Arquivo para a tag: ea

Você pode ganhar US$ 1.3 milhão se for invencível no FIFA 17

by

FIFA 17 teaser

A EA vai incluir no FIFA 17 um novo modo de jogo, o FUT Champions, onde é possível participar em torneios diários e semanais em troca de recompensas que melhoram as suas capacidades no game.

Além disso, esse novo modo oferece a possibilidade do gamer participar de eventos de finais de semana, onde é possível obter recompensas ainda melhores, alcançando grandes pontuações para escalar posições na sua classificação mensal.

 

O que realmente interessa: a grana!

Uma vez o jogador alcançando rankings elevados no mês (e tal competição é válida apenas para os jogadores dos consoles PlayStation 4 e Xbox One), é possível entrar na Ultimate Team Championship Series, uma nova liga composta pelos 32 melhores jogadores de FUT do planeta, cujo prêmio principal é nada menos que US$ 1.3 milhão.

No caso de você não puder participar de todas as competições online do FIFA 17 que oferecem o passe para o Ultimate Team Championship Series, sempre é possível assistir as classificatórias locais, que são eventos celebrados em determinadas cidades. A EA vai oferecer mais detalhes sobre isso em breve.

Todos os detalhes relacionados sobre a competição chegarão mais adiante, de modo que a única coisa que podemos dizer é que você precisa treinar e muito daqui para frente no FIFA 17.

Porque agora a coisa toda vale DI-NHEI-RO!

Via EA

A EA na E3 2016

by

electronic-arts-e3-presentation

A Electronic Arts foi a primeira das grandes distribuidoras a apresentar suas novidades na E3 2016 em Los Angeles. Eles realizaram o evento em uma área separada da grande convenção, denominada EA Play, se antecipando à abertura do grande evento.

Poucas coisas apresentadas não eram conhecidas, e a maioria dos peixes estavam vendidos antes do evento começar. Alguns jogos como Mass Effect: Andromeda foram vistos na E3 2015 (ou seja, estão atrasados), enquanto que outros como Mirror’s Edge Catalyst foram publicados.

A seguir, um resumo da EA na E3 2016.

Battlefield 1: Ação em primeira pessoa desenvolvida pela DICE, ambientado na Primeira Guerra Mundial. Podemos conduzir carros de combate, navios ou caças. Será uma guerra em escala épica para até 64 jogadores simultâneos. O lançamento do décimo título da saga Battlefield está previsto para o dia 21 de outubro de 2016, para PC Windows, Xbox One e PlayStation 4.

Mass Effect: Andromeda: Um dos mais desejados pelos fãs da saga de RPG da Bioware. Será maior, mais profundo e aberto do que nunca, além de ser independente dos anteriores em relação às histórias e protagonistas. Utilizará de forma profunda o motor gráfico Frostbite do Battlefield. Não tem data concreta de lançamento, mas tem previsão de chegarda para o começo de 2017. Para PC Windows, Xbox One e PlayStation 4.

Titanfall 2: Segunda parte do título de ação em primeira pessoa, desenvolvido pela Respawn Entertainment. Na campanha para um jogador que explora a união única entre homem e máquina, os jogadores encontrarão em A Fronteira com um fusileiro da Milícia com aspirações em se transformar em piloto. No modo multiplayer, temos seis novos titãs com habilidades exclusivas, um novo arsenal, personalização ampliada, e novos mapas. Disponível para PC, Xbox One e PS4 no dia 28 de outubro.

Star Wars: A EA revisou os jogos em torno da franquia Star Wars que vai distribuir. São vários, com desenvolvimento de empresas como DICE, Bioware, Motive, Visceral Games, Capital Games e Respawn Entertainment. Alguns dos jogos não chegam antes de 2018.

FIFA 17: Próxima edição do simulador esportivo, que foi criado do zero para utilizar o motor gráfico Frostbite, prometendo assim melhorias no visual. Chega em 27 de setembro para PC Windows, PS3, PS4, Xbox 360 e Xbox One.

