Arquivo para a tag: hd

Novo disco rígido da Seagate de 2 TB para notebooks

by

Seagate2TB

A Seagate apresentou um disco rígido para computadores portáteis, com a maior densidade de armazenamento do mercado: 2 TB em 2.5 polegadas, e 7 mm de espessura.

Esse HD de 2 TB da Seagate é um novo avanço na capacidade de armazenamento, com dois pratos de 1 TB, conexão à interface SATA e uso da tecnologia SMR, que é o que permite alcançar essas capacidades, mas com redução da velocidade de leitura e gravação de dados. Talvez por isso a Seagate não revelou dados de desempenho, cache ou rotação dessa unidade.

A boa notícia é que mais melhorias chegam dos fabricantes de discos rígidos, que oferecem várias alternativas ao usuário. Para quem busca uma maior capacidade de armazenamento pelo menor preço, esse HD de 2 TB da Seagate é o produto recomendado. Para quem busca especificações, tamanho, menor aquecimento, ruído e consumo, as SSDs ainda são a melhor opção, apesar da menor capacidade de armazenamento.

Via BusinessWire

Seagate lança um disco rígido de 8 TB por US$ 260

by

seagate-shingles

A Seagate apresentou o seu novo disco rígido de 8 TB, que se destaca pelo preço acessível de US$ 260. O valor é surpreendente, se levarmos em conta que essa mesma unidade poderia alcançar com facilidade os US$ 1.000 (com um sistema selado com hélio, que fique claro).

A unidade estreia a nova família Archive HDD, e utiliza a tecnologia SMR (gravação magnética escalonada), que permite armazenar mais dados no mesmo espaço de sempre.

Com versões de 5, 6 e 8 TB, essas unidades podem alcançar velocidades de leitura de até 150 MB/s. Muito abaixo de uma SSD, mas levando em conta o seu custo por giga, ainda temos uma excelente opção para quem busca ter o maior espaço de armazenamento possível. A Seagate começou a distribuição desses discos, o que significa é que o produto estará no mercado em breve.

 

Via Seagate

Discos rígidos de 10 TB da Western Digital nos lembram que o SSD não serve para tudo

by

650_1000_wd-helio

A Western Digital anunciou o WD Ultrastar He10, o primeiro disco rígido que oferece 10 TB de armazenamento. O periférico é orientado para computadores empresariais, e chega apenas semanas depois do lançamento do antigo recorde, que era capaz de armazenar até 8 TB de dados.

O novo modelo foi fabricado pela subsidiária HGST, e usa a tecnologia HelioSteal, onde o hélio fica selado hermeticamente no interior, permitindo assim uma maior resistência, abrigando até oito pratos de dados, consumindo uma menor quantidade de energia.

De acordo com a Western Digital, esta tecnologia permite um resumo de consumo energético de até 23% em relação às unidades convencionais (cheias de ar), algo que se multiplicarmos pelas centenas de discos rígidos que encontramos nos data centers que podem usar essas unidades, podemos ter uma economia energética muito significativa.

Este modelo de 10 TB ainda não está disponível no mercado, mas o modelo He8 de 8 TB sim, mas sem preço anunciado (estima-se que pode custar aproximadamente US$ 1 mil). No final das contas, o custo por GB do produto é o mais baixo do mercado, levando em conta a economia de energia estimada para as empresas que vão adquirir o produto. Para os usuários finais, esquece: o custo é elevado demais para justificar o investimento.

Logo, as unidades SSD ainda valem mais a pena na maioria dos casos para os usuários finais (e mortais).

Via ExtremeTech

Resident Evil terá uma nova versão HD em 2015

by

resident-evil-01

A Capcom confirmou hoje (05) que o jogo Resident Evil vai receber uma versão remasterizada em HD do jogo lançado originalmente em 2002. O remix estará disponível no começo de 2015 para as plataformas PS3, PS4, Xbox 360, Xbox One e PCs.

