Arquivo para a tag: multilaser

Multilaser MS50 Senior, um smartphone pensado nos nossos avós

by

Multilaser MS50 Sênior

A Multilaser apresenta para o mercado brasileiro o smartphone Multilaser MS50 Senior, um modelo pensado no público da melhor idade.

Convenhamos: a tecnologia precisa ser acessível para todos. Porém, nem sempre ela é pensada nos nossos avós. Ícones, menus e vários recursos apresentados para tornar a usabilidade mais funcional podem complicar a vida daqueles não tão íntimos com toda essa parafernália.

 

Multilaser MS50 Senior, onde o menos pode ser mais

Multilaser MS50 Sênior 03

Pensando no aspecto de tornar o mundo da tecnologia mais acessível para os nossos avós, a proposta do Multilaser MS50 Senior é bem válida. O modelo conta com funções específicas e interface simplificada para que seja acessível e funcional aos idosos.

O modelo possui design slim, o que ajuda no agarre para um dispositivo com tela de 5 polegadas IPS. Recebe um processador quad-core, e sua interface Android foi modificada para integrar um teclado numérico gigante, o que facilita a digitação durante as chamadas.

O modelo também conta com atalhos grandes para facilitar o acesso para a área de chamadas, mensagens, imagens e câmera. Um recurso útil é a tecla SOS, que envia um SMS de emergência com a geolocalização do smartphone para um dispositivo, ou faz uma chamada para um número pré-configurado, com a função de viva-voz ativa, em caso de acidentes ou emergências com o idoso.

Multilaser MS50 Sênior 02

O Multilaser MS50 Senior possui bateria de longa duração, 8 GB de armazenamento interno (expansíveis via microSD de até 8 GB), e câmeras de 8 MP e 5 MP. É um modelo dual SIM, disponível nas cores preto, azul e verde. Seu preço sugerido é de R$ 749.

Multilaser MS50 Sênior 05Multilaser MS50 Sênior 04

Multilaser MS60, smartphone 4G dual SIM com tela de 5.5 polegadas

by

image003

A Multilaser apresentou oficialmente o smartphone Multilaser MS60, um modelo com tela de 5.5 polegadas (HD), sistema operacional Android e conectividade 4G.

O dispositivo também recebe câmeras de 13 MP e 8 MP, bateria de longa duração (sem revelar sua capacidade), 16 GB de armazenamento (expansíveis via microSD de até 32 GB – cartão com 16 GB está incluso no kit de venda), processador quad-core (sem revelar fabricante ou modelo), suporte para redes dual SIM e opções de cores preto, amarelo e azul/branco ou branco, dourado e azul.

O Multilaser MS60 chegará ao mercado brasileiro no dia 27 de junho, com preço sugerido de R$ 1.099.

Review | Pendrive Multilaser Twist USB 3.0 de 256GB (PD692)

by

multilaser-twist-256

Em um mundo conectado onde temos hoje opções como o armazenamento na nuvem, os discos rígidos externos e até smartphones com slots de cartões de memória microSD, não é todo mundo que pensa no pendrive como uma opção de armazenamento. Mas sei que ele ainda é utilizado pela maioria dos usuários de entrada. Não é incomum eu ouvir de tempos em tempos de amigos, parentes e familiares que precisam salvar alguma coisa em um pendrive para abrir no computador de casa. Por isso, acho que essa categoria de produto ainda tem vida longa no mercado. Afinal de contas, é o genuíno substituo do disquete (lembra dele?).

Pensando nisso, a Multilaser enviou para o TargetHD.net o pendrive Multilaser Twist (PD692), que conta com dois pontos considerados cruciais para justificar uma avaliação mais detalhada: o fato dele ser um pendrive compatível com a conectividade USB 3.0, que ainda é a padrão dentro do mercado de informática (ou pelo menos até que a USB 3.1 Type C não se torne algo efetivamente popular), e por contar com 256 GB de armazenamento, uma quantidade enorme para armazenamento de grandes volumes de dados, ou arquivos de elevado volume.

2016-01-20 11.54.18-1

Os dois itens combinados transformam o Multilaser Twist em uma alternativa interessante para aqueles usuários que querem uma unidade de backup de dados mais portátil do que um HD externo, sem muitas complicações na hora de armazenar um grande lote de arquivos (como fotos e vídeos), e uma maior agilidade para armazenar os arquivos de grande volume (principalmente vídeos). A tendência é que a transferência de dados para esse pendrive seja mais rápida do que aquela feita do computador para um HD externo, uma vez que estamos falando de uma memória flash contra um disco mecânico.

É claro que, se sua unidade for uma SSD, a história é bem diferente.

Nesse review, vamos efetivamente apresentar o produto para o grande público, e mostrar como foi o seu desempenho em um teste prático de 15 dias de uso cotidiano. Verificar se o produto possui um desempenho que justifique o seu preço, e se realmente ele pode ser uma alternativa mais portátil para as necessidades profissionais ou de entretenimento. Poucas vezes um produto foi testado por nós de forma tão efetiva, e poucas vezes as conclusões de um review serão tão objetivas sobre o desempenho final de um produto.

2016-01-26 16.49.58-1

Na sua estética, o Multilaser Twist é um pendrive comum. Bem comum por sinal. Algumas pessoas poderão torcer o nariz para isso, entendendo que o fabricante tinha que investir em um design mais avançado, com materiais de alta qualidade para garantir uma maior resistência do produto. Eu até concordo com esse último item, uma vez que estamos falando de um dispositivo que, teoricamente, vai armazenar dados importantes, que os usuários não querem perder. Ou seja, um acabamento de maior qualidade contaria muito a favor do produto da Multilaser.

Por outro lado, beleza não põe a mesa. Colocar uma carcaça externa apenas para ser bonitinho não ia resolver muito a questão, e poderia encarecer o produto de forma desnecessária. Não precisamos de produtos caros ou bonitinhos. Precisamos de produtos que funcionem. Precisamos de produtos que entreguem o desempenho que nós esperamos em uma rotina de trabalho ou de lazer. Apenas isso.

2016-01-26 16.50.21-1

De qualquer forma, não há muito o que dizer sobre as características físicas do Multilaser Twist. Nesse aspecto, ele é um pendrive como outro qualquer, e entendo que o usuário precisa ter um certo cuidado para não confundir esse pendrive com outros que estão guardados/espalhados pela casa. Eu mesmo preciso ter esse cuidado, já que recebo muitos pendrives em eventos de imprensa, e a maioria deles tem a mesma aparência.

O modelo da Multilaser tem um LED indicador de status de atividade. Apenas um item que serve para mostrar que o mesmo está ativo e funcionando na porta escolhida para conexão.

