Arquivo para a tag: modding

Xbook One S, um Xbox One S em forma de notebook

by

xbook-one-s-2

O modder Ed Zarick surpreende com o Xbook One S, um Xbox One S portátil e em forma de notebook.

O modding se resume em “embutir” o hardware do console em um case com tela integrada, para que se transforme em uma espécie de sistema de entretenimento portátil.

Apesar da simplicidade, Zarick quis ir um pouco além, transformando o projeto em um notebook, com uma tela de 19 polegadas (HD), menor e mais leve que a utilizada em outros mods.

Um Xbox One S portátil… que não é tão portátil assim…

xbook-one-s_chamada

 

O portátil não conta com bateria interna, ou seja, só funciona na tomada, o que impede sua utilização em qualquer lugar. Mesmo assim o resultado final do conjunto é muito bom, e o design está bem cuidado, apesar desse último detalhe ser uma questão de gosto.

Produtos como esse mostram como temos mentes criativas que oferecem soluções bem funcionais para aqueles que querem fugir do design tradicional. Muita gente que eu conheço gostaria de ter essa versão do Xbox One S.

xbook-one-s-1

 

O preço do Xbook One S é de US$ 1.195, desde que você ofereça o seu console para ser modificado por Zarick. Caso contrário, será cobrado o valor do Xbox One S. Por exemplo, na versão com 500 GB de armazenamento, o preço final do modding será de US$ 1.495.

 

Via Neowin

Jogar Skyrim com batatas é possível, mas é difícil

by

Playing Skyrim with a Potato

O mundo do modding torna possível coisas incríveis, além de manter vivos jogos muito antigos (DOOM é um dos melhores exemplos), mas também cria novas formas de jogos. Como, por exemplo, permitir o controle do game Skyrim com batatas.

Já vimos algo muito parecido ao criarem um teclado musical com um conjunto de frutas, com a ajuda de uma Raspberry Pi e um Capacitive Touch HAT, sistema que transforma praticamente qualquer material condutivo em uma tecla ou botão. Com isso em mente, entendemos esse mod do Skyrim, que se vale do sistema Makey Makey, com os mesmos princípios de base, contando com vários conectores independentes que, uma vez conectados nas batatas, aproveitam a alta condutividade elétrica para criar um dos controles mais originais que já vimos.

Obviamente, o sistema não é perfeito, muito menos entrega uma excelente, mas é totalmente funcional, obtendo um resultado melhor do que o imaginado. Se você gostou do conceito e quer reproduzir o seu funcionamento, basta seguir os passos descritos no tutorial disponível nesse link.

 

Via TweakTown

Um Game Boy Color nano que saiu de um Burger King

by

gameboycolornano

Se você acha que ir até o Burger King só vai matar sua fome (ou fazer você voltar para casa usando uma coroa de papelão na cabeça), saiba que você está redondamente enganado. Essa famosa rede de fast food presenteou durante um tempo (lá fora) uma série de pequenas unidades de um Game Boy de brinquedo, decorados com diferentes Pokemons. Até aí, tudo bem.

A ação de marketing inspirou o nosso protagonista desse post, um usuário do Reddit chamado ChaseLambeth, que decidiu se aproveitar da carcaça e dimensões do brinquedo para acoplar uma pequena tela de 2 polegadas e um Raspberry Pi Zero, que é capaz de executar a distribuição RetroPie, especializada em emuladoras.

 

O resultado esse experimento pode ser visto nas imagens que o seu criador compartilhou: uma versão super reduzida do Game Boy Color, com a possibilidade de executar ROMs do Game Boy, Game Boy Color e Game Boy Advance. Hoje o dispositivo conta com três modelos diferentes, e seu fabricante chegou a vender uma dessas unidades por nada menos que US$ 250.

Um pequeno, porém, incrível mod que vale a pena respeitar. Afinal de contas, quem não queria ter um Game Boy Color nano? Eu sei que tem gente que não queria, mas temos que sustentar o mito que passa pelos meus olhos. Mas nada muito sério.

E aí? Se animou a fabricar o seu?

Via KotakuReddit

Game Boy Zero, um Game Boy modificado que roda qualquer jogo retrô da Nintendo

by

game-boy-zero-ed2

Uma Game Boy que pode rodar jogos do NES, SNES, Game Boy e Game Boy Advance? Sim, é possível. O YouTuber Wermy mostra m seu canal todo o processo para materializar o Game Boy Zero, um divertido mod do Game Boy que roda qualquer jogo retrô da Nintendo.

