Arquivo para a tag: Kantar Worldpanel

Android e iOS seguem se beneficiando da queda de cota do Windows nos smartphones

by

smartphones android ios windows

A Kantar Worldpanel revelou os números do mercado mobile para o mês de julho de 2016, e os dados mostram como o duopólio Android/iOS segue crescendo.

A escassa aposta por novos dispositivos com Windows está fazendo com que as vendas de dispositivos com os sistemas operacionais da Google e da Apple alcancem uma cota conjunta acima dos 99%.

 

Quer tentar? Não se anime muito…

Se alguém pensa em apostar no desenvolvimento de um no sistema operacional móvel, os dados não são animadores. No trimestre encerrado em julho, o Android e o iOS aumentaram suas respectivas cotas em praticamente todos os mercados analisados.

O Android só retrocedeu levemente nos Estados Unidos, e o iOS fez o mesmo no Japão, com uma queda mais forte na China.

Os ganhos foram basicamente por causa do retrocesso do Windows. O cenário mais preocupante para a Microsoft está na China, Japão e Espanha, onde o sistema não alcança os 1% de cota, mas também perdeu mais da metade de seu mercado do ano passado nos países onde o sistema registrava os seus melhores números: França e Japão.

Nos próximos meses, podemos ter grandes mudanças. O iPhone 7 pode impulsionar a cota do iOS, por conta do novo dispositivo e da redução de preço dos modelos anteriores. Por outro lado, os fabricantes com Android também vão apresentar novidades.

Será uma briga interessante.

iOS recupera terreno graças às boas vendas do iPhone 6s iPhone SE

by

iPhone 6s teaser iOS

O relatório da Kantar Worldpanel sobre as vendas de smartphones no segundo trimestre de 2016 traz uma surpresa: o iOS recuperou terreno em um período do ano não muito favorável habitualmente.

O aumento foi discreto na Alemanha e Estados Unidos, mas foi com força na Inglaterra (3,1%) e França (3,4%), mas em poucos casos o aumento aconteceu às custas do Android, que segue muito forte. A tendência era a queda de vendas do iPhone, algo habitual nos meses que antecedem a apresentação de um novo modelo da Apple.

Crescimento do iOS graças aos novos iPhones

Mesmo com o segundo trimestre sendo um período de transição com a espera de um novo iPhone 7 (ou 6SE), as vendas de smartphones da Apple cresceram. No conjunto dos países europeus analisados e Estados Unidos, o aumento também se produziu.

O responsável por essa recuperação foram os novos iPhones. Nos Estados Unidos, o iPhone 6s/6s Plus foram mais vendidos que o Samsung Galaxy S7/S7 Edge (15,1%, contra 14,1%), e o iPhone SE é o terceiro smartphone mais vendido (5,1%). Algo parecido aconteceu na Grã-Bretanha, onde o mais vendido foi o iPhone SE, seguido do iPhone 6s.

De um modo geral, o Android segue muito forte, perdendo cota de forma discreta apenas nos Estados Unidos. Nos demais países, o crescimento do iOS não afetou o líder, já que o perdedor em todos os casos foi o Windows. O exemplo mais evidente está na Itália, onde o Android ganhou 10,6%, ao mesmo tempo que o Windows perdeu 8,6%.

Via Kantar

iPhone SE já é um dos mais vendidos, mas o Galaxy S7 é dominante

by

iPhone SE

O último relatório da Kantar Worldpanel sobre o mercaod mobile mostra os dados do segundo trimestre de 2016. Além de falar das cotas do Android, iOS e Windows, atualiza de forma profunda as vendas entre os dispositivos, ilustrando o sucesso do Samsung Galaxy S7 e o iPhone SE como um dos smartphones mais vendidos do momento.

 

Android segue crescendo, enquanto todos esperam por novos iPhones

Revisando primeiro os sistemas operacionais.

O Android cresceu em todos os mercados analisados, com maior destaque na Itália, Austrália e Japão. Nos cinco maiores países europeus, o sistema da Google alcança 76.5%.