O anúncio foi feito pelos produtores de Resident Evil, no vídeo a seguir (além das imagens capturadas dessa remasterização). A versão remasterizada tem como objetivo oferecer gráficos e ação mais realistas, oferecendo suporte ao 1080p para os console sde nova geração.

resident-evil-09 resident-evil-08 resident-evil-07 resident-evil-06 resident-evil-05 resident-evil-04 resident-evil-03 resident-evil-02

Via Capcom 

Seagate Enterprise Capacity, HD com 6 TB de armazenamento e alta velocidade para os dados

by

seagate-disco-6TB

Na última sexta-feira (04), começou em Las Vegas a NAB 2014, uma feita de eletrônica dedicada ao conteúdo de consumo e entretenimento que, de vez em quando, reserva interessantes surpresas. Uma delas é o novo disco rígido da Seagate, pertencente à linha Enterprise Capacity, com 6 TB de armazenamento, e que é considerado (pela Seagate) como “o mais rápido de sua categoria”.

Com um tamanho de 3.5 polegadas, esse disco conta com a opção de escolha entre as interfaces SATA 6 Gb/s e SAS 12 GB/s, e sua densidade de área foi incrementada em até 25%, com uma velocidade de 7.200 RPM. Seu cache é de 128 MB, com codificação automática AES-256 (com validação FIPS 140-2), sendo especialmente pensado em armazenamentos RAID de alta capacidade, centros de dados na nuvem ou em backup e restauração de dados de empresas, para citar alguns exemplos de uso.

De acordo com a Seagate, a oitava geração da sua tecnologia PMR (gravação perpendicular magnética) ajuda a conseguir um aumento de desempenho de até 25% em relação aos seus concorrentes.

O disco foi “pré-anunciado” na citada feira, de modo que ele pode ser considerado oficial, mas não disponível. Seu preço ou data de lançamento também não foram confirmados.

Via Seagate

Se 4 TB não são suficientes para armazenar seus arquivos, a Toshiba oferece um HD de 5 TB!

by

toshiba-5tb-hdd

O mundo do armazenamento continua a evoluir, e apesar das unidades SSD ficarem cada vez mais populares, os discos rígidos ainda são soberanos em termos de capacidade. Nesse caso em especial, os discos de 5 TB já são uma realidade, e estarão disponíveis no mercado nos próximos meses.

A Toshiba foi a primeira a alcançar essa capacidade, com os modelos MG04SCA Series, que antes estavam restritos aos perfis profissionais, mas agora, chega ao usuário casual, contando com uma interface SAS e 128 MB de cache. Além do modelo de 5 TB, a Toshiba também vai disponibilizar para compra modelos menores, com 2, 3 e 4 TB de armazenamento, todos com 3.5 polegadas, e algumas com a interface SATA.

Tradicionalmente, os modelos domésticos só chegam ao mercado aproximadamente quatro meses depois do lançamento dos modelos profissionais. Logo, não espere os HDs de 5 TB da Toshiba para o consumidor final para antes do final do primeiro semestre de 2014.

Seja como for, os discos rígidos tradicionais oferecem alguma coisa de novo, ao menos na sua capacidade. Que as unidades SSD são o futuro, não temos dúvida. Mas até ganhar essa capacidade de armazenamento, vai levar algum tempo. E muito dinheiro dos usuários.

Via BSN, Toshiba

Sony lança no Brasil HDs e SSDs para uso profissional

by

SONY_PSZ-HA1T

A assessoria de imprensa da Sony Brasil anuncia hoje (31) o lançamento de três modelos de armazenamento portátil voltados para os profissionais. Os novos modelos são o PSZ-SA25, com 256 GB em SSD, o PSZ-HA50, com 500 GB de HD, e o PSZ-HA1T, de 1 TB de HD.

Os modelos contam com saída/entrada USB 3.0 e duas portas FireWire 800, que permitem uma transferência de dados de até 400 MB/s com o SSD, e 120 MB/s com os HDs. É possível transferir 30 GB de vídeos para o SSD em menos de 90 segundos, via USB 3.0 (tempo estimado).

As unidades contam com revestimento de silicone com capa protetora que reduz as chances de danos em quedas eventuais (os modelos suportam quedas de até 2 metros de altura). Os modelos também são resistentes à poeira e respingos de água (apenas quando a porta que cobre as entradas/saídas USB e FireWire estão fechadas).

Os três modelos estão disponíveis nas principais revendas SonyPro do país. Preços não foram revelados.

Seagate lança no Brasil um HD com capacidade de 4 TB de armazenamento

by

seagate-hd-4TB

A Seagate anunciou o lançamento no Brasil do Desktop HDD, que se destaca pela sua capacidade de armazenamento de até 4 TB. O produto foi desenvolvido para atender aos usuários de desktops, tanto para dispositivos all-in-one como para desktops RAID, servidores domésticos, dispositivos NAS e DAS, sendo assim um item de hardware muito versátil para diferentes objetivos e necessidades.

