som, são dois tweeters, quatro squawkers, seis woofers e dois radiadores passivos que alcançam 40W de potência (combinados).

Panasonic DX800-02

O software dessa TV fica por conta do Firefox OS, que será completamente atualizado no final de 2016 com aplicativos web (Netflix e Amazon) e a possibilidade de envio de conteúdos para a TV de forma fácil e intuitiva.

A Panasonic DX800 não tem preço anunciado, nem data de lançamento confirmada.

Panasonic DX800-03

Panasonic SC-RB5, novo alto-falante portátil bonito e de boa qualidade

by

SC-RB5-1

A Panasonic realizou mais uma edição anual do Panasonic Convention, evento onde eles apresentam todas as novidades do seu catálogo. Entre eles, temos o estiloso alto-falantes portátil e sem fio SC-RB5, que reproduz o som em modo omnidirecional (360 graus) com a tecnologia Bass Resonnance, garantindo graves mais profundos.

Além disso, o produto conta com uma ventosa integrada na base, que canaliza as ondas sonoras até a superfície, maximizando a potência do som. O Panasonic SC-RB-5 conta com conectividade Bluetooth e porta USB para recarga da bateria, que tem autonomia estimada de 12 horas.

O seu controle de reprodução pode ser feito por um smartphone, e acompanhando o seu design compacto e elegante, o produto é resistente à água.

Não há informações sobre preço ou distribuição internacional. Por enquanto.

SC-RB5-2+copia photo_2016-02-29_13-12-56

Panasonic Lumix DMC-CM10, um smartphone Android… sem o telefone!

by

Panasonic Lumix DMC-CM10

A Panasonic Lumix DMC-CM10 é uma câmera com sistema operacional Android, mas sem a parte de comunicações, ou seja, sem um telefone móvel integrado. É uma espécie de adaptação do conceito da Lumix CM1.

Temos aqui uma câmera compacta com gravação de vídeos em 4K com os aplicativos do sistema operacional da Google, seguindo a aposta da Samsung. As diferenças da Lumix DMC-CM10 com a CM1 não são muito grandes no seu hardware: temos mais uma vez um sensor de 20.1 megapixels (CMOS), com um processador de imagem VESA, lente Leica DC Elmarit de 28 mm (f/2.8), controle ótico e flash LED.

Panasonic Lumix DMC-CM10-02

A gravação de vídeos em 4K segue em 15 FPS, mas em 1080p vai para 30 FPS. No modo mais alto, a sua autonomia de bateria suporte até 100 minutos de gravações de vídeos.

Ainda que a parte de comunicações do telefone tenha desaparecido, o seu hardware interno é similar. A Panasonic Lumix DMC-CM10 possui um processador Qualcomm Snapdragon 801, 2 GB de RAM, 16 GB de armazenamento (expansíveis via microSD), tela de 4.7 polegadas (Full HD) e conectividade LTE via SIM card, abrindo o caminho para comunicação de dados. Mas, de novo: você não pode usar o dispositivo para chamadas. Estranho, não?

Panasonic Lumix DMC-CM10-03

A Panasonic Lumix DMC-CM10 será comercializada inicialmente apenas no Japão, com lançamento previsto para o dia 25 de fevereiro. Seu preço sugerido é de 780 euros.

Panasonic Lumix DMC-CM10-04

Via Panasonic

Panasonic Toughbook 20, o primeiro notebook conversível duro como uma rocha

by

Panasonic Toughbook 20

A Panasonic apresenta o seu primeiro notebook 2 em 1 ultra-resistente, o Panasonic Toughbook 20. O modelo é um híbrido entre portátil e tablet, onde podemos separar o teclado da tela, o que o classifica também como um conversível.

O Panasonic Toughbook 20 é um equipamento com Windows 10, que apesar de ter um aspecto robusto, não tem um peso elevado (1.76 kg, um pouco mais que um Surface Pro 4 ou um MacBook Pro de 13 polegadas). Sua tela de 10.1 polegadas é sensível ao toque, com resolução WUXGA (1900 x 1200 pixels).

O mais chamativo do produto é a sua resistência militar. O Panasonic Toughbook 20 possui cetrificações IP65, MIL-STD-810G e MIL-STD-461F, o que indica que o produto pode cair de uma altura de 72 polegadas, e que o seu corpo com revestimento de magnésio pode resistir a temperaturas de até 60 graus.