Madden 17: Também em desenvolvimento pela EA Sports, com previsão de chegada no dia 23 de agosto, para Xbox One e PlayStation 4. Os mebros do EA Access poderão testá-lo no console da Microsoft antes do seu lançamento.

Fe: Por fim, um jogo indie de exploração e aventura criado por um pequeno estúdio de Gotemburgo. É o primeiro lançado via EA Originals, um interessante programa onde a produtora promoverá e publicará títulos de pequenos desenvolvedores. A melhor parte: todos os lucros vão para o desenvolvedor.

EA pode ter revelado as vendas do Xbox One

by

xboxone

Desde o lançamento do Xbox One, a Microsoft nunca informou oficialmente o número de unidades vendidas em todo o planeta (o PlayStation 4 já vendeu 36 milhões de unidades). Porém, o CFO da EA Blake Jorgensen, durante uma conferência pode ter revelado a quantidade de unidades vendidas do console de última geração da gigante de Redmond.

O executivo menciona a marca de 55 milhões de unidades distribuídas em todo o planeta. Dito isso, resta saber se 19 milhões são de consoles da Microsoft nas ruas. Sabemos que a Sony tem vantagem nessa briga, mas até agora a gente não sabia qual era essa vantagem.

O panorama atual mostra uma leve melhora do Xbox One diante do PlayStation 4, e essa vantagem pode ser reduzida com o tempo, ainda que muitos entendam que a vantagem é muito grande para permitir uma recuperação.

Via Eurogamer

Todos os jogos da EA na E3 2015

by

ea-e3-2015

A EA mostrou as suas armas na E3 2015. Não dava para esperar menos de uma das maiores distribuidoras/produtoras mundiais de videogames do planeta, ainda que quase tudo o que foi apresentado já contavam com referências anunciadas. A seguir, um resumo de tudo o que foi anunciado.

 

Star Wars Battlefront

Começamos com o próximo jogo baseado no universo Star Wars, disponível para PS4, Xbox One e PCs. Seu lançamento acontece no dia 20 de novembro, e a seguir temos um gameplay do modo multiplayer.

 

Mass Effect Andromeda

Outro jogo esperado pelos fãs é a sequência da saga da Bioware, que chega no final de 2016 para PS4, Xbox One e PCs.

 

Star Wars Knigths of the Fallen Empire

É a expansão do jogo multiplayer, que estará disponível para PCs no dia 27 de outubro.

 

Unravel

Uma das novidades apresentadas pela EA. Um colorido jogo puzzle e de plataformas, criado pelo autor de Journey.

 

FIFA 2016

Com Pelé no palco da EA na E3 2015, FIFA 2016 apresentou novidades e melhorias em todos os níveis, especialmente na Inteligência Artificial. Um clássico, que estará disponível para PCs, Xbox One, Xbox 360, PS4 e PS3 no terceiro trimestre de 2015.

 

Madden NFL 16

Outro grande game esportivo da EA, que não poderia faltar.

 

NHL 16

Outro grande game esportivo da EA, que estará disponível para Xbox One, PS4 e PCs a partir do mês de novembro.

 

NBA Live 16

O simulador de basquete mais popular do mercado estará disponível para PS4 e Xbox One no dia 29 de setembro.

 

Need for Speed

O reboot do simulador de corridas estará disponível no dia 3 de novembro. Destaque para o motor gráfico Frostbite.

 

Plants Vs. Zombies Garden Warfare 2

A sequência do jogo de defesa de torre e shooter em terceira pessoa estará disponível na primavera de 2016 para PCs, PS4 e Xbox One. Todas as expansões (DLCs) serão gratuitas, informa a EA.

 

Mirror’s Edge Catalyst

Ação em primeira pessoa e aventura em um mundo aberto com uma heroína de artes marciais. Chega ao mercado em 26 de fevereiro de 2016 para Xbox One, PS4 e PCs.

 

Star Wars Galaxy of Heroes

Um jogo para iOS e Android, baseado no universo de Star Wars. Segundo a EA, terá todos os personagens da saga.

star-wars-galaxy-of-heroes

FIFA 16 não estará presente em nenhum console da Nintendo

by

fifa-16-2015

Nenhum videogame da Nintendo (Wii U ou Nintendo 3DS) vai receber o FIFA 16, assim como o PlayStation Vita da Sony. A informação veio de um representante da EA, que não entrou em maiores detalhes sobre o assunto.