O novo periférico da Seagate conta com a tecnologia AcuTrac da empresa, que aumenta a densidade de armazenamento do produto. Além disso, essa tecnologia promete uma leitura e gravação de dados segura e eficiente em ambientes ativos, através de uma trilha de 75 nanômetros. Conta ainda com uma interface SATA de 6 Gb/s, que é compatível com as versões anteriores, sendo 22% mais rápida quando combinados com as caches maiores.

Tudo isso se converte em um maior desempenho do produto, que pode ser de até 45% maior, graças à tecnologia OptiCache da Seagate. Outro recurso presente no Desktop HDD é o NCQ (Native Command Queuing), além da gravação perpendicular.

Para que o usuário possa obter acesso aos discos com mais de 2 TB de armazenamento, é necessário utilizar o novo padrão de BIOS, o UEFI. A Seagate oferece o DiscWizard, um software gratuito para que o seu computador com sistema operacional Windows (incluindo o Windows XP) consiga identificar os discos de 3 e 4 TB, mesmo que o seu computador não conte com o padrão UEFI. A Seagate também oferece assistentes para formatação e criação de divisões no disco, através de assistentes que também atuam na transferência e backup dos dados.

desktop-hdd-pen-reflection

Via Assessoria de Imprensa

[Dicas de Compras] HD Externo Portátil Sony HD-E1, com 1 TB de armazenamento e USB 3.0

by

sony-hd-1tb-00

Pequeno, bonito, leve e portátil. Tudo o que um geek precisa ter para armazenar fotos, músicas, vídeos, programas e arquivos diversos. E o melhor: podendo levar para qualquer lugar, e contando com a máxima velocidade de transferência de dados. Tudo isso é possível com o HD Externo Portátil Sony HD-E1, com 1 TB de armazenamento e compatível com as portas USB 3.0.

Para começar, o exterior do produto é impecável, com um acabamento em metal escovado, que passa um ar moderno para o produto. O HD chega ao usuário já formatado, para um uso imediato, e vem com softwares para auxilar na transferência de dados, sendo assim um produto acessível para usuários de diferentes níveis.

sony-hd-1tb-01

Um dos softwares que acompanham o Sony HD-E1 é o Acelerador de Transferência de Dados, que promete otimizar ainda mais a transferência de arquivos quando o HD estiver conectado em portas USB 3.0 e USB 2.0. Além disso, o produto conta com um Gerenciador de Backup, que copia todos os dados do seu computador para o HD Externo, com a possibilidade de atualizações automáticas, sempre de forma rápida e inteligente, reconhecendo os arquivos que foram modificados, e só alterando esses arquivos na unidade.

Os seus dados também podem ser protegidos por senha, além de oferecer um sistema de escolha de pastas a serem compartilhados, aumentando assim a segurança e privacidade da unidade. E para aqueles que possuem um PlayStation 3 em casa, essa unidade pode ser formatada no padrão FAT32, sendo assim compatível com o console da Sony.

sony-hd-1tb-02

Preço: R$ 339,00 (R$ 332,05 no boleto)

04-botao-clique037-180.jpg

 

 

Review | HD portátil Seagate Backup Plus, com USB 3.0 e 1 TB

by

IMG_1410

Mais um review para o blog TargetHD.net. Dessa vez, recebemos o Seagate Backup Plus, um HD portátil pensado na mobilidade e na velocidade de transmissão de grande volume de dados. Para isso, ele conta com conexão USB 3.0 e 1 TB de armazenamento, o que devem ser mais que suficientes para as necessidades da maioria dos usuários. A seguir, relato minha experiência de uso com o produto.

Peso e design

IMG_1401

O primeiro item considerado importante para um produto desse porte é o seu peso. Nos dias de hoje, os HDs portáteis tendem a ser mais leves, uma vez que os componentes estão consideravelmente reduzidos, e porque muitos dos HDs portáteis no estilo “Frankenstein” são feitos de HDs que originalmente devem ser instalados em um notebook, mas que no final das contas, acabam em um case. No caso do Seagate Backup Plus, que originalmente foi concebido para ser portátil, temos um produto ainda mais leve, pois o seu propósito original é ser portátil.