Panasonic Toughbook 20-topo

O Panasonic Toughbook 20 conta com um processador Intel Core M5-6757, 8 GB de RAM e 128 GB de SSD (pode chegar até 512 GB). Possui uma tela giratória que o permite posicioná-lo em diferentes formatos, além de uma alça para transportá-lo como uma maleta. O modelo conta ainda com uma porta serial, um leitor de cartões magnéticos, leitor de código de barras, câmera opcional de 8 MP, GPS dedicado e conectividade LTE. Tanto o tablet como o teclado contam com baterias de 2.600 mAh dedicadas.

O Panasonic Toughbook 20 tem preço inicial sugerido de US$ 3.099, e estará disponível em fevereiro de 2016.

Panasonic Toughbook 20-01 Panasonic Toughbook 20-02 Panasonic Toughbook 20-03

Panasonic lança as suas primeiras TVs com Firefox na Europa

by

panasonic-firefox-tv-2015-05-15-01

A Panasonic apresentou novas Smart TVs com o sistema Firefox para o mercado europeu. Os novos modelos contam com suporte 4K e foram apresentados na CES 2015, em janeiro.

O próximo passo da Panasonic é lançar esses mesmos modelos nos EUA nos próximos meses, e essas Smart TVs contam com um ecossistema pensado no usuário, onde se destaca o trabalho com apps em HTML5 e no compartilhamento de conteúdos a partir de qualquer dispositivo com o navegador Firefox instalado.

Sobre os modelos, se incluem os curvados 4K Viera CR850 de 65 polegadas, e o CR730 de 55 polegadas, além de várias TVs da série CX (4K planas), todas contando com o novo motor de imagem 4K Studio Master, que promete cores mais precisas (baseado na correção profissional LUT), além do suporte 10-bit e HDR (na linha CR).

Preços e datas de lançamento não foram revelados.

Via Mozilla

Smartphone Panasonic Eluga U2 é anunciado oficialmente

by

650_1000_panasonic-eluga-u2_(2)

Sim… é um smartphone que não veremos por aqui, já que é destinado aos mercados asiáticos. Mas vale a pena ver como a Panasonic está trabalhando nesse segmento. Por isso, apresentamos para vocês o Panasonic Eluga U2, um modelo de linha média, com preço de 230 euros e destinado ao mercado japonês.

O Eluga U2 possui uma tela de 5 polegadas (HD), conectividade LTE, chipset Qualcomm Snapdragon 410 (64 bits), 2 GB de RAM, 16 GB de armazenamento (expansíveis via cartão microSD), câmeras de 13 e 5 megapixels, sistema operacional Android 5.0 Lollipop, dimensões de 141,5 x 71 x 7,95 mm, peso de 131 gramas e bateria de 2.500 mAh.

650_1000_panasonic-eluga-u2_(1)

Seria interessante que a Panasonic tivesse uma maior presença mundial. Mas como não podemos ter tudo o que queremos, encerramos com o tradicional ‘se passear pelo Japão qualquer dia desses, traga uma unidade dessas para nós, ok?’

Via PhoneArena

Nova linha de TVs 2015 da Panasonic tem muito 4K e Firefox OS

by

Panasonic_TX_65CR730_CRW734_ajpg

Alem dos modelos curvados CR850 com tecnologia 4K Pro, a nova linha de TVs da Panasonic para 2015 inclui vários modelos 4K (normal) e outros Full HD.

Um destaque especial para o modelo CX800, que oferece 4K Pro mas sem a tela curvada, para quem busca linhas mais tradicionais. O modelo possui características técnicas similares aos modelos curvados: 4K Pro de 1.600 Hz, tecnologia Wide Colour Phosphor e processador 4K Studio Master.

-cx750-1

A próxima linha a ser destacada é a CX750, com modelos de 43, 49, 55 e 60 polegadas, com telas 4K de 1.000 Hz IPS (no CX50), e My Home Screen 2.0, mas sem o processador 4K Studio Master e a tecnologia Wide Colour Phosphor. Chega ao mercado europeu no mês de abril, e uma versão curvada (CR730), na versão de 55 polegadas (sem IPS), que só chega ao mercado no mês de outubro.

tx-65cr730-crw734-ajpg-1

Seguindo a trajetória descendente das linhas, passamos para os modelos CX700 e CX680, também em 4K com 800 e 200 Hz respectivamente, e disponíveis nos tamanhos de 40, 50 e 55 polegadas. Chegam ao mercado no mês de abril, e seria a linha com 4K mais econômica da Panasonic em 2015.