2016-01-26 16.50.31-1

O produto não requer nenhum tipo de software adicional para a sua instalação em computadores com o sistema operacional Windows. Sua formatação padrão é em FAT32, e assim decidimos fazer os testes. Era importante determinar qual era o seu desempenho tal e como o cliente vai receber o produto quando chegar em casa. A maioria dos usuários não entendem as diferenças entre o FAT32 e o NTFS, de modo que precisamos voltar nossos testes simulando como a maioria dos consumidores utilizaria o produto adquirido.

Entendo até que o seu desempenho geral pode melhorar quando adotada a formatação NTFS. Mas faremos esses testes em um momento posterior.

Utilizamos para os testes de transferência de arquivos um computador Dell com uma unidade SSD de 256 GB de armazenamento. É claro que os resultados de transferência de dados serão muito melhores com esse conjunto de hardware, mas é preciso levar em consideração uma das características básicas do Multilaser Twist: é um pendrive compatível com USB 3.0. Logo, a tendência é que essa movimentação de arquivos seja eficiente, mesmo quando utilizado com um disco rígido tradicional (algo que também testamos, mas destacaremos em um momento posterior).

multilaser-transferencia-arquivos-02

E esse fator foi determinante para um excelente resultado na cópia de arquivos. Mesmo em itens com grande volume de dados (filmes e episódios de séries), o Multilaser Twist alcançou taxas de transferência simplesmente impressionantes, com picos de até 190 MB/s. De novo: o arquivo estava armazenado em uma SSD e foi para um pendrive via USB 3.0. Mesmo assim, são números que saltam os olhos.

multilaser-trasnferencia-arquivos-disco-rigido-02

Nas transferências de arquivos entre o Multilaser Twist e um HD externo (disco rígido mecânico), os resultados já são mais próximos da realidade da maioria dos usuários. A transferência de arquivos de grande volume pode alcançar picos de até 40 MB/s, algo considerado “o padrão” para um produto com as suas características.

Ou seja, o pendrive da Multilaser oferece resultados mais efetivos para uma rotina prática e produtiva quando utilizados com equipamentos que também contam com unidade de armazenamento em estado sólido. Não que isso desabone o produto, uma vez que estamos falando de nada desapreciáveis 256 GB de armazenamento.

Nos testes, utilizamos o produto para basicamente armazenar fotos e vídeos, que seriam depois reproduzidos em um media player (Xtreamer Media Player). Nesse sentido, os 256 GB de Multilaser Twist vieram muito bem a calhar, pois basicamente tudo aquilo que normalmente utilizamos para o conteúdo de entretenimento funcionou muito bem. Na verdade, quase tudo.

Apenas dois filmes em um volume acima de 5 GB não puderam ser transferidos para o pendrive, por conta das características da formatação FAT32, e não uma deficiência do dispositivo em questão. Como disse, se a formatação fosse em NTFS, esse problema simplesmente não existiria. Mas temos que pensar nas características do produto tal e como ele chega ao consumidor.

Os arquivos de mídia armazenados no pendrive da Multilaser funcionaram sem problemas em diversos dispositivos, e não apenas no Xtreamer Media Player. Priorizamos o reprodutor de mídia porque esta é apenas uma das finalidades que os usuários podem dar para um produto como esse. De qualquer forma, vale observar que não foram observadas incompatibilidades de formatos de arquivos ou de dispositivos que utilizamos nos testes para a reprodução dos conteúdos multimídia. Aqui, tudo funcionou conforme o esperado, com um desempenho dentro das expectativas.

2016-01-20 17.55.08

Em linhas gerais, o pendrive Multilaser Twist está aprovado. É um produto que cumpre o seu papel de ser um eficiente dispositivo de armazenamento de um grande volume de dados, com alta velocidade de transferência (quando utilizado em equipamentos com unidade de armazenamento SSD) e bom desempenho quando utilizado com outros dispositivos de diferentes categorias. O valor de R$ 559 pode ser elevado demais para a maioria dos usuários, e muitos vão entender que uma unidade SSD seria mais útil. Porém, a portabilidade e praticidade oferecidas por esse dispositivo são únicas. Sem falar que alguns dos seus concorrentes diretos podem custar até R$ 2 mil com produtos similares.

Multilaser lança smartphone MS50 Colors

by

MS50 Colors

A Multilaser acaba de lançar no mercado o smartphone MS50 Colors. O aparelho possui seis modelos de case e suporte para dois chips.

O software e funções do MS50 foram pensados para atender as necessidades do dia a dia do consumidor. O smartphone vem com 16 GB de memória interna, sendo 8GB no aparelho e 8GB no cartão SD que acompanha o aparelho. Além disso, o MS50 possui 1GB de memória RAM e processador Quad Core de 1.3 gHz, que traz mais velocidade nas tarefas, como ver vídeos ou jogar.

MS50 Colors-02

A tela do smartphone é de 5 polegadas e conta com a tecnologia IPS, recurso que melhora a qualidade das imagens com cores mais fiéis. O MS50 conta ainda com duas câmeras (uma principal de 8.0 MP e uma frontal 5.0 MP), que facilitam a experiência de postar fotos em redes sociais, sistema Android 5.0 (Lollipop), GPS, bluetooth e sua conexão com a internet pode ser feita por Wi-Fi ou 3G. E não para por aí! O MS50 tem uma bateria de longa duração de 2.100 mAh.

O aparelho já está disponível em lojas físicas e no e-commerce da Multilaser. O preço sugerido do MS50 é de R$ 599,00.

Multilaser M8W, um tablet com Windows 10 e teclado

by

NB193_POS3_RGB

A Multilaser acaba de firmar uma parceria com o Windows para o lançamento do tablet M8W. O produto chega ao mercado com a versão mais atualizada do sistema operacional, o Windows 10.

O M8W é uma ótima opção de dispositivo móvel para aqueles que precisam unir a qualidade de um notebook com a praticidade do tablet. O aparelho possui um design fino, tela de 8.9 polegadas, dual câmera e uma capa nas cores preta ou vermelha com teclado acoplado, que pode ser retirado a qualquer momento.

NB193_POS1_RGB

Além do Windows 10, o M8W da Multilaser já vem com a nova versão do Office 365, que inclui as principais ferramentas para as tarefas do dia a dia, como Word, Excel, Power Point e Outlook. Rápido e com alta capacidade de armazenamento, o tablet conta com memória flash de 16GB e memória RAM de 1GB, além de 65GB no OneDrive.

O dispositivo é ideal para quem curte acessar a internet e estar sempre conectado às redes sociais. Com processador Intel® BYT Quad Core, ele oferece aos usuários uma navegação mais rápida na web e com o menor consumo de bateria. O M8W da Multilaser tem o preço sugerido de R$ 949,00.