Isso só foi possível com a ajuda de uma Raspberry Pi Zero (com o emulador instalado), um cartucho modificado para poder utilizar um cartão microSD e muita imaginação para seguir adiante, além da concessão, dentro do espírito retrô, de algumas modernidades, como incluir uma tela de 3.5 polegadas, uma bateria de íon-lítio de 2.000 mAh melhorada com recarga via USB, um conector mini HDMI e botões extras para jogar alguns títulos mais recentes.

game-boy-zero-ed2-02

O Wermy documentou todo o processo de construção do Game Boy Zero no Imgur, montando um guia que, apesar de não ser um tutorial ao pé da letra, pode dar uma ideia muito boa sobre como é possível realizar essa atraente modificação. Certamente os usuários mais habilidosos no assunto poderão reproduzir o feito sem maiores dificuldades.

O criador também responde a qualquer pergunta relacionada ao projeto no YouTube. Sem falar que, se você se animar a fazer a sua versão do console portátil, sempre terá o apoio do próprio autor da façanha.

Vídeo demonstrativo a seguir.

 

Via SploidYouTube (Wermy)Imgur

 

Papel, imã e cobre: o necessário para você criar o seu alto-falante em casa

by

alto-falante-caseiro

Janet Fitts, uma usuária do YouTube, mostrou que com papel, fio de cobre, um imã e um par de componentes adicionais básicos, qualquer pessoa pode criar um singular alto-falante magnetostático.

As configurações obtidas são muito limitadas, com uma qualidade de som e reprodução deficiente, de modo que o experimento serve mais para demonstrar o simples funcionamento desses alto-falantes. esse tipo de conceito é similar ao dos alto-falantes eletrostáticos, mas no lugar de usar voltagens altas são utilizadas correntes altas.

Os imãs oferecem o campo magnético estático, as tiras utilizadas no design levam os sinais de áudio utilizando um diagrama que, ao se mover pelas forças magnéticas, produzem o som.

O conceito não é novo, e é utilizado até hoje para designs e produtos comerciais, mas sua aparência é pouco elegante pelos requisitos do design, fazendo com que não fossem muito populares. O que fica claro é que o experimento demonstra de novo que uma tecnologia aparentemente complexa pode ser mais simples do que imaginamos.

 

Via Motherboard

Adicionaram um slot microSD no Nexus 5

by

nexus-5

Para muitos, o Nexus 5 (fabricado pela LG) foi o melhor de todos os smartphones da Google. Porém, uma de suas grandes carências era a ausência de um slot para cartões microSD, principalmente quando pensamos que o modelo poderia ter um limite de 16 GB de armazenamento. Então, um usuário decidiu tentar inserir por conta própria um slot microSD nesse smartphone, e conseguiu resultados satisfatórios.

Nexus-5-microSD-card-mod-1

Para alcançar esse objetivo, ele reordenou o interior do smartphone para conseguir um espaço na placa para adicionar o slot e fazer com que tudo funcione. Algo bem útil no Android 6.0 Marsmallow, que reconhece a microSD como armazenamento interno de forma automática.

Nexus-5-microSD-card-mod-2

Infelizmente, nem tudo foi perfeito. As mudanças de hardware não são compatíveis com a tampa traseira original, mas sim com um case protetor que acaba com a estética do Nexus 5. Porém, levando em conta a complexidade da modificação e o resultado alcançado, temos que reconhecer a validade dessa iniciativa.

Via Android Authority

Um console portátil em um controle do Xbox, com uma Raspberry Pi Zero

by

console-em-um-controle-do-xbox

Um usuário chamado Terence Eden decidiu integrar a Raspberry Pi Zero em um controle do Xbox (o primeiro), que é especialmente grande. Com isso, conseguiu um console portátil que roda jogos como Doom, com a ajuda do projeto RetroPie.

O usuário explica em seu blog todos os passos do processo de montagem, explicando que não pode abrigar completamente o miniPC no controle, deixando assim uma parte aberta para utilizar os conectores da Raspberry Pi Zero na hora de alimentar a placa e obter a saída de vídeo por miniHDMI.

Os botões e direcionais foram conectados a um cabo USB OTG, que simplesmente conectou cada cabo de forma adequada. A partir daí, bastava instalar uma ROM pré-compilada do RetroPie para usar na Raspberry Pi. O controle foi detectado de forma direta e sem problemas.