O seu tamanho é um pouco menor do que os HDs portáteis que tenho por aqui, o que garante a sua mobilidade e portabilidade em diferentes situações. Mesmo transportando o produto dentro do bolso frontal da calça (ATENÇÃO: isso não é recomendado por ser um lugar abafado e que pode produzir sudorese do corpo), ele não cria um volume tão avantajado assim. Logo, se você pensa em transportar o produto na mochila, no bolso do paletó ou em qualquer outra opção de transporte, vá em frente. O produto é ideal para ser utilizado em qualquer lugar.

IMG_1404

O modelo que recebemos em tom vermelho é elegante e visualmente atraente. É bem simples, e lembra uma pequena caixinha geek mesmo. Acredito que os usuários que gostam de combinar os seus gadgets com suas cores preferidas, ou aqueles que não gostam da monotonia do preto ou branco deverão se sentir atraídos por uma alternativa de cor em um produto como esse.

IMG_1415

O que talvez não pode agradar alguns usuários é o seu fundo em branco. Eu mesmo não me sinto muito inclinado a comprar gadgets nessa cor, uma vez que eles podem ficar encardidos com muita facilidade. De qualquer forma, aqui eu compreendo que é uma escolha da Seagate fazer a melhor opção em termos de aparência visual do produto.

Características

IMG_1407

A primeira característica que vale a pena chamar a atenção é esse conector em SuperSpeed. É ele que faz com que o produto se caracterize como um típico gadget compatível com as portas USB 3.0. Eu me lembro que outros produtos que recebi da Seagate para testes também contavam com esse tipo de conector, mas através de um adaptador que era acoplado à unidade. Dessa vez, eles integraram tudo ao corpo do produto, reduzindo assim ainda mais suas dimensões, e tornando o uso mais prático para o consumidor (quanto menos itens você levar na mochila ou pasta de trabalho, melhor).

IMG_1420

O conector acima vai utilizar esse cabo, que na outra extremidade possui o conector USB 3.0. Além disso, é importante destacar a flexibilidade que o Seagate Backup Plus possui em relação aos tipos de equipamentos que você pode utilizar. O produto é compatível com PCs com Windows e com o Mac OS X, incluindo os novos computadores com portas Thunderbolt. Você também pode utilizar um adaptador FireWire 800 (vendido separadamente), caso queira ou necessite utilizar essa opção.

IMG_1425

Simples assim. Não requer prática, muito menos habilidades.

O produto em funcionamento

IMG_1427

Dividimos o teste do Seagate Backup Plus em duas partes. Primeiro, utilizamos o produto em uma porta USB 2.0, e depois, na porta USB 3.0 (acima), para verificar a diferença entre as velocidades de transmissão de dados e o seu desempenho em arquivos únicos de grande volume, como por exemplo arquivos de vídeo. Existe um comportamento diferente de transmissão de vários arquivos para um único arquivo com grande quantidade de dados, e o objetivo aqui é identificar como ele se comporta nessas diferentes situações.

seagate01

Quando conectado no computador, estão armazenados no disco os arquivos de instalação do software da Seagate para gerenciamento de arquivos e backup de documentos, além da pasta para armazenamento de arquivos online e vídeos com pequenos tutoriais de uso. Você até pode utilizar o produto sem instalar nenhum tipo de programa em seu computador, mas recomendamos que você instale os softwares presentes na unidade. O motivo: ampliar a experiência de uso de forma significativa.

seagate_backupplus_1

Tudo bem, os geeks mais experientes podem acreditar que tais programas são apenas parafernalhas. Mas como o objetivo é alcançar também aqueles que não são usuários habituais desse tipo de produto, e quer fazer um backup de uma forma mais segura, basta instalar esses programas apenas uma vez, fazer as configurações, e pronto: o backup pode ser feito automaticamente, sem maiores dificuldades.

seagate_backupplus_3

Não só isso. O Seagate Backup Plus tem opções para backup dos seus preciosos arquivos do Facebook, de forma remota. Você conecta HD portátil no computador com o software de gerenciamento instalado, e de forma automática, o programa entra em contato com a sua conta na rede social, e faz o download daquele conteúdo que você atualizou em outras plataformas, principalmente as fotos que você publicou nas últimas horas. Nesse caso, a velocidade desse backup vai depender da velocidade da sua conexão de internet.