O crescimento do Android vem principalmente por causa da queda do Windows, que segue perdendo terreno, inclusive com mais da metade de sua cota em países como Reino Unido, França, Itália, Espanha e Estados Unidos. Já o iOS acusa a espera por novos iPhones, registrando queda na maioria dos mercados, mas com pequenos ganhos no Reino Unido e França.

 

iPhone SE, entre os mais vendidos

Sobre os smartphones mais vendidos, o relatório confirma a boa saúde do Samsung Galaxy S7, que é o mais vendido no planeta, registrando 11.1% das vendas, seguido de perto do iPhone 6s (10%). É curioso ver que o iPhone SE, que parecia não ter boas vendas, entra na lista dos 10 mais vendidos, com 3.6%.

Entre os fabricantes, Samsung e Apple seguem dominantes, mas a Huawei se aproxima, com 12.5%, muito em parte por conta dos seus dispositivos com ótima relação custo-benefício, como é o caso do Huawei P8 Lite.

Outros dados curiosos? Pois não.

Na frança, a Wiko é uma das marcas mais vendidas. Na Alemanha, a Samsung tem quase 50% o mercado O Reino Unido é o país europeu com menor cota do Android, e a disputa pela liderança entre fabricantes é mais acirrada: 36,2% para a Samsung, e 36% para a Apple.

A batalha na China também está muito interessante. Lá, as marcas locais dominam, e a liderança é da Huawei, com 25,6%. A Apple está na segunda posição, com 19,7% das vendas, seguida pela Xiaomi (19%), Samsung (9%), Oppo (8%) e Meizu (5,8%).

Via Kantar

Android segue ganhando terreno às custas do Windows Phone e iOS

by

Android-logo

De acordo com o último estudo da Kantar Worldpanel, o Android mantém a mesma tendência de crescimento no mercado em detrimento da concorrência, incluindo o iOS, que continua a ser o único sistema operacional capaz de evitar o monopólio da Google nesse segmento.

Para o estudo, foram registrados os dados dos últimos três meses, até o final de abril de 2016 (fevereiro, março e abril). Os analistas observam que o Android obteve uma cota de 76% de vendas globais, um aumento de 5,8% quando comparado com o mesmo período do ano anterior.

O Android ganhou mercado nas costas do Windows Phone, que passa a ter uma porcentagem residual. O estudo indica que 10% dos novos usuários do Android utilizavam antes o Windows Phone.

A queda do Windows Phone é preocupante. No ano passado, o sistema tinha quase 10% das vendas nos cinco principais mercados europeus (Alemanha, Reino Unido, França, Itália e Espanha, mas hoje as suas vendas ficam abaixo dos 5%.

Apesar da maioria da cota obtida pelo Android pertencer ao Windows Phone, em quase todos os grandes mercados foram detectadas uma leve queda do iOS, do qual também se beneficiou o sistema da Google. Enquanto os grandes mercados europeus testemunham a queda de apenas 1% do iOS (18.3% de mercado no Velho Continente), nos Estados Unidos essa queda foi de 2.5% (de 33,2% para 30,7%), e de 4% na China (de 24,5% para 20,1%). Nos dois países, nenhum outro sistema ganha cota de mercado, exceto o Android.

Resta esperar para ver se o iOS 10 é capaz de oferecer um novo impulso aos smartphones da Apple, que está diante de um Android que não para de ganhar usuários nos últimos meses.

Cuota-de-Android-iOS-y-Windows-Phone-en-los-princpales-mercados

Via PhoneArena

iPhone perde força, e Android domina absoluto nos smartphones

by

android-come-apple

Um reflexo claro dos últimos acontecimentos no mercado de smartphones: o Android é o rei absoluto do setor.

Os últimos números que informam sobre a cota de mercado do segmento publicados pela Kantar Worldpanel ComTech para o primeiro trimestre de 2016 revelam o desempenho das vendas dos cinco principais mercados europeus, além dos Estados Unidos e da China. E em todos eles o sistema operacional da Google é o líder, com larga vantagem em relação aos seus principais concorrentes.