Via Terence Eden

Modbook, o iPad Pro com OS X que existe desde 2012

by

Modbook Pro-01

Para aqueles que queriam um iPad Pro com OS X, se for depender da Apple, pode esquecer. Tão cedo não vem. Mas olhando para o ano de 2012, vemos o Modbook, que nada mais é do que o modding de um MacBook Pro de 13 polegadas para o formato tablet, e com o sistema Mac OS X.

O Modbook basicamente integra todo o hardware do MacBook Pro, mas em um formato de tablet. Aqui, temos duas limitações importantes: a ausência do teclado físico e de uma tela touch. No seu lugar, temos o suporte para a caneta digitalizadora, com a ajuda da tecnologia Wacom.

O resultado é um dispositivo que é quase um “Frankenstein”, não sendo leve, nem fino, mas muito caro: entre US$ 2.699 e US$ 2.999, de acordo com a configuração escolhida. Sem falar que você perde a garantia da Apple (mas o seu fabricante oferece um ano de garantia própria).

Com o OS X, não deve ser difícil integrar um teclado e mouse ao Modbook, mas com esse preço, o iPad Pro começa a ser visto com outros olhos.

Via ZDNet

 

Transformaram um Nintendo DS quebrado em um Game Boy Micro

by

game-boy-macro

Você tem um Nintendo DS quebrado e não sabe o que fazer com ele? Então, leia com atenção esse post. Anthony Thomas decidiu utilizar a base inferior do seu velho console para relembrar os jogos clássicos da infância, e transformou o velho DS em um Game Boy Micro… ou seria um Game Boy Macro?

O minucioso mod foi compartilhado com riqueza de detalhes para que qualquer pessoa tente reproduzir a criação. Mas se você optar pelo caminho mais fácil, Thomas pode fazer a transformação por você, mediante um pagamento prévio.

Não é uma tarefa das mais simples. Depois de comprar um Nintendo DS quebrado no eBay por US$ 10 (a tela superior não funcionava), Thomas teve que pesquisar na internet alguma solução para o problema do console – que não ligava quando a tela superior era retirada. Para isso, ele colocou uma resistência de 330 OHM em dois pinos específicos, e tudo voltou a funcionar.

Mas isso não é tudo. Ainda era preciso encontrar os pinos de som, eliminar o stylus para dar espaço ao alto-falante, e dar forma ao case original com massa e pintura para um acabamento perfeito.

game-boy-macro-2

O resultado e todos os passos do processo podem ser vistos no blog do seu criador, mas se você quiser receber uma unidade, pode enviar o seu Nintendo DS para ser transformado por US$ 110, ou pedir um modelo pronto por US$ 130.

19361979

Nintendo Wii U

Via KotakuAnthony Thomas

 

Como ter um Apple Watch Edition sem gastar US$ 10 mil?

by

apple-watch-dorado-spray

O Apple Watch Edition é um smartwatch feito para poucos. Há quem diga que ele pode chegar a custar até R$ 98 mil no Brasil. Lá fora, ele já começou a ser comercializado por US$ 10 mil. Mas como tem muita gente que vive sempre em modo ‘hack da vida’, saiba que você não precisa pagar essa fortuna toda para ter um relógio inteligente com essa aparência exclusiva.

Casey Neistat publicou em seu canal de vídeos no YouTube como ele conseguiu um Apple Watch Edition que custa bem mais barato do que comprar o modelo de luxo direto da Apple. E utilizou a solução mais óbvia do mundo: o spray dourado.

Munido de muita coragem (para não estragar o produto recém comprado) e criatividade, Casey pintou a carcaça da sua unidade do Apple Watch com spray dourado. E o resultado ficou bem aceitável. É claro que o tom dourado não é o mesmo do smartwatch de ouro, mas o que vale aqui é o efeito moral de poder mostrar ao mundo que não são só os ricos e poderosos que podem ter um relógio da Apple dourado.

A seguir, um vídeo que mostra um pouco mais do processo adotado por Casey.

 

Via @oEduardoMoreira

PlayBox é a fusão de dois mundos (PS4 + Xbox One)

by

playbox-xboxone-ps4

O produto feito para os indecisos. Essa é a melhor definição para a PlayBox, o novo trabalho artesanal do modder Ed Zarick, conhecido por suas modificações de consoles para dar vida aos modelos portáteis que deixam os gamers simplesmente apaixonados.

