Arquivo para a tag: lapdock

Motorola Lapdock, com Webtop 3.0, aparece em vídeo funcionado com um Motorola RAZR com Ice Cream Sandwich

by

Um dos acessórios mais interessantes do catálogo da Motoroal pode se atualizar em breve, para oferecer uma maior compatibilidade com os modelos mais recentes. Falamos do Lapdock, um acessório que transforma o seu telefone em um notebook. Um usuário conseguiu atualizar com uma estranha versão beta o dispositivo, com uma até então desconhecida Webtop 3.0.

Com ele, foi possível ajustar de forma conveniente os conectores traseiros (a versão do Lapdock era a do Motorola Atrix), conectar o Motorola RAZR com Ice Cream Sandwich, e aproveitar uma nova experiência no tablet que até então era desconhecida. Entre as mudanças que merecem destaque, podemos ver como o navegador Firefox desapareceu, e no seu lugar, entrou um browser personalizado.

Abaixo, um vídeo que mostra o comportamento do dock com o terminal.

Via Phone Arena

Motorola Lapdock 100: novo design, mesmas funções e maior compatibilidade

by

Com a chegada do Atrix 2, temos o lançamento do Lapdock 100, que é a segunda geração do acessório da Motorola, que em parceria do novo Atrix 2, oferece recursos de um netbook com as funcionalidades de um smartphone.

Se comparado à versão anterior, o novo Lapdock 100 teve sua tela reduzida para até 10.1 polegadas, mas mantendo a resolução da tela. A sensação de definição será ainda maior, por causa do aumento de sua densidade de píxels.

Por outro lado, sua compatibilidade aumentou. Até agora, três dispositivos são compatíveis com o produto (Atrix 2, Droid Bionic e Photon 4G), mas futuros terminais serão compatíveis com o periférico, segundo informa o site do fabricante.

Quanto ao seu design, o modelo é mais grosso na zona traseira, inclinando assim o teclado, oferecendo uma ergonomia ainda maior.

Por enquanto, não há mais detalhes sobre o acessório. O modelo não tem preço, nem data de lançamento definida.

via Motorola

Review | Lapdock para o Motorola Atrix

by

Mais um review para o blog TargetHD. Conforme prometido, continuamos a explorar as propriedades do smartphone Motorola Atrix, e dessa vez, mostramos as principais características do Lapdock, que é um autêntico notebook que é gerenciado pelo smartphone da Motorola. Vamos aos detalhes.

O modelo vem em uma caixa que o deixa muito bem acondicionado, com seus acessórios ficando em um compartimento a parte. É o tipo de embalagem que o usuário não tem o menor desejo de jogar fora.

Uma dos detalhes que saltam aos olhos ao retirar o produto da caixa é a sua baixa espessura. O lapdock é realmente muito fino, podendo ser transportado na mochila com comodidade.

Visão geral da lateral do lapdock. Bem sóbria, ideal para não chamar a atenção durante o uso em ambientes com muita gente.

Abaixo, dois conectores, de portas mini USB e mini HDMI, que não foram utilizadas durante os testes, mas imagino que seja para conexão com outros dispositivos que utilizam recursos semelhantes.

Mais uma imagem que mostra a espessura do lapdock.

Visão geral da parte inferior do produto. Pouquíssimos parafusos, o que indica que a atualização do hardware é praticamente inviável. E nem é a proposta desse produto.

Na parte frontal, temos o botão que atua como indicador de nível de bateria, que mostra com pontos luminosos a autonomia restante da bateria do produto.

Em uma das laterais, o conector para rede elétrica e duas portas USB 2.0, para conexão de periféricos como pendrives e HDs externos.

Aqui, o dock onde você vai conectar o smartphone, para que ele ofereça acesso às funções do smartphone.

Visão geral do notebook. Lembrando: ele só funciona com o smartphone conectado. Ele, sozinho, é um aparelho que fica o tempo todo assim. Desligado. Logo, sem o Atrix, o lapdock é inútil.