Por fim, nas linhas Full HD, temos os modelos CS630 (40, 50 e 55 polegadas), CS500 (24 polegadas), CS510 (32 polegadas) e CS520 (40 e 50 polegadas). Os primeiros contam com telas de 400 Hz, enquanto que a família 500 fica com 100 Hz. Vale destacar que nenhum modelo Full HD oferecerá a interface com Firefox OS, mas sim a primeira versão do My Home Screen.

Esses modelos chegarão ao mercado internacional entre março e abril, e tal como acontece com os modelos maiores, os valores não foram revelados.

Mais fotos dos produtos a seguir.

09-32cs510-csw514-csr510-2-1 10-24cs500-csw504-2-1 01-tx-cr730-65-inch-right-1-1 03-tx-cr730-65-inch-front-1 04-tx-cr730-65-inch-left-1 05-tx-cr730-1 08-cs520-1 11-cs630-1 06-cx680-1 07-cx700-1

Nova linha de TVs curvas 4K Pro da Panasonic

by

Panasonic_TH_65CR850_ajpg

A Panasonic apresenta uma nova TV 4K, a CR850E, que chega ao mercado em setembro, com tamanhos de 55 e 65 polegadas. Será o primeiro modelo a contar com um design curvado e resolução 4K Pro.

Essa nomenclatura (4K Pro) é o resultado da união das tecnologias do novo processador 4K Studio Master e a Wide Colour Phosphor, que cobre 98% do espaço de cores DCI, prometendo resultados mais naturais e realistas. Com isso, as imagens são exibidas com quase total exatidão de proposta do vídeo original, o que torna o produto perfeito para o setor profissional ou para os amantes do cinema.

O novo processador 4K Studio Master também gerencia as cores com ajustes avançados, que só estavam disponíveis até agora em monitores profissionais, como o controle dos tons Cyan, Magenta e tons de amarelo, com 8 mil pontos de referência. A tecnologia Wide Colour Phosphor oferece um brilho ‘considerável’, produzindo a mesma luz que as telas de pontos quânticos (Quantum Dot), mas com a metade do consumo de energia.

room-th-65cr850-bjpg-1

A nova TV 4K Pro  CR850E da Panasonic possui uma resolução de 3.840 x 2.160 pixels a 1.600 Hz, dois alto-falantes de 10 W e dois subwoofers de 10 W, além da nova plataforma de Smart TV My Home Screen 2.0, baseada no Firefox OS.

A TV também conta com duas portas HDMI traseiras e uma lateral (todas trabalhando a 4K/60p/50p), USB, leitor de cartões SD, Ethernet, saída ótica e saída para fones de ouvido.

Preços não foram revelados. Mais fotos a seguir.

65cr850-creative-1 viera-tx-cr850-65-inch-right-1 viera-tx-cr850-65-inch-front-1 viera-tx-cr850-65-inch-left-1 viera-tx-cr850-inscreen-1

Panasonic Toughbook 54 é um notebook reforçado, mas que está mais flexível

by

panasonic-toughbook-54-2

A Panasonic apresentou um novo modelo de notebook reforçado da família Toughbook. O Panasonic Toughbook 54 foi renovado e adaptado para as novas exigências do mercado, mas mantendo suas características mais marcantes, como resistência à pancadas, poeira e chuva, suportar as temperaturas extremas, a robustez e segurança.

O modelo é pensado no perfil profissional muito específico, e atende às certificações MIL-STG-810G e IP5X. A Panasonic teve o cuidado de dizer que o Toughbook 54 é ‘semi-reforçado’, para indicar que ele não é o mais seguro de sua categoria. Acima dele está o modelo CF-31, com uma maior resistência na carcaça e certificação IP65.

panasonic-toughbook-54-1

O Panasonic Toughbook 54 possui uma tela de 14 polegadas, processadores Intel Core iS, SSD opcional e telas HD ou Full HD também opcionais. O modelo está mais leve, pesando 1.90 kg (contra 2.5 kg do modelo anterior), e o portátil conta com conectividade variada (4G/LTE, GPS, conectividade por satélite, etc) para os profissionais mais exigentes.

O preço inicial sugerido do Panasonic Toughbook 54 é de US$ 1.499.