A cota de mercado nos cinco principais mercados europeus (Reino Unido, Alemanha, França, Itália e Espanha) registrou uma média de liderança do Android de 75.6%m enquanto que nos Estados Unidos a fatia de mercado ficou em 66.5%, e na China na casa de 77%. O Kantar Worldpanel deixa claro que “este é o maior crescimento do Android nos cinco países europeus em mais de dois anos”. Levando em conta os diversos fatores envolvidos (mudança do cenário econômico, variações cambiais, etc), é um resultado a ser considerado e muito.

A cota de mercado do iOS caiu de 20.2% para 18.9% nos três primeiros meses de 2016 no conjunto desses países europeus, enquanto que a cota do Windows Phone/Windows 10 caiu para 4.9%, explicando assim o crescimento do Android no período (6.6% dos novos usuários vieram do Windows, e 3.3% chegaram do iOS).

vendas-smartphones-q1-2016

O Kantar afirma que, para os usuários do Windows, “o Android ofereceu uma melhor experiência de uso, com uma variedade de marcas e modelos com preços distintos”. A migração do usuário a partir do Windows Phone foi especialmente notável na França e na Itália, onde 10% desses usuários migraram para o Android.

Em outros mercados, como é o caso dos Estados Unidos, o crescimento chegou por conta do aumento das vendas de fabricantes como Samsung, Motorola ou LG. O Samsung Galaxy S7 parece ter obtido um sucesso notável, mesmo com pouco tempo de mercado, mas também cobra-se protagonismo do Galaxy S6, que teve o seu preço reduzido com a chegada do seu sucessor.

Na China, outro mercado essencial em um passado recente da Apple, a cota de mercado também caiu: o iOS passou de 26.1% do primeiro trimestre de 2015 para 21.1%, um ano depois. Aqui, é mencionado o sucesso de fabricantes como Huawei com modelos como o Mate 8 ou o Honor 5X, mas também a Oppo, que aumentou suas vendas em 6.5%.

Via Kantar Worldpanel

Dados da Kantar confirmam má saúde do Windows nos smartphones

by

windows-10-mobile-windows-phone

Mais um mês chegou, e mais uma análise da Kantar WorldPanel mostra o cenário de vendas de smartphones agrupados por sistemas operacionais nos principais mercados do planeta.

Normalmente destacamos a evolução do Android e do iOS nos diferentes países, mas a espera da chegada dos novos smartphones da Samsung, LG, Sony e Apple deixam os dois sistemas mais ou menos no mesmo cenário. Mais interessante é ver a posição do Windows nas vendas de smartphones, em um cenário nada animador para a Microsoft, que continua retrocedendo até em mercados onde era muito popular.

O duopólio Android/iOS seguie muito forte. Mais forte do que nunca. Na maioria dos mercados, o Android ganhou cota de vendas nos últimos três meses encerrados em fevereiro, em detrimento do iOS, provavelmente por conta da espera do iPhone SE. Mas o que preocupa é que, fora do duopólio, o espaço que resta é cada vez menor. Android e iOS juntos superam os 90% das vendas em todos os mercados.

O resultado para a Microsoft é evidente: uma forte queda o Windows em seus mercados mais fieis. Na Itália, país com maior cota do sistema operacional, passou de 14.4% das vendas para 6.7%. Agora, o maior mercado para o Windows é a França, cm 7.4%, mas também com queda (era 14.2%).

kantar-abril-2016

O cenário para os demais mercados é semelhante, onde o Windows só conseguiu avançar no Japão e, mesmo assim, passando de 0.3% para 0.5%, enquanto que na China se mantém em 0.9%. E o que é pior: depois da decepção que foi a atualização para o Windows 10 Mobile (que não vai chegar a tantos smartphones como esperado), a situação pode ser ainda pior nos próximos meses.