Sua tela é ampla o suficiente para que você possa ver todas as informações na tela com conforto e clareza. Para quem vai trabalhar com produção de textos e navegação na internet em qualquer lugar, não terá problemas para ler as informações no lapdock.

Suas teclas são em formato chiclet, com uma pequena curvatura que deixa as teclas levemente cavadas, facilitando assim o ato de digitar.

As teclas são amplas o suficiente para uma boa digitação. Você não terá dificuldades em produzir textos mais longos no lapdock.

A área do touchpad também é ampla, com uma boa área para você movimentar o ponteiro do sistema operacional. Os botões de comando também são grandes o suficiente para facilitar a atividade em ambientes com baixa iluminação.

O adaptador para rede elétrica enviado para testes era do modelo antigo, mas acredito que quando você comprar a sua unidade do Lapdock, ela já estará no padrão novo de tomadas brasileiro.

Quando conectado à rede elétrica, o produto fica com um indicador luminoso, que mostra que sua bateria está em modo de recarga.

Ao conectar o Motorola Atrix no lapdock, ele identifica que está em uma estação multimídia, e se prepara para ativar a interface do lapdock e, ao mesmo tempo, recarrega a bateria do smartphone.

Ao abrir a tampa do lapdock, o sistema é inicializado. Como há parte de um sistema Linux por trás de seu acionamento, a sua inicialização é bem rápida.

O sistema é bem minimalista e prático para ser utilizado. Os principais atalhos estão disponíveis para uso imediato, mas você pode personalizar os ícones que ficarão disponíveis nessa barra de atalhos. Não há menu Iniciar: tudo o que você vai utilizar está aí.

Um dos recursos interessantes do lapdock é que você pode controlar as funções do smartphone na tela do notebook, como se fosse uma extensão do telefone.

Sistema de gerenciamento de arquivos do telefone.

A navegação da internet é relativamente tranquila, mas em alguns sites mais pesados tiveram alguns travamentos do sistema. Mas isso também ocorre com a maioria dos netbooks do mercado. Devemos lembrar que o hardware do lapdock foi desenvolvido para fazer o básico em termos de navegação web, e não para aplicações que exigem alta performance.

A visualização das páginas é confortável, em virtude de sua resolução de tela (1366 x 768). Logo, é mais vantajoso trabalhar em um lapdock do que um netbook. A versão do Firefox presente nesse produto permite a adição de plug-ins, o que garante que produtores de conteúdo de diversos segmentos possam personalizar o navegador para atividades profissionais.

Na parte de vídeos, houveram poucos travamentos, mas a maioria deles rodou com relativa facilidade. Para os vídeos em HD, alguns pequenos engasgos, por causa do seu hardware limitado.

Por fim, o lapdock para o smartphone Motorola Atrix está APROVADO. O produto oferece a praticidade prometida, e para o que se propõe (navegação básica na internet), ele vai muito bem. Para quem quer um produto um pouco melhor que um netbook, para cumprir as funções básicas de acesso à web, ele é uma boa opção, principalmente para quem quer ter um teclado físico para uma digitação mais prolongada.

Em breve, publicaremos aqui no blog o vídeo review do lapdock, mostrando assim mais detalhes do produto.

Evento Motorola: primeiras impressões do smartphone Motorola Atrix, com HD media dock e Lapdock

by

O smartphone Motorola Atrix também está entre nós. O super smartphone (ou, como a própria Motorola afirma, “o smartphone mais poderoso do mundo”) se apresenta como um produto com múltiplas funcionalidades, que cumpre o que promete, e com uma performance que oferece muito mais que um simples entretenimento ou gerenciamento pessoal de contatos e agenda do usuário.

Pouco pude ter contato com o aparelho (já que o responsável pela demonstração dificultava um pouco as coisas, mas poderemos ver ele melhor no vídeo que vai ao ar no final dessa semana no blog), mas pelo pouco que pude ver, o Atrix é bem construído, combinando bem as partes plásticas das metálicas.