 

Via PC WorldPanasonic

Panasonic também quer o seu óculos de realidade virtual

by

panasonic-vr-1

A Panasonic mostrou um protótipo de óculos virtuais em um evento de imprensa privado e sem chamar muita a atenção. O dispositivo se parece com o Oculus Rift e o Gear VR da Samsung, mas o seu sistema de agarre se assemelha mais ao dos óculos tradicionais, sendo assim teoricamente mais cômodo no uso que os seus rivais.

Os detalhes revelados no evento revelam uma tela OLED com taxa de refresh de 75 fps, com ângulo de visão de 90 graus. Tais definições não devem ser as definitivas.

Levando em conta as suas principais características, o dispositivo opta por uma solução independente, ou seja, não precisa de um outro dispositivo como tela, como é o caso dos modelos da Samsung, LG ou Google.

panasonic-vr-2

Também foi apresentado um sistema de câmeras que lembra o Project Beyond da Samsung. Uma câmera de visão esférica que registra as reações de 360 graus, com a ajuda dos óculos.

Infelizmente, não há planos definitivos de colocar o produto nas lojas, de modo que teremos que esperar até que a Panasonic se decida sobre o assunto. Por enquanto, sabemos que o fabricante quer usar essas tecnologias nos Jogos Olímpicos de Tóquio, mas tal declaração soa mais como uma ação publicitária do que planos comerciais reais.

Via SlashgearNikkei Technology

 

Estas são as plataformas de Smart TV que teremos em 2015

by

smart-tv-2015

Além de espetaculares modelos curvados, ultrafinos e com nanocristais, a CES 2015 deixou uma revolução nas TVs e em suas interfaces, já que as quatro principais fabricantes decidiram mudar de plataforma nas Smart TVs, com o objetivo de conquistar usuários. Tanto LG, Panasonic, Samsung e Sony apresentaram novos e renovados sistemas operacionais, que permitem explorar ainda mais da TV, seja consumindo via internet ou conectando a outros dispositivos da casa.

Quer saber quais são as opções de compra daqui a alguns meses? É só ler esse post, e começar a se decidir.

 

LG e o novo webOS 2.0

A LG é quem menos mudou nesse aspecto, apesar de uma atualização era tão necessária, que tem ares de mudança radical. A última geração de TVs apresentou a interface baseada no webOS, que surpreendeu a muitos, porém, os modelos que chegaram nas lojas apresentaram um funcionamento muito lento, o que frustrou a experiência.

Sabendo desse problema, a LG se esforçou em melhorar em 60% a velocidade dos menus e do arranque, de modo a oferecer uma Smart TV a altura das suas novas TVs.

 
 

O resultado é o webOS 2.0, uma versão que tem a mesma estética da geração anterior, mas é mais rápida e intuitiva. Alguns acessos diretos melhoraram, como no caso dos ajustes rápidos, que não ocupam tanto espaço de tela e permite realizar mudanças enquanto os resultados aparecem imediatamente. O mesmo ocorre com a seleção de fontes e os acessos diretos aos aplicativos instalados.

 

Panasonic e o Firefox OS

A Panasonic se esforçou em oferecer uma Smart TV completa e funcional, porém, se compararmos com os seus competidores, a interface que oferecia a Smart Viera estava bem longe de ser uma solução atraente para os usuários. A solução aqui responde pelo nome de Firefox OS.

O sistema oferece uma interface minimalista e muito bem cuidada, com funções interessantes como o envio de conteúdos a partir de dispositivos via navegador Firefox, a possibilidade de instalar aplicativos, ou receber alertas e notificações de outros dispositivos (ou eletrdomésticos) via Firefox OS.

 

O futuro ecossistema parece se comportar muito bem, ainda que para isso é preciso apostar muito forte no sistema operacional. Resta saber até que ponto a Panasonic e outros fabricantes vão incluir o Firefox OS em suas TVs.

 

Samsung e a sua aposta no Tizen

O movimento da Samsung é bem interessante. Hoje, a plataforma dos coreanos é a mais atraente e completa do mercado, com uma navegação que incluía controle por gestos e seções diferenciadas por conteúdos, mas ao que parece, eles captaram os planos de seus competidores.

O Tizen vai oferecer uma navegação mais rápida e leve, e sua interface será mais simples e minimalista, oferecendo um design que lembra (de forma inevitável) o que foi proposto pela LG com o webOS.