Multilaser apresenta a Boombox Bazzoka

by

image001

A Multilaser apresenta ao mercado de eletroeletrônicos a Boombox Bazzoka.

Um equipamento com versatilidade para quem gosta de escutar músicas. A tecnologia do som portátil permite conectividade com USB para pendrive, leitor de cartão de memória micro SD, rádio FM, entrada USB e cabo auxiliar para smartphones e tablets.

A Boombox Bazzoka possui um subwoofer ativo e outro passivo que reproduz o som grave e subgrave. Além disso, a caixa possui uma função diferencial que possibilita navegar pelas pastas e arquivos do pendrive, através da tela de LCD, permite sincronizar rádios, reproduzir CDs e arquivos MP3 das músicas preferidas.

Com suporte universal para tablets e potencial de 80W RMS, a Boombox Bazzoka da Multilaser é perfeita para animar as festas e momentos especiais.

Atrio Active, mais uma pulseira inteligente chega ao mercado brasileiro

by

image001

A Atrio, empresa brasileira que atua no segmento de artigos esportivos (que é uma unidade de negócios da Multilaser), acaba de lançar uma pulseira inteligente que estimula o usuário a se movimentar ainda mais em seu dia a dia. Através da conexão Bluetooth e do aplicativo Atrio Active, é possível programar diversas funções no smartphone e receber na tela do celular todas as notificações das atividades.

Com a pulseira Atrio Active é possível acompanhar seus passos, calorias queimadas, distância percorrida e ainda estabelecer metas para progredir no nível de atividade física. Se por algum motivo a pessoa ficar sem atividade por um longo período, a pulseira alerta que já está na hora de se movimentar.

Através de gráficos intuitivos, a pulseira também apresenta a evolução das atividades, tempo que a pessoa passou dormindo e a qualidade do sono, além de ter um alarme vibratório para despertar. A pulseira Atrio Active tem o preço sugerido de R$ 199,99.

Review | Multilaser Android Gamepad

by

63359_index_g

Já faz algum tempo que os smartphones se transformaram em plataformas de jogos. Não só os usuários valorizaram essa alternativa para o entretenimento, mas também o mercado como um todo, oferecendo acessórios que facilitam e muito a vida dos jogadores mais convictos. Pensando nisso, a Multilaser apresenta o Android Gamepad, um complemento que promete expandir de forma considerável as possibilidades do usuário nesse tipo de atividade.

O acessório precisa competir com outras opções alternativas, que prometem algo similar. A Multilaser em si diversifica os seus negócios oferecendo um produto que pode sim cair no gosto do consumidor brasileiro, além de aproveitar o momento onde os smartphones ainda estão em destaque nas vendas.

Porém, é sempre preciso saber se ele vale o quanto pesa – ou, nesse caso, o quanto custa. Nesse review, vamos analisar do que o Android Gamepad é capaz de fazer, explorando suas características físicas e técnicas, buscando sempre o parecer mais preciso possível sobre a qualidade do produto, e se o mesmo pode oferecer os resultados prometidos.

Clipboard01

O produto vem em um blister muito bem embalado. O que é sempre uma boa notícia, pois bem sabemos como esse tipo de acessório pode ser sensível durante o transporte, e você não quer receber em casa um produto danificado, certo? Pois bem, no kit de venda, você só vai encontrar o Gamepad em si, um cabo USB para recarga de bateria, e um manual de instruções rápidas, para auxiliar o usuário na primeira instalação.

2015-08-14 12.26.47

O acessório conta com um acabamento em plástico fosco, com detalhes em black piano. Tudo muito bem construído, com um material que aparenta ser de boa qualidade. A boa notícia é que, durante o uso, você não tem as indesejadas marcas de digitais ou de suor, que tanto incomoda aos mais exigentes, e que até atrapalha na jogatina.

O agarre do Multilaser Android Gamepad é muito satisfatório. Seguindo a filosofia de ser um dispositivo compacto e portátil, ele tem um posicionamento de botões e direcionais que é semelhante ao que encontramos no controle do Super Nintendo, o que deve satisfazer ao gosto e exigências dos gamers mais nostálgicos.

2015-08-14 12.28.02

Também vale a pena mencionar que o acessório possui uma cavidade para um encaixe natural dos dedos médios por trás do acessório. Tal solução oferece um maior conforto no uso, inclusive em longas horas de jogos.

2015-08-14 12.27.09

Um destaque para os direcionais analógicos integrados, também em tamanho reduzido. A resistência desses direcionais pode incomodar no começo, mas a curva de adaptação é relativamente curta, e a maioria dos usuários não terão dificuldades em jogar os seus games preferidos com o auxílio desse item.

A disposição de botões é a mesma oferecida pelos videogames mais modernos: direcional digital, dois sticks analógicos, botões na relação XAYB, dois botões superiores e dois gatilhos adicionais.

2015-08-14 12.28.54

Para prender o smartphone ao acessório, temos um mecanismo retrátil e flexível, com duas presilhas que são abertas para o encaixe do dispositivo. Para poder acondicionar de forma cômoda e eficiente qualquer dispositivo com tela de até 5.5 polegadas, esse sistema possui uma mola que não só permite que esse compartimento acondicione o dispositivo, mas também atua como elemento de pressão nas bordas superior e inferior.

Um detalhe importante: nas partes onde o smartphone fica encaixado no acessório, você encontra um revestimento levemente emborrachado, o que protege as laterais do seu telefone inteligente, não afetando o acabamento do mesmo. Pode não parecer algo tão relevante para alguns, ou que passa desapercebido pela maioria, mas é algo a ser observado.

IMG-20150814-WA0004

Porém, em alguns modelos onde os botões de controle de volume ficam na lateral superior, as braçadeiras de fixação do acessório podem pressionar diretamente essas teclas, em caso de posicionamento da mesma em um local central. O ideal é que a braçadeira de fixação ficasse um pouco mais para o lado da direita, deixando esses botões livres de qualquer contato fixo com o acessório.

 

O produto em funcionamento

O Multilaser Android Gamepad conta com um sistema de configuração relativamente simples, onde dispositivos de diferentes marcas podem se conectar ao acessório sem maiores problemas. Talvez alguns usuários mais afoitos precisarão ficar mais atentos aos comandos de pareamento, já que o mesmo requer um certo tempo para identificar qual dispositivo está apto para sincronizar os dados com o acessório, sem falar nas diferentes combinações de teclas a serem acionadas para ativar os diferentes modos de utilização do acessório.

De qualquer forma, uma vez pareado com o smartphone, você tem ao seu dispor três modos de uso:

– Modo Padrão: o modo convencional, ou seja, para os jogos em geral. De acordo com o manual que acompanha o produto, o acessório é compatível com a maioria dos jogos disponíveis na plataforma Android. A maioria, e não todos. Pensem nisso.