Com isso, FIFA 16 vai chegar aos consoles PS3, PS4, Xbox 360 e Xbox One, além dos PCs. O Wii também ficou de fora, reforçando que essa será a primeira vez desde 2000 que os consoles da Nintendo não vão receber um novo jogo da série FIFA.

A EA não comenta sobre a decisão, mas muito provavelmente ela se deu por interesses comerciais.

Via Polygon

Simulador da EA Sports já definiu o vencedor do Super Bowl XLIX

by

EA_Sports_Madden_15_Super_Bowl

O Super Bowl XLIX, final do campeonato de futebol americano da NFL, acontece no próximo domingo (01/02). E como já é uma tradição, a EA Sports apresentou a sua previsão para o vencedor do jogo, baseado nos jogadores disponíveis para a final, nos itens de habilidades desenvolvidos por cada jogador ao longo da temporada, e o desempenho das duas equipes nesse período.

A final será disputada entre New England Patriots (campeão da AFC) e Seattle Seahawks (campeão da NFC), no estádio da Universidade de Phoenix, em Gleendale, Arizona (EUA). O que podemos dizer é que estamos na torcida desde já para que o simulador ao menos acerte na promessa de jogo disputado, com um placar apertado.

Para a simulação, a EA usou a última versão do seu jogo, o Madden 15. E o resultado do jogo simulado foi: New England Patriots 28-24 Seatte Seahawks, em uma partida decidida nos segundos finais.

Vale lembrar que, nas últimas 11 simulações, o game Madden acertou 8 vezes o nome do campeão do Super Bowl. Porém, no ano passado, eles erraram essa previsão, dando o título para o Denver Broncos (que foram espancados pelo Seattle Seahawks, por 43-8).

Confira o vídeo da simulação a seguir.

 

Via ESPN

SimCity BuildIt: em breve, poderemos construir cidades pelo smartphone

by

simcity-buildit-1

A EA anunciou que SimCity BuildIt, nova versão do tradicional jogo de construção de cidades (e posterior destruição por desastres naturais, robôs ou alienígenas) estará disponível em breve para as plataformas iOS e Android, mas sem revelar datas.

A mecânica do jogo é a mesma que já conhecemos: construir a sua própria cidade, e fazer ela evoluir com suas capacidades de gestão. Obviamente, os gráficos do game serão modificados em relação às versões do PC, e os controles serão adaptados para as telas sensíveis ao toque. O game promete gráficos avançados, onde será possível (por exemplo) manipular a visualização das cidades (zoom e rotações de 360 graus) com simples gestos de toque na tela.

SimCity BuildIt não tem preço, nem data de lançamento, mas a EA garante que “em breve” vai informar esses detalhes.

simcity-buildit-2

Via EA

EA aproveita falhas em seus jogos para fazer um novo vídeo promocional

by

dfrne8tpclzx5cnb9ndt

Nada como rir de si mesmo. O jogo Madden NFL 15 apresentou algumas falhas bem divertidas, como um dos jogadores em campo aparecendo com alguns centímetros de altura (mais precisamente o linebacker do Cleveland Browns Christian Kirksey). Pois bem, a EA decidiu tirar vantagem disso, e chamou o próprio Kirksey para protagonizar um anúncio do jogo, com uma suposta biografia do pequeno jogador. Quem sabe nos futuros jogos eles deixam essas falhas como uma opção permanente do jogo? Enfim, vídeo a seguir.

p4xdjxiqzbfuixy50le9

 

FIFA 15 entra em pré-venda no Brasil, com lançamento marcado para 9 de outubro

by

fifa-15

A EA confirmou que o game FIFA 15 será lançado no Brasil no dia 9 de outubro, duas semanas depois do seu lançamento nos Estados Unidos (23 de setembro). O jogo estará disponível nas principais plataformas de games do mercado, além de contar com uma versão para os PCs.