Via Kantar

Apesar do sucesso da Apple nos EUA e na China, o Android rouba mercado do iOS, segundo a Kantar

by

smartphones-teaser

A Kantar Worldpanel apresentou o relatório das cotas de vendas de smartphones no último trimestre de 2015. E os número reforçam as boas e as más notícias apresentadas ontem (26) pela Apple.

A Apple segue como líder em mercados importantes como Estados Unidos e China, alcançando 27% de cota de mercado. Por outro lado, as vendas de dispositivos com iOS caíram em todos os mercados analisados pela Kantar, com exceção da China. O Android se aproveitou dessa queda, cuja cota chegou a crescer em até mais de 12 pontos nos EUA.

As vendas natalinas fizeram muito bem ao Android e não tão bem ao iOS. O sistema operacional da Google registrou importante aumento nas cotas de vendas nos últimos três meses de 2015. Além da mencionada recuperação, também se destaca os quase 10% de aumento do Android em países como Austrália e Itália.

Comparando o último trimestre de 2015 com o mesmo período de 2014, o iOS só conseguiu a primeira posição em vendas no Japão, com 54.1%, contra 44.4% do Android e, mesmo assim, com uma queda de 12% de um para outro. Mercados como Estados Unidos e Austrália, dominados pelo iOS em 2014 passaram em partes para as mãos do Android, enquanto que o sistema da Google seguiu se consolidando na liderança em mercados como França, Itália ou Espanha.

Por fim, a situação do Windows Phone merece uma análise a parte. Ainda que o sistema operacional da Microsoft tenha registrado crescimento na Grã Bretanha (de 7.4% para 9.2%) e de forma mais importante (apesar de discreta) na China (de 0.7% para 1.2%), nos demais mercados a sua presença foi reduzida.

Nos seus dois mercados mais fiéis (Itália e França), o Windows Phone teve cota de mercado abaixo dos 10%, enquanto que nos Estados Unidos ela caiu em mais da metade de um ano para outro. Ou seja, fica bem claro que o Windows Phone precisa de um impulso, seja com um investimento maior em marketing ou com o crescimento do seu grupo de fabricantes e dispositivos.

Via Kantar Worldpanel (em PDF)

Kantar: Android em queda na Europa e em alta nos EUA

by

android-europa

A Kantar WorldPanel ComTech revelou os últimos dados de vendas de smartphones de acordo com o sistema operacional na Europa e nos EUA.

O Android é o sistema dominante Na Espanha, Grã-Bretanha, Itália, França e Alemanha, mas com uma pequena queda em porcentagem. Em compensação, o sistema do Google cresceu nos Estados Unidos, assim como os sistemas iOS e Windows Phone, mas com ganhos bem mais discretos.

A queda do Android na Europa foi de 2.3% em relação ao mesmo período em 2014. Por outro lado, o iOS ganhou 2.2% e o Windows Phone cresceu 0.7%. Nos Estados Unidos, o Android cresceu 2.9% em relação ao ano passado, e 4.1% se comparado com os dados do mês de março, ficando com 62.4% do mercado no país.

Esse crescimento ainda não reflete as vendas dos últimos lançamentos da Samsung, mas pode ser efeito de que modelos como o Galaxy S5 e o Note 4 se posicionam entre os cinco modelos mais vendidos no país (segunda e quinta posições, respectivamente).

Por fim, na China, o Android segue majoritário, com 74% das vendas de dispositivos. Nove entre dez fabricantes que mais vendem no país são locais, em uma batalha onde os máximos expoentes são a Xiaomi e a Huawei. A Apple sofreu uma pequena queda em relação ao mês anterior, ficando com 24.4% das vendas, mas com uma porcentagem maior em relação ao mês de abril de 2014.

No Reino Unido, o BlackBerry vai melhor que o Windows Phone (acredite, se quiser)

by

650_1000_kantar-1

Todo mundo sabe que a BlackBerry não está no seu melhor momento. John Chen está tomando decisões, algumas esperadas e outras surpreendentes, que talvez podem reverter a situação da empresa. Ou não. Só o tempo vai dizer. Porém, o mais curioso é que em alguns países, a BlackBerry ainda mantém algum fôlego nas vendas.