– Modo Keyboard: o modo mais recomendado para ser utilizado com os emuladores disponíveis para o sistema Android.

– Modo Mouse Keyboard: o modo recomendado para os jogos que utilizam muito a tela sensível ao toque (Angry Birds, Fruit Ninja, etc).

Para alternar entre os modos, basta pressionar a tecla HOME e, na sequência, acionar o botão de direcional para cima, para escolher qual é o modo de jogo escolhido.

IMG-20150814-WA0005

No geral, os testes foram satisfatórios. Apesar de alguns botões contarem com uma certa resistência de acionamento (principalmente os botões superiores), os comandos responderam bem aos diferentes jogos executados. Em alguns casos, utilizar o acessório da Multilaser ofereceu uma experiência de jogo muito melhor do que aquela proposta originalmente – e com a ajuda da tela sensível ao toque -. Já em outros casos é melhor deixar no original mesmo.

Em todos os casos, o gamer fatalmente ganha uma tela de visualização completa para todos os jogos, e entendo que um acessório como esse deve fazer a diferença para muitos jogadores que desejam uma experiência de uso mais próxima dos consoles tradicionais. Bom, ao menos ter um gamepad como esse em mãos oferece um maior controle para determinados tipos de jogos.

2015-08-14 12.26.37

Por fim, o Multilaser Gamepad Android está aprovado. É um acessório que cumpre o que promete, entregando uma experiência de jogo mais precisa e funcional, se alinhando aos desejos dos gamers mais convictos. Também é recomendado para os jogadores da velha guarda, que querem rodar os seus emuladores e jogar tal e como fizeram em um passado não muito distante. Sem falar que pode oferecer a tela toda para que o usuário aproveite ao máximo os seus jogos.

Talvez o preço do Gamepad Android da Multilaser poderia ser mais convidativo (valor sugerido de R$ 149), já que existe uma ‘concorrência informal’ gerada pelos fabricantes alternativos/estrangeiros, mas entendo que para aqueles que não querem ter muito trabalho na hora de procurar um produto para complementar a sua experiência de entretenimento no smartphone.

Mais fotos a seguir.

2015-08-14 12.30.16 2015-08-14 12.30.29 IMG-20150814-WA0002

Multilaser M7-i, mais um tablet Android com processador Intel

by

multilaser-m7-i

A Multilaser anunciou o lançamento do seu novo tablet, M7-i, produzido em parceria com a Intel. O dispositivo promete um melhor desempenho nas atividades conectadas, mas com um menor consumo de bateria.

O Multilaser M7-i tem como principal destaque a presença de um processador Intel Atom (quad-core de 1.8 GHz), e chega ao mercado com a promessa de uma oferta com uma boa relação custo-benefício para os usuários que querem realizar as tarefas mais básicas com um tablet. O dispositivo ainda conta com câmeras frontal e traseira, tela de 7 polegadas (HD), sistema operacional Android 4.4, 8 GB de armazenamento, 1 GB de RAM e é compatível com modems 3G. Seu preço sugerido no Brasil é de R$ 339.

Via assessoria de imprensa

Multilaser M7S, um tablet com processador quad-core

by

image001

A Multilaser anuncia o lançamento no Brasil do tablet M7S quad-core, cujo destaque é justamente os quatro núcleos de processamento presentes no seu SoC.

O modelo é uma evolução de um produto já apresentado pela Multilaser, e conta com tela de 7 polegadas IPS, ‘bateria de alta duração’ (sem especificar a quantidade de mAh), sistema operacional Android 4.4 KitKat, 8 GB de armazenamento (expansíveis via microSD de até 32 GB), conectividade WiFi, compatibilidade com modems 3G e atualização via OTA ou Multi Sync.

O tablet M7S Quad Core já está disponível nas principais lojas do varejo brasileiro, com o preço sugerido de R$ 299,00.

Via assessoria de imprensa

Review | Multilaser Bluetooth Music

by

multilaser-bluetooth-musicc

Vivemos em um mundo onde o Bluetooth nos cerca por todos os lados. Só em 2015, esse é o terceiro dispositivo onde essa conectividade é a protagonista que chegou para testes. Sem falar nos smartphones que também podem utilizar essa via de conexão. Dessa vez, a Multilaser ofereceu para testes a caixa de som sem fio Bluetooth Music, que aproveita muito bem essa propriedade nas suas funcionalidades.

O modelo se vale das suas dimensões compactas e da versatilidade oferecida hoje pelos dispositivos móveis para entregar um som mais potente para aquela reprodução musical casual, para os usuários que não querem se limitar aos fones de ouvido ou ao alto-falante do próprio telefone. O review apresenta efetivamente o produto, mostrando suas características e funcionalidades.

2015-06-05 14.12.27

O Multilaser Bluetooth Music é um produto sóbrio nas suas linhas, o que é uma boa notícia, já que ele pode ser usado nas mais diversas situações sem chamar muita atenção. Não há muitos detalhes de design, mas podemos dizer que o seu tamanho compacto favorece e muito o seu uso em qualquer lugar. O seu leve peso e dimensões reduzidas favorecem o transporte na mochila ou na bolsa.

2015-06-05 14.12.33

Na parte superior, os botões que controlam o funcionamento do produto. Um botão para ativar/desativar o Bluetooth (algo que é bem pensado, uma vez que, no caso do usuário escolher por um dispositivo cuja reprodução é feita via conector de 3.5 mm, utilizar essa conexão representa um gasto desnecessário de bateria), botões para controle de volume e reprodução de faixas, e um botão para pausa de chamadas e controle de chamadas.

Sim. O Multilaser Bluetooth Music também atua como um alto-falante para chamadas em viva-voz. Se você está reproduzindo uma música no smartphone e recebe uma chamada telefônica, você pode atender a chamada pelo alto-falante, com um simples pressionar de botão. É uma praticidade que é sempre bem vinda.

2015-06-05 14.13.23

Na parte traseira, todos os conectores que você precisa para o seu funcionamento. Um slot para cartões microSD, para que você possa reproduzir suas músicas preferidas de forma independente, sem precisar de um tablet ou smartphone (ou player musical) para tal, uma saída 3.5 mm para utilizar com os dispositivos compatíveis com esse tipo de conectividade, uma chave de liga/desliga e o conector micro USB para recarga da bateria interna.

2015-06-08-09.07.123

Por falar na bateria interna do Multilaser Bluetooth Music, uma curiosidade: quando abri o kit do produto, eu vi essa inscrição ‘BL-5C’. Rapidamente, me lembrei do celular Nokia 1208 que ainda tenho aqui em casa, já que era o mesmo código da bateria desse celular.