IMG_1431

Voltando aos backups de arquivos armazenados dentro do computador. Ao utilizar o HD em portas USB 2.0, a sua velocidade média de transmissão de dados foi de 25 MB/s, tanto para cópia quanto para movimentação de arquivos. A taxa no caso da cópia de múltiplos arquivos foi um pouco maior (31 MB/s). Ou seja, o Seagate Backup Plus tende a se comportar como um HD portátil convencional quando operado nas portas USB 2.0. Esperava aqui obter algum tipo de vantagem por causa da tecnologia de alta velocidade naturalmente adotada no produto, mas não foi o que aconteceu.

A vantagem mesmo foi demonstrada quando utilizei o produto em uma porta USB 3.0. Aqui, obtive taxas de transferência de arquivos com uma velocidade final de até 110 MB/s (a média ficou em 92 MB/s). Vale lembrar que os resultados podem variar de acordo com o pacote de dados que você vai manipular na hora da cópia ou backup de arquivos, e que se comparados com outros modelos da própria Seagate, ele fica na média, como um modelo intermediário. Mas se levarmos em conta o grande escopo de usuários que poderão transferir os seus arquivos para o HD portátil (ou para o computador) em um tempo pelo menos três vezes menor, esse pode ser um investimento que vale a pena ser considerado.

Conclusão

O Seagate Backup Plus está APROVADO. É um item visualmente atraente, com um tamanho compacto o suficiente para confirmar o seu conceito de mobilidade, e com recursos que devem tornar a vida dos menos íntimos com o mundo da tecnologia. Para os mais geeks, é sempre bom ter uma opção com tais características, e principalmente: que pode tornar o seu trabalho mais prático pela velocidade oferecida para a transmissão de dados. Para quem trabalha todos os dias com grandes volumes de dados, ou para quem quer levar os seus filmes em formato digital para qualquer lugar, essa é uma opção a ser considerada.

Conheça a nova câmera esportiva HD da Panasonic, a HX-A100 #CES2013

by

A Panasonic apresentou na CES 2013 a HX-A100, a sua nova câmera esportiva HD, cujos pontos fortes estão no seu tamanho, sua comodidade e a resistência ao enfrentar situações adversas. Mas o elemento que realmente diferencia essa proposta está no fato que o seu sensor e a ótica são elementos separados do restante do dispositivo, permitindo assim reduzir o tamanho final do produto, e o que é melhor: podendo colocar a câmera em praticamente qualquer lugar.

A Panasonic HX-A100 vem com um periférico que se engancha nas orelhas, permitindo que você faça a gravação na sua perspectiva, sem a necessidade de montá-la em um capacete ou em uma mochila (apesar dessas duas opções também estarem disponíveis para o usuário). Some isso ao fato que ela é resistente à água (até 1.5 metro de profundidade, durante 30 minutos) e à poeira, e temos aqui uma das opções de câmeras esportivas HD mais práticas do mercado.

A parte da ótica está separada do restante da câmera por um cabo de 30 centímetros, e o peso total do conjunto é muito reduzido (apenas 30 gramas). Além disso, para deixar a sua experiência mais completa, a Panasonic HX-A100 conta com conectividade Wi-Fi, permitindo que você retransmita via streaming toda a sua ação, ao mesmo tempo que você realiza uma gravação em Full HD (1920 x 1080/60 fps), que pode ser interrompida a qualquer momento de forma simples, controlando essa gravação pelo smartphone ou tablet.

O único problema da HX-A100 (já que estamos nos acostumando a viver em um mundo onde “nem tudo é perfeito”) é a sua autonomia de bateria, e mesmo assim não podemos reclamar muito, já que estamos falando de uma câmera com dimensões muito reduzidas. O produto só possui 140 minutos de autonomia de bateria para gravação de vídeos em HD, e isso com o Wi-Fi desligado. Ou seja, sua jornada não poderá durar mais que uma hora, se você quiser registrar tudo e enviar para seus amigos em tempo real.

O preço e a disponibilidade da nova câmera de ação da Panasonic não foram revelados.

Via DPreview

Review | Análise do decoder HTDV Slim da SKY (SH25)

by

novodecodersky01

Fui assinante da SKY por pouco mais de um ano, e nos últimos meses, tive a chance de testar os dois decodificadores HTDV da empresa, o Slim e o Plus, além do novo decodificador compacto em SD (digital). Em uma série de posts que pretendo publicar até o final do ano (se tudo der certo), vou fazer uma breve análise sobre todos esses equipamentos, para dar um parecer sobre o que os potenciais assinantes podem esperar dos equipamentos, e até mesmo para compartilhar minha opinião sobre esses produtos. Começo pelo modelo HDTV Slim da SKY, na versão SH25.