Para quem adquirir o jogo no período de pré-venda, vai receber alguns extras, como comemorações de gols, o Adidas All-Star Team, chuteiras virtuais e desbloqueio de kits históricos para equipes clássicas.

O jogo oferece novidades como a engine Ignite, que promete um maior realismo nos jogos, manifestação de torcidas, gramado, reações de jogadores e detalhes comportamentais em geral. Lembrando: o FIFA 15 não contará com times brasileiros, pois não houve acordo de licenciamento entre as equipes do “espetacular” Campeonato Brasileiro com a EA.

FIFA 15 vai custar R$ 199,90 para os consoles Xbox 360, Xbox One, PlayStation 3 e PlayStation 4, e R$ 69,90 para PCs.

 

Via Tecnoblog

Ubisoft observa de perto o EA Access, e seu formato de assinatura mensal

by

ACU_Screen_ParisRooftop_E3_140609_4pmPST_1402143770

O EA Access tem um observador muito importante. Yves Guillemot, CEO da Ubisoft, demonstra estar muito interessado na proposta de assinatura mensal da EA, mas mantém certas reservas sobre o conceito.

Em entrevista realizada para o Game Informer, Yves garante que está aberto a “todo o tipo” de plataforma que permite ao usuário acessar seus jogos. Porém, “essa plataforma tem que funcionar bem, e oferecer uma boa experiência”.

Fica claro que plataformas como o Access são as que nos esperam em um futuro próximo, mas levando em conta que a Ubisoft não foi tão bem sucedida com o seu sistema Uplay Passport, será melhor que esperem com calma a evolução do EA Access, antes de arriscar a sua solução nesse segmento.

Pack Xbox One + FIFA 15 em 25 de setembro, por 399 euros

by

xbox-one-fifa-15

A Microsoft acaba de anunciar na Gamescom 2014 o pack do Xbox One com o jogo FIFA 15, que chegará ao mercado no próximo dia 25 de setembro. Seu preço será de 399, 99 euros, ou seja, você compra o console e leva o jogo de graça. Os interessados podem reservar o pack desde já (em mercados selecionados), e o lançamento é mais uma prova que a relação de momento entre EA e Microsoft são as melhores possíveis.

Opinião | Sem times brasileiros no FIFA 15? “Tá de brincation with me”?

by

fifa-15

É… o futebol brasileiro está na vala mesmo. Até a EA, responsável pelo jogo FIFA 15, desistiu do nosso esporte bretão. A empresa anunciou hoje (30) em comunicado que a nova versão do jogo não contará com os times brasileiros, apenas com a Seleção Brasileira de Futebol. Aquela mesma que tomou de 7 a 1 para a Alemanha em casa, em uma semifinal de Copa do Mundo (jamais esqueceremos disso.

A EA alega que o motivo pelo qual os times brasileiros não estarão presentes no jogo são, basicamente, as mudanças no processo de licenciamento das equipes nacionais. Segue o trecho do comunicado:

A EA não conseguiu chegar a um acordo com os detentores dos direitos dos jogadores e, consequentemente, eles não serão incluídos no jogo FIFA 15, estando também ausentes os respectivos clubes do campeonato brasileiro (…) a Seleção Brasileira foi mantida no novo jogo, bem como as estrelas nacionais que atuam em grandes ligas em todo o mundo. 

Essa história de licenciamento dos times (e as dificuldades criadas pelas equipes da primeira divisão do futebol brasileiro) não é algo recente. Em um passado não muito distante, algumas equipes mais populares criaram certos obstáculos para se fazerem presentes nos jogos da série FIFA justamente por conta dos direitos de licenciamento das imagens das equipes. Sabe, alguns times queriam uma grana a mais para aparecer nos lares do mundo todo.

Ok, eu entendo. Afinal, cada time cobra o que entende que sua marca vale.

Por outro lado, depois do fiasco da Seleção Brasileira em campo na Copa do Mundo, do fiasco dos times brasileiros na Copa Libertadores 2014, do ridículo Campeonato Brasileiro, que pode ser resolvido no tapetão a qualquer momento… é mesmo necessário mudar o processo de licenciamento das equipes nacionais?