E pensei: ‘por que não testar?’

2015-06-08-09.08.07

O encaixe era rigorosamente o mesmo, e até o design da bateria lembrava o das clássicas baterias da Nokia…

2015-06-08-09.08.24

E, como esperado, o celular funcionou sem maiores problemas.

Não sabemos se esta é uma adoção livre ou autorizada de uma tecnologia da finada Nokia, ou se a própria Nokia adotava na época baterias de terceiros para o funcionamento dos seus telefones na época. Muito provavelmente não, já que a maioria dos fabricantes de telefones celulares desenvolviam os seus projetos do zero – e fazem isso até hoje -. De qualquer forma, fica o registro dessa curiosidade.

2015-06-05 14.15.00

O kit de venda do produto ainda acompanha o manual de instruções, o cabo conector de 3.5 mm e o cabo microUSB. Não tem um carregador de bateria para a rede elétrica, mas a grande maioria dos carregadores para celular com esse tipo de porta conectora funciona sem maiores problemas. Além disso, o produto funciona sem baterias, o que é uma excelente notícia para quem não quer correr riscos de danificar a mesma.

 

O produto em funcionamento

O emparelhamento do Multilaser Bluetooth Music foi algo bem simples. Utilizei o smartphone Motorola Moto Maxx para esse emparelhamento, onde smartphone e caixa de som se conversaram sem grandes dificuldades.

A boa notícia do produto é que ele possui um controle de áudio independente, o que garante uma maior versatilidade de uso. Você pode ajustar separadamente o volume do alto-falante e do smartphone, oferecendo assim um nível de volume que mais lhe agrade. E isso, sem deixar de lado o controle das funções de player do próprio aplicativo de reprodução musical que você vai utilizar.

Tal como já destacamos, o avanço e retrocesso de faixas podem ser feitos pelos botões na parte superior da caixa de som, assim como o botão de pause e recebimento de chamadas. E na parte sonora, os 8W RMS do Multilaser Bluetooth Music aparecem de forma efetiva, com um som realmente potente.

Talvez alguns usuários mais exigentes vão alegar que o áudio do produto fica um tanto quanto ‘rachado’ quando reproduzido no seu volume máximo. Eu compreendo se isso acontecer. Porém, para a maioria dos usuários casuais, que só querem um dispositivo que reproduza o áudio armazenado no smartphone com um maior volume e com uma qualidade um pouco melhor, a caixa de som da Multilaser cumpre muito bem com o seu papel.

 

Conclusão

A caixa de som Multilaser Bluetooth Music cumpre com o seu papel de oferecer um áudio com uma qualidade melhor do que aquela ofertada pelo alto-falante do seu smartphone ou tablet. Para os usuários mais casuais e que gostam de música, é um produto com um investimento relativamente baixo (é possível encontrá-lo por menos de R$ 100) para essa finalidade. Os usuários casuais certamente vão saber aproveitar das características e funcionalidades desse acessório.

 

Review em Vídeo

 

Review | Smartphone Multilaser MS6

by

design-multilaser-ms6-p3299

A assessoria de imprensa da Multilaser no Brasil enviou para testes o Multilaser MS6, um smartphone que tem como objetivo direto oferecer ao consumidor brasileiro uma opção de dispositivo Android com tela de 5.5 polegadas dual-SIM com preço acessível. Pela própria natureza da empresa que fabrica o produto, o objetivo do preço em si foi alcançado (R$ 799). Porém… será que vale a relação custo benefício?

O review a seguir pretende responder essa pergunta. Mais: pretende saber se as restrições adotadas no hardware impactam de forma crítica a experiência de usuário, quais são os limites de execução de aplicativos e tarefas a serem executadas, e para qual tipo de usuário o Multilaser MS6 é pensado.

 

Características Físicas

2015-05-30 10.10.55

O Multilaser MS6 é um autêntico phablet. É um modelo que tem um agarre agradável, mas isso no meu caso, que tem uma mão de grandes proporções (quem tem mãos pequenas precisam ficar atentos a esse detalhe). Talvez eu não me incomode com o tamanho desse smartphone por conta de já usar o Motorola Moto Maxx desde o começo de 2015, ou seja, um phablet para mim não é problema algum

2015-05-30 10.11.48

Grandes dimensões podem representar um peso um pouco mais elevado do que o desejado. E é isso o que acontece com esse smartphone da Multilaser. O modelo pode ser pesado para ser carregado no bolso da calça, e suas grandes dimensões podem incomodar os mais exigentes.

2015-05-30 10.15.41

Seguindo a tendência de personalização de dispositivos, o MS6 conta com carcaças traseiras coloridas. Pelo menos três tampas acompanham o produto, além de um case de silicone que vem muito bem a calhar, pois reforça a segurança do dispositivo em caso de quedas ou acidentes.

2015-05-30 10.12.12 2015-05-30 10.11.54

O dispositivo conta com a disposição de botões que foge um pouco daquilo que os recentes lançamentos do mercado estão oferecendo, ou seja, botão de liga/desliga/bloqueio de tela do lado direito, e botões de controle de volume do lado esquerdo. Talvez a Multilaser entenda que essa é a disposição que a maioria dos usuários melhor se adapta na hora de manusear o dispositivo durante as chamadas. Há controvérsias.

Como a tampa é removível, podemos ver os dois slots para SIM cards, o slot para cartões microSD e a bateria do smartphone.

2015-05-30 10.14.05

Mas a boa notícia de tudo isso é que o Multilaser MS6 é um smartphone muito bem construído. Uma construção sólida, em um dispositivo bem selado, com todos os parafusos ocultos ao usuário, e com sua disposição de elementos físicos minimamente organizado. Nesse aspecto, temos aqui um bom trabalho.

 

Tela

2015-05-30 10.18.24

O Multilaser MS6 possui uma tela IPS de 5.5 polegadas (540 x 960 pixels), e esse é um dos destaques que a fabricante mais enfatiza quando promove o produto. Não apenas pelas dimensões do produto em questão, mas também pela qualidade de imagem. Ok, por partes.

Essa tela não compromete na hora de visualizar os elementos da interface de usuário. Também não vai comprometer para os usuários menos exigentes na hora de reproduzir vídeos por streaming (até porque serviços como o YouTube já identificam o tipo de resolução máxima da tela do dispositivo, se adaptando automaticamente ao melhor formato). Logo, para um uso mais casual, sem problemas.

2015-05-30 10.16.47

Para ver os vídeos de forma casual, a tela do Multilaser MS6 não faz feio. O tamanho é excelente, e se o usuário não se incomodar em deixar de lado os formatos de arquivo em alta definição (e ainda ser um adepto dos arquivos de vídeo em .RMVB), o dispositivo pode ser uma boa opção para ter um entretenimento de forma casual durante o trânsito.