O produto é realmente “compacto” e “slim”. Ele é mais fino que os receptores antigos da SKY em SD, da penúltima geração (aqueles antigos da Thompson, Philips, etc). O modelo lembra em seu design um set-top box moderno, ficando compacto e elegante no móvel que vai receber a sua central de entretenimento. É um equipamento leve, que permite um prático transporte para outra residência, caso você conte com uma antena SKY na sua casa de praia, ou quer levar o equipamento HTDV na casa de parentes e amigos, que ainda estão com um equipamento em SD.

Na parte frontal do produto, temos os botões de liga/desliga, menu, botões de navegação, botão “confirma”, botão de guia e o botão de reset. Todos são um pouco pequenos demais do que o desejado, mas não imagino que a maioria dos usuários vão utilizar esses botões no dia a dia. Só servem mesmo para ajudar o técnico na configuração inicial do equipamento, ou para o usuário se salvar em algum momento de bloqueio mais crítico de suas funções.

Em uma das laterais do produto, temos o slot para conexão do smartcard (ou cartão do usuário) do equipamento. Não me agrada muito ter um equipamento que deixe o cartão exposto, mesmo que parcialmente. Por outro lado, os equipamentos mais novos são feitos para facilitar a vida dos usuários no caso de problemas mais sérios, como perda de sinal, de configurações e problemas durante a atualização do equipamento, o que torna a escolha de um acesso prático ao smartcard algo compreensível.

Na parte traseira do equipamento HDTV SH25, temos poucos conectores. Na verdade, os essenciais para que o equipamento receba o nome Slim: conector de entrada de satélite, saídas de áudio e vídeo, saída de áudio digital, saída HDMI e a porta USB, que finalmente passou a ter alguma utilidade prática para o usuário, permitindo agora a gravação da programação em HDs externos e pendrives (falo disso mais para frente), além da saída do conector de energia.

A boa notícia para os usuários que vão receber esse equipamento é que o seu controle é o mesmo do equipamento SKY HDTV Plus. Mesmo não contando com todas as funcionalidades do equipamento Plus, ele é um ótimo controle, com excelente tempo de resposta, um bom tamanho, e um posicionamento de botões muito funcional. Esse controle possui uma versão compacta e simplificada nos novos receptores SD (falaremos mais sobre isso quando falarmos desse equipamento aqui no blog).

O produto em funcionamento

O equipamento SKY HDTV Slim possui o mesmo software presente no modelo SKY HDTV Plus, com algumas vantagens e desvantagens, todas elas sendo consequências de suas características técnicas. A principal vantagem desse equipamento é que ele é bem mais rápido que o HDTV Plus, até porque ele não conta com um HD interno, que faz com que o equipamento fique mais lento durante o processamento dos seus comandos. Como principal desvantagem, alguns itens de agendamento de programação são restritos, ou contam com funções “pouco inteligentes”.

Por exemplo, se você faz um agendamento de mudança de canal no padrão “diário”, com uma janela de começo e fim previamente determinado, você pode cancelar individualmente o agendamento para um determinado dia, mas a tarefa de cancelar em definitivo essa programação é bem complicada para os usuários inexperientes. O usuário pode penar muito na hora de desfazer esse agendamento.

Assim como o equipamento Plus, o modelo Slim faz um “upscalling” de imagem nos canais SD, uma vez que ele pode enviar as imagens via HDMI no padrão 1080i. Mas atenção: isso não quer dizer que os seus canais digitais serão exibidos em alta definição, mas sim que eles vão ter uma leve melhoria de imagem. Aliás, você já tem uma melhoria natural de imagem pela natureza da conexão, mas ao ajustar essa configuração (algo que pode ser feito pelo próprio usuário, mas o instalador da SKY é orientado para deixar esse ajuste como padrão por causa dos canais em HD), as imagens de canais digitais acabam ficando bem melhor.

A partir desse mês de novembro, a SKY oferece para os usuários o recurso de gravação de programação via USB, para pendrives (de pelo menos 16 GB de armazenamento) e HDs externos (até 1 TB). O custo para os usuários com equipamentos HDTV Slim é de R$ 7.90/mês, exceto para os assinantes dos combos SKY HDTV 2013, que recebem o recurso de graça. Não testei ainda a funcionalidade, até porque não sou mais assinante da SKY. Mas espero fazer isso em breve. E, se você já testou o recurso, deixe os seus comentários aqui no blog.