Sério mesmo?

Tá, eu não assisto o futebol brasileiro mesmo. Logo, muito provavelmente, eu não jogaria nem com o meu time o jogo. Porém, tem muito torcedor que está quebrando os DVDs dos jogos antigos, e pedindo a falência da EA por conta dessa decisão.

Amigo… são negócios.

A EA pouco tem culpa se o futebol brasileiro é desorganizado, se acha com o rei na barriga, e é comandado por dirigentes que, em muitos casos, são inescrupulosos. O futebol brasileiro não é nem essa Coca-Cola toda para exigir mais que as principais ligas da Europa para receberem um marketing global que é oferecido pelos jogos de videogames.

Logo, você pode lamentar essa decisão. Mas direcione a sua reclamação para o departamento correto.

 

Com informações do Tecnoblog

EA e Microsoft lançaram “a Netflix dos videogames”, e a Sony não vai gostar nada disso…

by

ea-access

A EA e a Microsoft lançaram um serviço de pagamento que permite ao usuário adquirir mensalmente uma série de jogos por apenas 3.99 euros por mês. O EA Access oferece acesso ao The Vault, uma zona onde jogos de sucesso da empresa serão publicados, que poderão ser baixados gratuitamente pelos assinantes.

Hoje, o programa se encontra em uma fase beta, e os jogos oferecidos são: FIFA 14, Madden NFL 25, Peggle 2 e Battlefield 4. Aos poucos, essa biblioteca está crescendo, e a ideia é oferecer um extenso catálogo que pode ser acessado sempre e quando estamos inscritos no serviço (que tem a opção de assinatura anual de 24.99 euros).

Além dos jogos de sucesso, o EA Access oferece 10% de desconto nos downloads digitais, jogos completos, conteúdos e até dinheiro dentro do jogo, além de oferecer acesso aos jogos cinco dias antes do seu lançamento oficial. A beta estará disponível para usuários selecionados nos próximos dias, mas a EA garante que nas próximas semanas o serviço estará disponível para os usuários do Xbox One.

Por outro lado, a Sony parece não estar muito feliz com essa iniciativa. Segundo a Game Informer, um representante da empresa revela que não acha adequado pedir US$ 5 adicionais aos seus jogadores para acessar o EA Access. Eles contemplaram a possibilidade de oferecer a opção da Sony, mas decidiram não fazer isso, pois entendem que a PlayStation Plus (com dois jogos mensais gratuitos) cumpre com as expectativas dos jogadores.

De fato… pra quê pagar duas vezes, não é mesmo (Microsoft)?

De qualquer forma, se a EA manter uma biblioteca de jogos atualizada e de qualidade, é provável que muitos usuários olhem com bons olhos para o investimento anual no serviço para acessar os jogos de forma ilimitada. Mesmo que muitos temam que tal possibilidade jamais seja oferecida no PS4.

Via EA Access, Game Informer

Game FIFA Brasil 2014 não chegará aos novos consoles, pois estes não contam com usuários suficientes

by

eas-2014-fwc-cyc

O jogo FIFA Brasil 2014 não estará presente nas novas plataformas Xbox One e PlayStation 4, e segundo o produtor da EA Sports, Matt Prior, o motivo é muito simples: “não temos recursos ilimitados” (paga gastar com um console que não tem público suficiente).

Em uma entrevista para o Engadget, Prior afirmou que a prioridade da EA é oferecer o jogo para a maior quantidade de pessoas possível, e isso acontece nesse momento nos consoles Xbox 360 e PS3. A EA sabe que os novos consoles sequer alcançaram a marca de 10 milhões de unidades vendidas, sem falar que em muitos mercados ele sequer foi lançado. Logo, só restou a opção de lançar o jogo para os consoles antigos.

Desta forma, a empresa pode usar todos os seus recursos para desenvolver um jogo melhor e mais completo, ainda que o hardware seja mais limitado. Prior confessa que “os mercados emergentes foram muito importantes ao tomar essa decisão”. Afinal de contas, existem mais fãs de futebol no Brasil e América Latina do que nos Estados Unidos, por exemplo.