Porém, essa tela não conta com um toque tão preciso e suave como em outros dispositivos. Em diversas oportunidades, foi necessária uma pressão um pouco acima do desejado para determinadas atividades (principalmente em jogos), sem falar que tal característica prejudica um pouco a experiência de uso. Aqueles usuários mais exigentes certamente vão se incomodar com esse detalhe.

 

Sistema Operacional e Interface de Usuário

Screenshot_2015-05-30-10-33-50

O Multilaser MS6 conta com o sistema operacional Android 4.4.2 KitKat, com alguma dose de customização por parte da fabricante nacional. As customizações não são agressivas ao ponto de descaracterizar drasticamente a proposta do Android puro, ou de impactar de forma relevante o desempenho do dispositivo.

Screenshot_2015-05-30-10-34-05

A maior personalização adotada pela Multilaser está – por incrível que pareça – na tela de bloqueio do dispositivo, onde foi implantado um hub de atalhos para recursos e aplicativos, que não são tão relevantes a ponto de beneficiar a experiência de uso, até mesmo dos mais casuais. No final das contas, em alguns momentos, essa tela de bloqueio mais atrapalha do que ajuda, pois nem sempre você consegue um desbloqueio suave e preciso.

Screenshot_2015-05-30-10-34-25

Nos demais itens, a Multilaser não mexeu muito no sistema. Apenas pré-instalou alguns aplicativos que são considerados mais populares entre os usuários (WhatsApp, Facebook, Skype) e algumas soluções que, nesse caso, são muito bem vindas (Flipboard, Evernote, VLC), que ajudam na hora de permitir que o usuário já comece a utilizar o smartphone de forma eficiente desde a primeira inicialização.

 

Qualidade de Áudio

Uma coisa boa do Multilaser MS6 é a sua qualidade de áudio. Mesmo com um alto-falante traseiro, o smartphone reproduz o seu áudio com um volume elevado, algo que deve agradar aqueles que gostam de curtir um game com maior imersão, ou um vídeo onde é fundamental ouvir todos os diálogos.

2015-05-30 10.12.54

Tanto para chamadas quanto para a reprodução do áudio multimídia, o MS6 vai bem. Não foram percebidas anormalidades ou distorções. É claro que o quesito qualidade de áudio é algo subjetivo, e pode variar de pessoa para pessoa. Ao meu ver, o telefone da Multilaser até que cumpre bem o seu papel, sem comprometer.

 

Internet

Esse é um item que causou uma certa controvérsia. Talvez um dos motivos do Multilaser MS6 ser tão eficiente na sua autonomia de bateria (falo sobre isso daqui a pouco) está no fato do seu modem WiFi ter uma recepção de sinal bem abaixo do normal (ou do que a média aceitável entre os demais dispositivos).

Clipboard02

Os pontos de sinal de rede WiFi sempre ficaram muito abaixo do esperado, e nesse caso, não podemos colocar a culpa na estrutura da minha casa (onde os testes aconteceram), já que todos os demais dispositivos que utilizo diariamente não se comportaram assim.

Esse é o tipo de detalhe que pode afetar de forma sensível a experiência de uso, principalmente para os usuários que pretendem fazer o download de grande volume de dados de uma única vez. É algo que a Multilaser precisa pensar de forma séria nas próximas versões do dispositivo.

 

Câmera

Screenshot_2015-05-30-23-38-22

O Multilaser MS6 possui uma câmera de 8 megapixels, que oferece um resultado final de imagem razoável, levando em conta as suas características e a proposta geral do aparelho, o sensor traseiro é apenas mediano para o registro de fotos casuais, que normalmente são compartilhadas nas redes sociais.

Screenshot_2015-05-30-23-38-58

O seu software de câmera possui alguns dos recursos mais básicos, e permite o ajuste de determinados parâmetros que podem entregar como resultado final fotos bem interessantes. Na verdade, o MS6 possui o mesmo software que vários outros fabricantes ‘de linha branca’ (principalmente chineses) utilizam em seus smartphones e tablets. De fato, todo o projeto desse smartphone tem essa mesma base, mas também falo disso mais adiante.

Screenshot_2015-05-30-23-39-19

O sensor frontal de 2 megapixels é igualmente razoável para videochamadas. Não espere muito para as selfies, pois aí também é pedir demais. Existem outros modelos mais recomendados. É claro que você vai pagar um pouco a mais, mas é a regra, amigo.

IMG_20150531_144853 IMG_20150531_144848 IMG_20150531_144823IMG_20150531_144944

A câmera traseira também pode gravar vídeos com qualidade razoável. Nada muito fora do esperado para um dispositivo com as suas características técnicas. Porém, vale o reforço que esse smartphone agrada mais os usuários casuais, ou aqueles que não querem gastar muito para ter esses recursos em um telefone inteligente. E, normalmente, temos uma qualidade compatível com o valor pago.

IMG_20150531_144933 IMG_20150531_144916 IMG_20150531_144906

 

Games

Definitivamente, o Multilaser MS6 não é feito para aqueles que desejam executar jogos mais complexos. Durante os testes, o dispositivo só executou de forma plena o jogo Subway Surfers. Os demais ou apresentaram algum tipo de problema durante a execução, ou simplesmente não conseguiram rodar no dispositivo.

Screenshot_2015-05-30-17-58-10

Por exemplo, o Real Racing 3 até que teve um desempenho razoável, apesar de alguns lags no vídeo de introdução do jogo. No jogo em si, ele apresentou alguns lags, mas algo que não prejudicou por completo a jogabilidade. Já jogos com Dead Trigger 2 simplesmente não rodaram (travaram na tela de loading). Iron Man 3 ainda fez um download de um arquivo complementar de 1 GB para rodar o game com certas dificuldades (que também comprometeram parcialmente a sua jogabilidade).

Screenshot_2015-05-31-12-27-03

Mas o que mais surpreendeu (negativamente) no Multilaser MS6 é o fato dele não rodar o game Jetpack Joyride, por incompatibilidade pura com o hardware. Ou seja, ter um processador quad-core de 1.3 GHz é o essencial para as execuções mais básicas, mas está bem longe de ser o mais adequado para tarefas mais pesadas ou com maior demanda de recursos de hardware.

Screenshot_2015-05-31-12-39-08

Para quem quer jogar no smartphone, fica a dica: deixe de ser mão de vaca e gaste mais dinheiro em um modelo com um hardware mais capaz.