Por fim, o equipamento SKY HDTV Slim SH25 está APROVADO. É um ótimo equipamento de TV por assinatura, e me surpreendeu pelo desempenho, mesmo com suas restrições técnicas. Nas próximas semanas, eu pretendo comentar os demais equipamentos de TV por assinatura que testei recentemente, sempre com o objetivo de ilustrar suas diferenças, características e funcionalidades.

Cromus apresenta na Eletrolar Show 2012 o receptor TV Free HD

by

A Cromus participa pela primeira vez da Eletrolar Show, que acontece entre os dias 3 e 6 de julho, em São Paulo, e apresenta na feira o TV Free HD, um receptor digital que oferece alta qualidade de imagem e som, em alta definição, para os usuários que ainda contam com a parabólica analógica em suas residências.

Com preço sugerido de R$ 289, o TV Free HD é indicado para aqueles que desejam melhorar a qualidade de imagem dos canais abertos, mas não querem ter que recorrer à uma TV por assinatura. Nesse caso, basta o usuário trocar o seu receptor atual pelo da Cromus e configurar os canais.

O produto também está disponível na versão SD (canais digitais em 480p), com preço sugerido de R$ 189. Outro benefício dos dois modelos é que eles são híbridos, ou seja, podem sintonizar os canais das parabólicas digital e analógica, além de contar com recursos multimídia, jogos interativos, relógio com função sleep e ferramenta de busca.

Via Assessoria de Imprensa

Discos rígidos My Passport Studio 2TB da Western Digital incluem duas portas FireWire 800

by

Como é bom saber que nos dias de hoje é possível ter discos rígidos de 2 TB em tamanhos diminutos nas mãos. Agora, aparece mais um desses discos, o My Passport Studio, da Western Digital, que além de garantir tal capacidade de armazenamento, conta ainda com duas portas FireWire 800 (mas não possui porta USB 3.0).

O dispositivo foi desenvolvido para um uso com os computadores Mac (mas nada impede que se utilizem em outras plataformas), permitindo a utilização de uma porta FireWire 800 para se comunicar com o computador, enquanto que a outra porta é usada para conectar um segundo periférico, como um disco rígido adicional.

O My Passport Studio da WD inclui ainda um sistema de criptografia baseada no hardware e software do produto, para proteção por senha, e podem ser adquiridos nos tamanhos de 500 GB, 1 TB e 2 TB, com preço sugerido de até US$ 300 para o modelo de 2 TB.

Via WDC.com

Suposta tela Retina Display do iPad 3 é vista em detalhes

by

O pessoal do site Mac Rumors conseguiu flagrar aquela que, supostamente, é a tela LCD do iPad 3. Mas apenas no formato que estamos vendo acima: a tela e nada mais. Apesar de não conseguir usar a tela, ou registrar alguma imagem reproduzida na mesma, ao menos eles puderam analisar o material mais de perto, e compará-lo com a tela de um iPad 2, confirmando assim a aparente presença de uma Retina Display de 2.048 x 1.536 de 9.7 polegadas. Isso quer dizer que o iPad 3 terá o quádruplo de pixels do iPad 2, sem variar o tamanho de sua tela (em termos gerais, o iPad 3 pode ser mais grosso na sua espessura, pelo fato de ter uma bateria maior).

Para saber a verdade sobre as informações acima citadas, teremos que esperar que a Apple e Tim Cook apresente o novo tablet. Vamos ter que esperar mais alguns dias para que tudo se confirme ou se desminta.

Via Mac Rumors

Fujifilm lança no Brasil as câmeras digitais da linha S – FinePix S4000 e FinePix S2950

by

A Fujifilm lança no Brasil a linha de câmeras S, com os modelos FinePix S4000 e FinePix S2950 (foto acima). As câmeras são voltadas para os usuários mais avançados, e contam com objetivas Fujinon, com zoom de longo alcance (30x, na S4000 e 18x, na S2950).

Além da lente de longo alcance, as câmeras possem recursos como o autofoco em movimento, zoom instantâneo e bracketing de zoom. Ao pressionar o botão de disparo até a metade, o autofoco em movimento é acionado, o que auxilia na captação de imagens em movimento, como em eventos esportivos. Os modelos também agregam a tecnologia de estabilização de imagens de alta sensibilidade à alta velocidade de disparo.