A EA espera atrair gamers que não necessariamente já jogaram um jogo FIFA, com opções simples e mais casuais. O novo “modo de principiante” vai permitir que qualquer pessoa jogue com uma equipe com inteligência artificial sem maiores problemas. Com isso, eles esperam alcançar os tais “50% de jogadores que não jogam o game FIFA”.

Via Engadget

China proíbe a venda do game Battlefield 4, por “questões de segurança nacional”

by

É o governo chinês… sendo governo chinês. Eles sempre tiveram um posicionamento muito intolerante em relação aos videogames. De modo que ninguém se surpreendeu com a notícia que é tema desse post, mesmo com a recente decisão do governo que Pequim de considerar os jogos eletrônicos como uma forma de entretenimento válida, e não uma ferramenta de subversão. Bom, essa regra não se aplica a todos os jogos.

As autoridades chinesas proibiram a venda do jogo Battlefield 4 no país. O jogo no restante do mundo dito civilizado se tornou um sucesso arrebatador, mas por trás da Grande Muralha, o game da Electronic Arts foi classificado como “uma ameaça para a segurança nacional”.

O jogo se desenvolve em um universo alternativo, onde um grande comando militar chinês lança um golpe de estado com o apoio da Rússia, e esse  golpe ameça desestabilizar o mundo inteiro. A ideia que os gamers chineses possam enfrentar as tropas nacionais não parece ter sido muito bem recebida nas altas esferas do governo, ao ponto do Ministério da Cultura ter proibido a venda do jogo em todos os seus formatos, incluindo demos, itens complementares, e até a difusão de cobertura informativa, chegando inclusive a censurar o nome do jogo na rede social Weibo.

Antes desse ato de censura, o diário nacional China Military descreveu Battlefield 4 como “uma afronta à imagem da China”, e uma “nova forma de invasão cultural”. Estes são os argumentos que o governo chinês usa para proibir os videogames no país desde o ano 2000, quando os mesmos foram considerados uma ameaça ao desenvolvimento moral da juventude.

Tal como aconteceu durante o período que os videogames só poderiam ser adquiridos no “mercado cinza”, é difícil saber se esta decisão terá um impacto real entre os jogadores chineses. De forma oficial, Battelfield 4 não foi lançado no país, mas o game é quase tão popular como em qualquer outra parte do planeta. E sites chineses com o link para download do game podem ser encontrados aos montes.

Via ZDNet

Primeiro trailer do filme Need For Speed é lançado

by

Need-For-Speed-Movie

O filme só estreia em 14 de março de 2014, mas como é sempre bom colocar os fãs no clima, já temos o primeiro trailer do filme inspirado no game Need For Speed

O longa será dirigido por Scott Vaugh, e tem no elenco Chillie Mo, Dominic Cooper e Aaron Paul (sim, ele mesmo, de Breaking Bad). O filme é uma produção da EA em parceria com a DreamWorks studios, e vai contar a história de um piloto de corridas de rua (Aaron Paul) que acaba de sair da prisão, e está com sede de vingança contra o seu ex-parceiro, que não só ficou rico às suas custas, mas foi um dos responsáveis por mandá-lo na prisão.

O nosso protagonista então decide participar de uma corrida que atravessa as estradas norte-americanas, para também buscar a sua vingança pessoal. Ao saber dessa iniciativa, o tal ex-companheiro de equipe decide colocar a cabeça do nosso amigo à prêmio, prometendo uma bolada para aquele que conseguir eliminar o piloto da corrida. Seja lá de que forma for.

Vídeo abaixo.

 

Via Destructoid

Origin vai permitir a devolução de jogos em até sete dias após a sua compra

by

games-origin

Os sistemas de proteção de conteúdos digitais contam com o péssimo costume de tratar os consumidores legítimos como se fossem delinquentes, quando eles não eliminam diretamente o direito de devolução e revenda dos jogos. A EA é uma das empresas que mais recebe críticas pela sua agressiva política de DRM. Porém, parece que alguém aprendeu com os seus últimos tropeços, e a notícia desse post confirma isso.