O Atrix apresentado hoje estava rodando o Android 2.2 (Froyo), mas segundo os executivos da empresa, a atualização para o Android 2.3 (Gingerbread) vai acontecer “em breve”. Eles não quiseram confirmar datas, para não cometer erros do passado. Ele possui uma aparência renovada, com traços mais suaves, mais agradável de se ver.

O aparelho está realmente muito rápido, com excelente transição nas suas telas de aplicativos, e uma boa velocidade na execução dos aplicativos instalados. Muito disso se explica pelo seu poder de hardware: processador de 1 GHz, 1 GB de RAM, tela qHD e 16 GB de memória interna (expansível para até 48 GB, com os 32 GB adicionais via microSD – adquirida separadamente).

Quando conectado ao car dock, o Atrix possui uma aparência ajustada para quem precisa acionar comandos rápidos no celular enquanto está no trânsito, com recursos especiais para GPS assistido. Também é possível adicionar widgets para que o usuário acione o aplicativo com um simples toque na tela, em uma interface simplificada, com botões maiores, facilitando o uso.

Foto da parte traseira do aparelho.

Foto que dá uma ideia da espessura do telefone (você verá melhor isso no vídeo que vamos preparar).

Um dos objetos de desejo dos presentes era o laptop dock (ou lapdock) que é compatível com o Atrix. O produto pesa aproximadamente 1.1 kg, e é uma interessante opção para quem quer ter um notebook que trabalhe de forma combinada com os sistemas Android e Linux. O smartphone gerencia as funções e comandos da interface exibida na tela, oferecendo ao usuário as opções mais básicas para que ele possa utilizar o produto na internet sem maiores problemas.

Suas teclas são levemente curvadas, e seu touchpad é bem amplo. Isso facilita para aqueles que querem usar o lapdock como ferramenta de trabalho.

Na parte inferior, ele possui um indicador de nível de bateria (apesar de achar isso estranho, uma vez que, teoricamente, a sua interface deve ter algum indicador de bateria presente).

A interface do produto é bem agradável. Pelas demonstrações apresentadas (e pelo pouco que consegui brincar com ele), ele parece ser bem ágil e objetivo na sua proposta de trabalhar como um sistema de leitura de arquivos e conexão na web. Muita gente vai gostar dessa proposta justamente por ser uma proposta que conta com o sistema Linux, e essa pode ser uma excelente plataforma de propaganda positiva do sistema operacional.

Foto lateral do laptop dock, com o Atrix conectado.

O lapdock possui, pelo menos, duas portas USB, para conexão de mouse e outros periféricos, como pendrives e HDs externos. O sistema também possui um recurso de virtualização, que permite ao usuário acessar, de forma remota, um computador com sistema Windows. Apesar de considerar isso útil, posso dizer que quem utilizar o laptop dock vai preferir ele com a interface do jeito que está, que está muito simples, intuitiva, prática e elegante.

Por fim, o HD Multimedia Dock, que reforça o conceito que o Atrix foi feito para ser poderoso, principalmente no entretenimento. Com ele, você pode ter um excelente dispositivo de player multimídia, que pode executar arquivos de áudio e vídeo armazenados no telefone ou em um dispositivo externo (pendrives e HDs externos), sempre contando com a ajuda do Atrix para coordenar tudo isso.

E se prepare para ter mais cabos atrás de sua televisão… mas, é por uma causa justa. Nas demonstrações que vi durante o evento (uma delas está no vídeo que vai ao ar no fim de semana), o aparelho foi muito bem na tarefa de reproduzir vídeos em alta definição (no formato mp4). Fica difícil dizer se ele é tão eficiente quanto se promete na hora de reproduzir arquivos em outros formatos que exigem mais do hardware, como o AVI. Mas esperamos que, nos primeiros reviews, essa dúvida seja sanada por completo.

O Motorola Atrix chega ao mercado brasileiro nos próximos 15 dias, nas principais operadoras de telefonia móvel no Brasil. O seu preço, sem vínculos com operadoras, é de R$ 1.999,00, e dá direito ao HD Multimedia Dock.