Recursos como remoção de olhos vermelhos e detector de faces também estão presentes, além dos recursos de “smile and shoot”, modo panorama, reconhecimento automático de cena, efeitos de imagem de captura, entre outros. Os modelos possuem tela de LCD de 3 polegadas, e gravam vídeos em alta definição (HD).

As câmeras FinePix S4000 e FinePix S2950 da Fujifilm já estão disponíveis no mercado. Abaixo, tabela completa de especificações.



Via Assessoria de Imprensa

Liquid Image Ego: pequena filmadora WiFi esportiva

by

Não é a primeira vez que vemos produtos da Liquid Image no TargetHD, mas é a primeira vez que falamos de uma filmadora. A Ego, uma pequena notável em alta definição, que se propõe a ser a companheira daqueles que querem filmar tudo o que acontece ao seu redor.

O produto mede apenas 7 cm de tamanho, e possui uma pequena tela de LCD de 2 polegadas. É capaz de realizar gravações em 1080/30p e 720/60p, e se destaca por ser um dos poucos equipamentos do mercado a contarem com WiFi de série, permitindo que o usuário visualize as filmagens em dispositivos como smartphones, tablets ou PCs conectados.

O Liquid Image Ego também tira fotos de até 12 MP, e é submergível em até 3 metros de profundidade, além de contar com ângulo de visão de 136 graus. O modelo não conta com memória interna, só inclui um slot para cartões microSD de até 32 GB.

Tem previsão de lançamento para o mês de junho, com preço de US$ 149.

Via Gizmologia

LG mostra sua linha de HDTVs para 2012

by

A LG começou a apresentar as suas novidades na CES 2012, e começa pela sua linha de TVs de grande formato. Eles apresentaram os novos modelos LM9600, LM8500, LM7600 e LM6700, todas elas com uma tela de apenas 4 mm.

Os modelos LM9600 e LM8600 contam com processadores de núcleo duplo, para ajudar a carga de conteúdos em alta velocidade, e o reconhecimento de voz, presente no Magic Remote da empresa. Tudo isso trabalha em conjunto com a conectividade MHL e com a área de trabalho da empresa. Já os modelos LMG850 e LMG620 contam com tela LED, Google TV e também contam com o Magic Remote, que também atua como um teclado QWERTY para interagir com o sistema da TV.

Já no segmento de TVs 3D, os coreanos anunciaram o lançamento de 25 equipamentos diferentes. Merece destaque os modelos com óculos ativos e passivos. Por fim, a PenTouch TV PM6900 é de plasma, e conta a sua própria caneta Stylus para interagir com a tela, com desenhos e anotações.

Via Engadget

AOC e2251Fwu, 22 polegadas e 1080p com apenas uma única porta USB

by

Não é muito fã de ter mais cabos que o necessário ao redor de seu computador, ou deseja configurar um equipamento com várias telas? Então, é possível que você se interesse nessa nova tela USB da AOC. A unidade recebe o nome de e2251Fwu, e tem tamanho de 22 polegadas (1920 x 1080), contraste dinâmico de 20.000.000:1 e tempo de resposta de 5 ms. A comodidade de poder conectar o monitor através de sua porta USB e começar a obter vantagens de suas configurações, ou até mesmo transformá-lo no monitor principal do seu computador vai exigir de você a quantia de US$ 199. Mas não pegue o seu cartão de crédito agora. Ele só estará disponível no mercado a partir do mês de fevereiro.

Via Engadget

Rossmorr i23 HD promete alta resolução e precisão extrema

by

Os fãs do design gráfico agora contam com uma nova opção de monitor. O Rossmorr i23 HD é um produto que chega para competir com o Wacom Cintiq 24HD, e tem preço sugerido de US$ 1.999, US$ 500 mais barato que o modelo da Wacom.

Entre suas características, o i23 HD oferece uma resolução IPS de 1920 x 1080 (contra 1920 x 1200 do Cintiq 24HD). A tela necessita de um computador para funcionar e, segundo dizem, é compatível com Windows, OS X e Linux. A empresa é nova (tem menos de um ano no mercado de tablets), logo, vale a pena esperar alguns reviews e testes de usuários para comprovarmos a qualidade do produto. Abaixo, um vídeo que mostra o produto em ação.



Via Rossmorr