Um gráfico publicado pela Kantar Worldpanel mostra a evolução das vendas de smartphones no Reino Unido entre os meses de março de 2004 e março de 2014. Em uma década analisada, temos dados muito interessantes.

Um dos que mais chamaram a atenção é que o iOS chegou com muita força em setembro de 2007, e não demorou para superar tanto o Windows Mobile como o BlackBerry. o Android chegou no final de 2008, e em muito pouco tempo conseguiu uma cota maior que os sistemas da Microsoft e dos canadenses, mas demorou um pouco mais para superar o iOS.

Essa evolução não é algo muito diferente do que aconteceu em outros mercados. Mas o que realmente é interessante nesse estudo é que a BlackBerry teve uma cota de mercado notavelmente maior do que as diferentes versões do Windows em muitos momentos recentes nesse período, especialmente entre os anos de 2010 e 2013.

Devemos levar em consideração que o estudo é limitado ao comportamento do mercado mobile no Reino Unido. Mas não resta dúvidas que estamos falando de um país com muito peso no mercado internacional, por conta da sua capacidade econômica e população. E sim… até hoje, os britânicos gostam mais do BlackBerry do que do Windows Phone.

Via CrackBerry, PhoneArena

O amor dos norte-americanos pelo iPhone já não é tão intenso como antes…

by

kantar-1

Os últimos dados publicados pela Kantar Worldpanel, que se somam aos dados já publicados pela IDC e pela Strategy Analytics, se centram no mercado norte-americano de smartphones, com as vendas do primeiro trimestre do ano, encerrado em março de 2014. E nesse período, uma conclusão é evidente: a cota do Android nos Estados Unidos cresceu de forma significativa. E fez isso às custas da queda do iOS.

O iPhone tem nos Estados Unidos um dos seus mercados principais, com grande valorização por parte da Apple,. Mas parece que toda essa dedicação não está conseguindo evitar o êxodo de usuários da iOS para o Android. O motivo? Os concorrentes com o sistema da Google oferecem mais e mais modelos, com maiores capacidades e possibilidades, e preços mais competitivos.

Segundo o estudo, o Android conta hoje com 57.6% de cota de mercado nos Estados Unidos. No ano passado, essa fatia era de 49.3%. O prejuízo foi da Apple, que passou de 43.7% em 2013 para 35.9% em março de 2014.

Segundo a Kantar Worldpanel, o motivo principal para a migração está no preço médio pago por esses dispositivos.

Entre o primeiro trimestre de 2013 e o primeiro trimestre de 2014, o gasto médio em smartphones com contrato caiu de US$ 119 para US$ 93, enquanto que o gasto para smartphones pré-pagos passou de US$ 187 para US$ 148.

Os dados da Kantar revelam também a pouca relevância das demais alternativas. O Windows Phone conta com uma cota de apenas 5.3%, e perdeu três décimos de sua fatia de mercado em um ano nos EUA, apesar do seu bom comportamento em outras regiões do planeta.

Via 9to5Google, Kantar Worldpanel

Mapa mostra qual sistema operacional móvel lidera nos principais mercados mundiais

by

mapa-kantar-brasil-so-moveis

Em apenas dois anos, o mundos dos smartphones mudou muito, e em meio mundo. Agora, é possível ver tais mudanças de forma bem simples, com esse mapa desenvolvido pela Kantar Worldpanel.

Desde janeiro de 2012 até o último mês de março, o Android não fez outra coisa a não ser aumentar a sua fatia de mercado (além de aumentar os lucros para a Google), diante do desaparecimento do BlackBerry OS, e a ascensão do Windows Phone.