Dessa vez, ele unificou um PS4 e um Xbox One em um mesmo chassi com aparência de notebook, com tela de 22 polegadas. Para isso, ele utilizou um monitor Vizio 1080p, e simplificou os componentes de cada console para que tudo pudesse caber na carcaça preparada para essa ocasião.

O resultado é um sistema completamente funcional, que roda os dois consoles (apesar de ambos não poderem ser ligados ao mesmo tempo). Os consoles compartilham do mesmo cabo de alimentação, e contam com uma porta Ethernet cada uma, além de oferecer uma saída HDMI para conexão do PlayBox em telas maiores.

No processo, o Xbox One perdeu as portas USB (que são internas) e o botão de liga/desliga do PS4 não funciona corretamente por conta de sua funcionalidade tátil, de modo que o seu criador utiliza o DualShock 4 para ligar o console.

Tal com suas criações anteriores, Zarick vai fabricar outros modelos idênticos por encomenda, mas já avisa que o seu preço será um pouco mais elevado do que as suas criações anteriores.

 

Via Pocket LintEds Junk

 

O desktop só segue sobrevivendo no mercado se passar a ser como esse mod-PC

by

lian-li-dk01-desk-pc-case

O mercado de PCs está em crise. A plataforma que foi a predominante para a informática de consumo por anos agora recebe duros golpes por todos os lados, até mesmo empresas como Intel e Microsoft estão olhando para outros, mercados, vendo o declínio das vendas dos computadores tradicionais.

Porém, perder o seu posto como plataforma predominante não quer dizer que ela precisa morrer. O computador tradicional seguirá como peça fundamental para a produtividade, especialmente em centros de desenvolvimento, escritórios, indústria de design, produção e edição de vídeo e áudio, videogames e, no meu caso em especial, blogueiros.

Uma comunidade gamer está especialmente orgulhosa dos seus computadores tradicionais. E como não ficar, uma vez que eles conseguem resultados fantásticos como esse mod-PC que você vê nas fotos desse post? Se os próximos PCs forem desse jeito, ainda há esperança para os tradicionais desktops.

lian-li-dk01-desk-pc-case-2 lian-li-dk01-desk-pc-case-3 lian-li-dk01-desk-pc-case-4 lian-li-dk01-desk-pc-case-5

Via Gizmologia

Um pinball 100% funcional, feito com peças do Lego Star Wars

by

Lego-Star-Wars-Pinball-1

Um modder conhecido como 6kyubi6 conseguiu o que muitos de nós sonhamos em fazer: unificar três conceitos que amamos em um só. Pinball, Star Wars e Lego. Essas três palavras mágicas são usadas em conjunto, e com sabedoria.

Algum dia muitos de vocês vão tentar construir essa bela máquina de pinball com as peças do Lego Star Wars. Ok, acredito que algumas peças adicionais foram inseridas para completar o conjunto. Mesmo assim, é o tipo de obra que merece ser reproduzida em larga escala nos lares daqueles que desejam viver intensamente a felicidade de poder exibir um produto desses para os amigos na sala de casa.

12132312973_31041831bc star_wars_pinball_lit

Para ver mais fotos dessa máquina de pinball única, acesse a página do 6kyubi6 no Flickr.

 

Melhor do que uma Steam Machine? Um NES com Steam OS!

by

nes-steam-machine-04

Há um lugar onde o mundo dos gamers modernos converge com a nostalgia da velha guarda dos gamers. Os moddings podem produzir gadgets peculiares, como esse que temos nesse post. Um equipamento que, vendo de longe, lembra muito o NES, console que para muitos de nós significou o primeiro contato com uma infância cheia de videogames. Mas quando observamos com mais detalhes, conseguimos ver muito além. Na verdade, vemos o necessário para suportar os jogos mais exigentes da Steam.

Temos aqui uma carcaça de NES, que abriga um potente PC com APU AMD A10-6700, com gráficos Radeon 8670D. Como podemos ver, o console tem todo o potencial necessário para executar o Steam OS e seus jogos, combinando com plena harmonia o desempenho de um produto moderno com o estilo retrô que todo bom saudosista gosta de ter (e ver).

Seria um produto desses que a Nintendo está precisando para se salvar? Não sei. Quem sabe? Mais fotos a seguir.

nes-steam-machine-01 nes-steam-machine-02 nes-steam-machine-03 nes-steam-machine-05

Via Gizmologia