 

Multimídia

Se tem uma coisa boa no Multilaser MS6 é que no quesito multimídia, até que ele atende bem, já que tem o básico para garantir o entretenimento daqueles que se deslocam todos os dias de um lado para outro.

Para começar, o dispositivo tem um aplicativo dedicado de rádio FM, algo que é sempre muito solicitado pelos usuários dessa faixa de preço, e por aqueles que gostam de ouvir uma música ou se manterem informados durante as suas jornadas diárias.

Apesar de contar com uma tela limitada a uma resolução de 540 pixels, ela é suficiente para uma boa reprodução de vídeos via streaming, além de arquivos em baixa resolução. O seja, os usuários menos exigentes nesse sentido podem se dar bem.

Não foram observados travamentos ou engasgos nos vídeos por streaming via YouTube (que automaticamente identifica qual é a resolução suportada e já reproduz o vídeo nessa resolução) e nos vídeos com resolução SD. Para os vídeos em HD (720p), alguns engasgos foram percebidos, e os vídeos em Full HD (1080p), a reprodução fica algo quase impraticável.

 

Bateria

O Multilaser MS6 conta com uma bateria de 2.000 mAh, que possui um comportamento peculiar. Durante os testes, observamos que enquanto o dispositivo ficava inativo ou em standby, o consumo de bateria é praticamente zero. Não há consumo de bateria ou redução da porcentagem de bateria.

Screenshot_2015-05-30-10-34-43

Porém, quando o dispositivo começa a ser utilizado em tarefas mais complexas (principalmente nos jogos mais pesados), a bateria é consumida rapidamente. E não é nem por conta do consumo da energia da tela – o principal responsável pelo consumo energético de qualquer smartphone -, mas sim por conta dos recursos de hardware do próprio telefone.

É um comportamento atípico para um dispositivo desse porte. De qualquer forma, para a maioria das atividades consideradas comuns para os usuários (navegação na web, redes sociais, jogos casuais, etc), o consumo de bateria é satisfatório, e pode sim aguentar pelo menos um dia completo de uso, mesmo sendo um dispositivo dual-SIM. É o mínimo que se pede.

 

Armazenamento

O smartphone da Multilaser conta com 8 GB de armazenamento interno (apenas 4.4 GB disponíveis para o usuário). É pouco espaço para os aplicativos mais pesados, mas pensando nas características técnicas do produto e suas finalidades de uso, podem ser suficientes para que o usuário instale o que ele considerar o mais importante para um uso diário.

Screenshot_2015-05-30-10-35-02

O problema é amenizado pelo fato da Multilaser oferecer um cartão microSD de 8 GB no kit de venda, além do fato do sistema Android KitKat permitir a transferência de alguns aplicativos instalados no dispositivo para o cartão de memória.

Por outro lado, o cartão microSD oferecido no kit de venda do MS6 chegou a travar depois de 10 dias de utilização do dispositivo, corrompendo os dados nele armazenados. É altamente recomendado que você compre um cartão microSD de sua preferência (de até 32 GB) para que você armazene os seus dados com maior segurança. Não posso afirmar se o problema aconteceu pela baixa qualidade do cartão de memória fornecido no kit de venda, ou se é do software customizado pela Multilaser. Fato é que a falha aconteceu, o que é uma pena (de novo).

 

Desempenho

No final das contas, o Multilaser MS6 tem um desempenho considerado mediano. Não é um dispositivo que se comporta como um top de linha, mas também não tem um desempenho limitado a ser um modelo de entrada com tela grande. É um dispositivo que, dentro da sua proposta, pode ser considerado ‘honesto’.

Por outro lado, compreendo que é possível se obter melhores resultados com um modelo com uma tela menor, na mesma faixa de preços, mas com especificações técnicas um pouco mais robustas. A Multilaser até fez um bom trabalho em oferecer um smartphone com tela de 5.5 polegadas, processador quad-core de 1.3 GHz e 1 GB de RAM, mas que ainda ficam aquém dá concorrência no conjunto geral.

Os problemas que apareceram durante o review são pontuais, mostrando que o dispositivo ainda teria como ser melhor, caso as escolhas feitas para o seu hardware não fossem tão restritas. Espero que nas próximas versões desse smartphone, a Multilaser pense bem em como tornar a equação custo-benefício ainda melhor, oferecendo uma qualidade técnica mais elevada, para que os usuários possam realizar as tarefas com maior eficiência e fluidez.

 

Conclusão

2015-05-30 10.18.16

O Multilaser MS6 é uma alternativa para aqueles usuários que contam com necessidades muito básicas no dispositivo, mas que querem realizar essas tarefas em uma tela de grandes dimensões, em um telefone com suporte dual SIM. Não são muitos os aparelhos disponíveis no mercado com essas características, e o modelo da Multilaser é um dos mais baratos do mercado.

Porém, é preciso ter em mente todas as características apresentadas nesse review. O modelo certamente não é recomendado para usuários intermediários ou avançados, ou para aqueles que já contam com uma certa experiência nos dispositivos com o sistema Android, e esperam um pouco mais do dispositivo. Se você quer extrair mais de um smartphone, não tem jeito: gaste um pouco a mais para receber uma maior performance.

Para quem gosta de telas grandes e quer fazer realmente o básico, a escolha pode ser interessante (desde que saiba das questões apresentadas nesse review).

 

Review em Vídeo

 

Multilaser anuncia o Webbox, o media player com sistema Android

by

multilaser-webbox

A Multilaser anuncia o lançamento oficial do Webbox, a sua solução de reprodutor de conteúdos multimídia com sistema Android. O produto também se apresenta como “o computador que se conecta na TV”, uma vez que oferece também os principais recursos de navegação à internet, gerenciamento de arquivos e instalação de aplicativos do sistema da Google.

O produto conta com a versão 4.0 Ice Cream Sandwich do sistema Android, e oferece acesso aos principais aplicativos de redes sociais e comunicação instantânea, como Facebook, Twitter, Google+, Hangout e Skype. Para cumprir com as suas aspirações de oferta de entretenimento, o Webbox também conta com os aplicativos do YouTube e do Netflix pré-instalados, além dos jogos Angry Birds e Fruit Ninja.

O produto é compatível com a Google Play Store, permitindo a instalação de outros aplicativos compatíveis com o produto e a sua versão do Android. Você pode conectar o Webbox na internet via cabo RJ45 ou Wi-Fi, através do roteador doméstico. O modelo acompanha um controle remoto que possui um teclado QWERTY físico, facilitando assim a interação do usuário com o produto. O controle também possui um sensor de movimento, permitindo um acesos mais prático aos elementos da tela.

O usuário também pode assistir filmes e vídeos em alta definição, utilizando a saída HDMI do produto. Também pode reproduzir vídeos em diversos formatos, através das duas portas USB, que pode receber pendrives e HDs externos, ou do slot para cartões SD, transformando assim o produto em um autêntico media player.