A Kantar publicou hoje  (28) os dados de cota de mercado do mês de março, e relativo às vendas do primeiro trimestre de 2014. E a história não é muito diferente do que já conhecemos: o Android segue liderando com larga vantagem, o iOS é forte nos EUA e Japão, mas nem tanto na Europa ou China, a BlackBerry desaparece por completo em mercados como o da Espanha, e o Windows Phone ainda custa aumentar a sua participação no mercado, apesar de já contar com a segunda posição no Brasil a algum tempo.

Mas o mais interessante é ver a evolução no tempo. O mapa interativo mostra as estatísticas de mercado de 12 países (incluindo o Brasil) entre janeiro de 2012 e março de 2014.

Em países como Argentina e México, o Windows Phone conta com as maiores cotas de mercado, com 12.9% e 7.3%, respectivamente. Na Espanha, o iOS registrou um leve aumento, por conta das vendas dos novos iPhone 5s e iPhone 5c. Já no Brasil, o Android segue como líder soberano, enquanto que o iOS se concentra nas mãos de apenas 3% dos usuários, ficando atrás do Windows Phone (5.5%).

O mapa ainda deixa de lado muitos países importantes em suas estatísticas, mas ao menos é um começo de um estudo que pode ser promissor mais adiante.

Via Kantar Worldpanel

Número de lares com telefone fixo no Brasil segue caindo

by

telefoneantigo

O telefone fixo está cada vez mais em processo de extinção no Brasil, pelo menos nos lares dos brasileiros. Segundo a última pesquisa da Kantar Worldpanel, a penetração do telefone fixo nas casas dos brasileiros passou de 47.5% em 2010 para 34.8% em 2013, representando uma queda de 22.3%.

Os dados são fornecidos pelo Estudo Comtech Kantar Worldpanel, que acompanha os dados isolados da indústria de telefonia, incluindo fabricantes, usuários e operadoras. O volume de aquisição e posse de linhas e aparelhos são analisados, tanto para a telefonia fixa como móvel, e mapeia o mercado com base nas áreas da Anatel.

Por conta desses dados, foi possível concluir que, enquanto o serviço de telefonia fixa registrou queda de participação nas residências dos brasileiros, todos os demais serviços que envolvem as telecomunicações (internet banda larga, internet móvel, TV por assinatura, etc) registraram um aumento de participação. O estudo também analisa a taxa de crescimento desses serviços, assim como o índice de utilização de smartphones e tablets.

Comtech Kantar Worlpanel | Penetração

  20102013Crescimento em pontos percentuais
140 milhões de indivíduosSmartphone4,5%12,6%

185,3%

INDIVÍDUOS POSSUIDORES

 

140 milhões de indivíduosTouchscreen4,8%

 

19,8%

 

318,5%

 

 

INDIVÍDUOS POSSUIDORES

 

140 milhões de indivíduosTablet0,1%

 

1,1%

 

689,3%

INDIVÍDUOS POSSUIDORES

 

48

Milhões de Domicílios

 

TV por

Assinatura

 

22%

 

36,8%

 

74,9%

DOMICÍLIOS

POSSUIDORES

 

48

Milhões de Domicílios

 

Internet

Banda Larga

 

37,1%

 

50,2%

 

41,7%

DOMICÍLIOS

POSSUIDORES

 

Windows Phone se aproxima do iOS nos mercados mais importantes da Europa

by

Nokia-lumia-920-3.jpg

A empresa de análise de mercado Kantar Worlpanel ComTech apresentou o seu mais recente estudo sobre o mercado de smartphones nos principais países da Europa (Alemanha, Reino Unido, Itália, França e Espanha), e detectou que nesses cinco países, o sistema operacional móvel que mais cresceu em vendas foi o Windows Phone.

Segundo esse estudo, o Windows Phone passou de uma cota de mercado de 5.1% em agosto de 2012, para 9.2% no mesmo mês de 2013. O crescimento pode parecer tímido, porém, é um crescimento relevante, já que agora o sistema da Microsoft está a apenas 7% do segundo colocado, o IOS, que ainda conta com 16.1% do mercado combinado dos cinco países, crescendo apenas 2% em sua cota nos últimos 12 meses.