 

A plataforma se reforça com a incorporação do PlayStation Now, que permite a execução de jogos do PlayStation diretamente na TV, acessando ao serviço de jogos na nuvem da Sony.

 

Sony e o Android TV

A Sony foi quem mais surpreendeu nesse aspecto, deixando de lado sua One-Flick Entertainment para integrar o Android TV como sistema operacional principal. Essa mudança permitirá o abarcamento de muitas outras funções, como a do Google Cast, que vai replicar a imagem de dispositivos móveis sem a necessidade de conectar um Chromecast.

 

Também podemos executar comandos de voz, acessar a Google Play para alugar filmes, músicas e até instalar jogos que podem ser controlados com um controle sem fio, além de compartilhar fotos entre os familiares e amigos (até 10 dispositivos por vez).

CES 2015 | TVs 4K da Panasonic com Firefox OS chegam ao mercado no meio do ano

by

Life-Screen-and-Firefox-OS

Na CES 2014, a Panasonic anunciou que utilizaria o Firefox OS em suas TVs (ou em algumas delas). Pois bem, um ano depois, na CES 2015, a mesma Panasonic faz uma demonstração, que mostra como o sistema da Mozilla deve interagir com suas TVs.

O Firefox OS vai funcionar em TVs com resolução 4K, com tamanhos de tela bem generosos. Ainda não podemos ver muita coisa em funcionamento, mas na primeira impressão a interface parece agradável, simples e intuitiva (e muito no estilo do webOS).

Life-Screen-and-Firefox-OS-Dashboard Life-Screen-and-Firefox-OS-Devices-Screen Life-Screen-and-Firefox-OS-Home-Screen

Via MozillaPanasonic

Panasonic surpreende com o seu smartphone Android com câmera de 20 megapixels

by

OLYMPUS DIGITAL CAMERA

Levando em conta que a Photokina é uma feira especialmente dedicada ao mundo da fotografia, surpreende ver como a Panasonic decidiu apresentar um smartphone no evento. Porém, tem um pequeno truque: o CM1, com tela de 4.7 polegadas, traz consigo um potente sensor fotográfico de 20 megapixels de resolução, que é capaz de gravar vídeos em 4K.

O resultado final do produto é incrível. O dispositivo conta com uma lente fixa de 28 mm (f/2.8) fabricada pela Leica, que chega rodeada com um anel inteligente para o controle dos ajustes manuais. Esteticamente, as medidas são surpreendentes – levando em conta o hardware integrado -, o que nos leva a dizer que estamos diante de um sério concorrente para o Lumia 1020, no seu posto de rei do império fotográfico móvel.

No seu interior, temos um processador Snapdragon 801 quad-core de 2.3 GHz, 2 GB de RAM, 16 GB de armazenamento, bateria de 2.600 mAh e sistema operacional Android 4.4 KitKat. A má notícia é que esse modelo tem o seu lançamento limitado aos mercados da França e Alemanha (aparentemente), países que receberão o Panasonic CM1 durante o período de vendas do natal.

Os demais mortais terão que esperar. Ou viajar para os países citados.

Via Engadget

Panasonic elege o formato híbrido para o 3E, o seu computador portátil educativo

by

01-2

A Panasonic foi a primeira das parceiras da Intel no recém apresentado projeto Education 2-1 a apresentar o seu produto, o Panasonic 3E. O modelo é um híbrido entre tablet e notebook (bem mais puxado para o netbook).

O Panasonic 3E não varia apenas o design de referência planejado pela Intel, e é composto de um tablet de 10 polegadas, que permite a incorporação de um teclado, que o transforma em um tablet. Todos os itens são resistentes a golpes (quedas de uma mesa de 70 cm de altura) como aos líquidos (IP51), e conta com uma série de acessórios exclusivos, como um lápis óptico (que não é sem fio), sensor de temperatura, e uma lente que, colocada sobre a câmera traseira, faz as vezes de um microscópio.

As especificações base do Panasonic E3 são os mesmos de referência da Intel: tela de 10 polegadas (1.366 x 768 pixels) com até cinco pontos de toque simultâneos, 32 ou 64 GB de armazenamento, processador Intel Atom AZ3740D de 1.3 GHz, GB de RAM e sistema operacional Windows 8.1, que possui uma capa de personalização e aplicativos pensados para o âmbito educacional.

O Panasonic 3E tem preço inicial sugerido de US$ 499.

16 15 14 12 11 04 03 05 06 07 08

Via Panasonic