Preço sugerido de R$ 449,00.

Via Assessoria de Imprensa

Multilaser Titanium, mais um smartphone de entrada com Android 4.0

by

multilaser-titanium

A Multilaser segue apostando nos smartphones Android de entrada, mas com a versão 4.0 Ice Cream Sandwich, no novo modelo Titanium. O dispositivo conta com tela de 4.3 polegadas e design sóbrio, prometendo atender aos desejos dos usuários com as necessidades mais básicas em um dispositivo desse porte.

O Multilaser Titanium conta com um processador de 1 GHz, possui suporte para dois chips SIM, conectividade à internet via WiFi e 3G, recurso de roteador para compartilhar a conectividade 3G com outros dispositivos, Bluetooth e GPS. Sua câmera traseira possui 3 megapixels de resolução, e a câmera frontal possui 1.3 MP. O smartphone ainda conta com sensores de luminosidade e giroscópio.

Disponível nas opções de cores preto e branco, o Smartphone Multilaser Titanium tem o preço sugerido de R$ 599,00.

Via Assessoria de Imprensa

Multilaser Prime, um smartphone Android com tela 4.7 polegadas dual-core e dual chip

by

multilaser-prime

A Multilaser anuncia o lançamento para o Brasil do smartphone Prime, que se destaca pela tela ampla e proposta de dispositivo de linha média, com oferta de WiFi e 3G.

O modelo possui uma tela de 4.7 polegadas, para uma melhor interação com o sistema operacional (Android 4.0 Ice Cream Sandwich – sic), além dos já tradicionais dois slots para SIM cards. O Multilaser Prime possui ainda um roteador WiFi, para oferecer o acesso da conectividade 3G para outros dispositivos.

O lançamento também possui Bluetooth, GPS e A-GPS integrados, além de uma câmera traseira de 8 megapixels e câmera frontal de 2 megapixels, contando também com giroscópio, sensor de luminosidade e atalho dedicado para e-mails. Sua memória interna é de apenas 4 GB de armazenamento (expansíveis via slot para cartões microSD de até 32 GB).

O smartphone Multilaser Prime está disponível nas cores branco e preto, e tem preço sugerido de R$ 799,00.

Via Assessoria de Imprensa

Multilaser lança no Brasil o Orion, smartphone Android de entrada dual-chip

by

multilaser-orion

A Multilaser lança no Brasil o smartphone Orion, mais uma opção de dispositivo Android de entrada, com boa relação custo/benefício. O modelo se destaca por contar com as conectividades 3G e WiFi, além de dois slots para chips SIM.

Equipado com sistema operacional Android, o Multilaser Orion conta com a conectividade Bluetooth 4.0, tela de LCD touch de 3.5 polegadas HVGA (480 x 320), câmera traseira de 2 megapíxels e sensores de toação de tela. Seu processador é de 1 GHz single-core e o seu preço sugerido é de R$ 299,00.

Principais características

. Dual Chip
. Android
. Processador 1.0 GHz
. Touchscreen 3.5″ HVGA (480 x 320)
. Câmera 2.0mp
. Quadriband
. Internet 3G
. WI-FI
. Função Modem 3G
. Bluetooth 4.0
. Compatível com cartão Micro SD de até 32GB

Via Assessoria de Imprensa

Multilaser lança suporte e capa magnética Smart Cover para iPad e Galaxy Tab

by

bo188_pos6_alta

A Multilaser está com uma novidade  para consumidores que desejam utilizar os tablets com mais praticidade, segurança e conforto. São cases magnéticos com suporte integrado para os tablets, disponíveis em quatro modelos: dois para iPad (Mini iPad e iPads 2;3 e 4) e dois para Galaxy Tab ( 7″ e 10.1″).

Com o lançamento, é possível proteger melhor os aparelhos e trabalhar e se divertir com muito mais conforto. As capas permitem posicionar o as pranchetas eletrônicas nos sentidos verticais e horizontais em diferentes ângulos de inclinação.

Resistentes, os lançamentos possuem acabamento em nylon, alça elástica de segurança e interior de camurça para maior maciez e proteção para os dispositivos.

Os preços sugeridos são:

  • Mini iPad Smart Cover 360º R$ 79,90
  • iPad Smart Cover 360º (para iPad2 e iPad 3) R$ 94,90
  • Galaxy Smart Cover 360º para Galaxy 7″ R$ 79,90
  • Galaxy Smart Cover 360º para Galaxy 10.1″ R$ 94,90

bo190_pos2_alta

Via Assessoria de Imprensa

Multilaser lança no Brasil combo Slim White, com teclado e mouse sem fio

by

multilaser-slim-white

Mais um lançamento da Multilaser para o mercado brasileiro, e dessa vez, vemos uma dupla de acessórios que visa deixar a sua área de trabalho mais limpa e elegante. O combo Slim White é composto pela dupla mouse + teclado sem fio na cor branca, oferecendo elegância e praticidade para quem busca tais características em todos os seus produtos.

O lançamento possui nano receptor USB e alcance de até 10 metros. Seu teclado mede apenas 28 cm, e conta com teclas do tipo chocolate, que são mais achatadas e de tamanho mais confortável apra a digitação. Já o mouse óptico oferece 3 velocidades para maior precisão (800, 1200 e 1600 DPI).

O preço sugerido do Combo Slim White é de R$ 99,90.

Via Assessoria de Imprensa (Multilaser Brasil)

Multilaser lança o tablet M-Pro, com processador dual-core e dois slots para chips SIM

by

multilaser-m-pro-01

A Multilaser anuncia no Brasil o lançamento do tablet M-Pro, que conta com tela de 7 polegadas (capacitiva e multitoque), sistema operacional Android 4.1 Jelly Bean e conectividades Wi-Fi e 3G, com opção para dois slots para chips SIM.

O lançamento possui um processador dual-core de 1 GHz, 512 MB de RAM DDR III e 4 GB de armazenamento para o usuário (expansíveis via slot para cartões microSD de até 32 GB). Sua tela possui resolução de 800 x 480 pixels, e o tablet ainda conta com uma câmera traseira de 2 MP, além de câmera frontal de 0.3 MP.

Com peso de 370 gramas, o Multilaser M-Pro possui sensor de gravidade, alto-falante, microfone integrado, porta USB 2.0 e entrada para fones de ouvido. Sua bateria de lítio possui autonomia para até 6 horas de reprodução de vídeos, e 48 horas no modo standby.

Disponível nas opções de cores preto e pink, o lançamento da Multilaser chega ao mercado por R$ 849,00.

multilaser-m-pro-02