Vale a pena destacar também que, tal como aconteceu no mercado global, o Windows Phone ultrapassou o BlackBerry 10/OS, que era o terceiro colocado no ano passado, confirmando assim a grande queda da BlackBerry no mercado como um todo, contando apenas com 2.4% nos mercados citados.

O líder? O Android, é óbvio, e com uma enorme vantagem para o segundo colocado. Com 70.1% de cota de mercado, ainda cresce de um modo geral, mas em uma velocidade um pouco menor do que em 2012. Os demais sistemas operacionais dividem os 2.2% restantes.

graficos-mercado-mobile-5grandes-europa

Via Kantar WorldPanel

O brasileiro paga, em média, entre R$ 401 e R$ 800 em um smartphone

by

motorola-razr-d1-d3

Um recente estudo realizado pela empresa de consultoria Kantar Worldpanel mostra como foi o comportamento do consumidor brasileiro nos últimos 12 meses em relação às compras de dispositivos móveis. E o dado mais interessante que o estudo revela é o valor médio que o brasileiro está disposto a pagar por um smartphone: entre R$ 401 e R$ 800.

Segundo o estudo da Kantar, o volume de vendas de smartphones nessa faixa de preço registrados entre o primeiro trimestre de 2012 e o primeiro trimestre de 2013 foi de 20% para 34%. Foi o grupo que registrou o maior aumento nas vendas entre as categorias segmentadas no estudo.

Nessa faixa de preço, temos modelos como o RAZR D1 e RAZR D3, ambos da Motorola, o Sony Xperia E Dual, o Lumia 520 e Lumia 620, ambos da Nokia, o LG L7 II, entre outros. De fato, esses modelos ficaram entre os mais procurados pelos leitores do TargetHD no primeiro trimestre de 2013 (segundo nossos dados de acessos).

Os smartphones com valores acima de R$ 801 também registraram aumento nas vendas. O estudo mostra que os modelos com essa faixa de preço aumentaram a sua margem de venda de 8% para 14%, comparando com os dados do primeiro trimestre de 2012. Isso também se confirma pela busca por reviews de smartphones com valores acima de R$ 1 mil – além das vendas no TargetHD pelos links de afiliados.

Por outro lado, os modelos com preços de até R$ 400 registraram queda de vendas, de 72% em 2012 para 52% em 2013. Com isso, fica claro que, mesmo que as vendas de smartphones no Brasil ainda serem dos smartphones considerados de entrada, o perfil de consumo do brasileiro está mudando. Com o poder de compra um pouco maior (ou com crédito e parcelamentos mais acessíveis), os usuários estão ou preferindo adquirir o seu primeiro smartphone já dentro da categoria de produtos de linha média, ou trocando os seus smartphones de entrada por modelos intermediários.

A pequisa é realizada mensalmente com 24 mil consumidores brasileiros, abrangendo (estatisticamente) 160 milhões de pessoas de todas as regiões e classes sociais do Brasil.

O estudo também informa o volume de crescimento em unidades. No primeiro trimestre de 2010, foram 4.8 milhões de smartphones vendidos. Já no primeiro trimestre de 2013, foram 17.6 milhões de unidades. Isso representa um aumento no número total de 3% para 11% dentro do segmento de telefonia móvel. Os números são expressivos, porém, só agora o smartphone é uma realidade no Brasil. Nos Estados Unidos e na Europa, a participação das vendas de smartphones é de 40% de todo o mercado mobile.

Por fim, o estudo revela que os usuários brasileiros priorizam a marca e os recursos multimídia na hora da escolha, mas preço e aparência física do dispositivo foram os itens que tiveram maior aumento de relevância. 10% dos brasileiros compram smartphones quando uma promoção aparece, e 47% dos consumidores ainda procuram lojas de departamentos e eletrodomésticos na hora de comprar um novo telefone inteligente.

Via EXAME