A mesma EA anunciou que adicionou na sua plataforma de jogos Origin uma nova “Great Games Guaranteee”, que permite ao usuário devolver os títulos que adquiriu em até sete dias após a sua compra. O comprador tem o direito da devolução dentro desse período, por qualquer motivo, e sem precisar dar maiores explicações.

A política de devolução de jogos da Origin vai permitir que você recupere o valor de sua compra em um prazo de até 24 horas a partir da primeira vez que você executar o jogo, ou em até sete dias após sua compra, se você não executou o jogo nenhuma vez nesse período. Caso o jogo em questão estiver em um período de reserva ou pré-venda, não se preocupe: o período de devolução só começa a contar a partir do momento que o game chegar ao mercado, de mofo que você sempre vai ter tempo para solicitar a sua devolução.

O novo sistema de devolução de jogos da Origin está disponível em 20 países (Estados Unidos, Reino Unido, Irlanda, Austrália, Nova Zelândia, Índia, Cingapura, Espanha, Portugal, Itália, México, Brasil, Suécia, Noruega, Finlândia, Dinamarca, França, Bélgica e Holanda), e terão efeito sobre os jogos da EA. O conteúdo via download não estará englobado nessa política de uso.

De forma adicional, e para evitar que os gamers tentem bater o recorde de jogos devolvidos em menos de 24 horas, a EA vai supervisionar o número de devoluções por usuário, para evitar abusos.

Resumindo: não deixa de ser uma boa notícia para os usuários do Origin.

Via EA.com

Electronic Arts anuncia FIFA World para PCs: Brasil será um dos primeiros países a receber o game

by

fifa-world

Um jogo de futebol, da EA Sports, com suporte online, e de graça? Sim! A Electronic Arts anunciou de forma oficial a produção de FIFA World para PCs, que chegará nos mercados do Brasil e da Rússia (sedes das duas próximas Copas do Mundo FIFA), de forma exclusiva, em novembro de 2013.

FIFA World é, segundo a EA, o mais avançado jogo de futebol gratuito já criado, contando com a mesma mecânica e recursos populares encontrados na franquia principal, como por exemplo os modos FIFA Ultimate Team e Seasons, além de 30 ligas oficiais licenciadas e mais de 600 clubes, incluindo as 19 equipes presentes na primeira divisão do futebol brasileiro.

Aí você me pergunta: “mas, Moreira, no Campeonato Brasileiro tem 20 times… quem está faltando na lista de FIFA World”. A resposta: Corinthians. Não sei exatamente por que, mas muito provavelmente o licenciamento do uso da marca do time de Parque São Jorge ficou caro demais para os padrões da EA. E não é a primeira vez que isso acontece com times brasileiros.

O jogo está sendo desenvolvido pela equipe da EA no Canadá, e os interessados já podem se cadastrar para participar dos testes beta fechados do jogo. Essa oferta de jogos online de graça já foi implementada na Coreia do Sul pela própria EA, e segundo a empresa, eles obtiveram sucesso com a adoção de FIFA Online 3. O game é hoje o segundo mais jogado nos cybercafés coreanos (segundo a Gametrics), e o seu lançamento na China e sudeste asiático está em desenvolvimento.

Para mais detalhes (e para se registrar para os testes beta fechados), visite a página oficial de FIFA World.

EA confirma clubes brasileiros licenciados no FIFA 14. A lista ficou maior…

by

fifa-14-e3-2013-02

A Electronic Arts confirma o licenciamento de 19 clubes brasileiros para o FIFA 14, aumentando o número de times de destaque no game para mais de 600 clubes e 30 ligas de todo o mundo.

FIFA 14 contará com o dobro de clubes licenciados oficialmente em relação à última edição do jogo, incluindo 18 equipes da Série A. Os times licenciados são: Atlético Mineiro, Atlético Paranaense, Botafogo, Coritiba, Criciúma, Cruzeiro, Flamengo, Fluminense, Goiás, Grêmio, Internacional, Náutico, Palmeiras, Ponte Preta, Portuguesa, Santos, São Paulo, Vasco da Gama e Vitória.

Novas ligas adicionais e licenciamentos de clubes serão anunciados antes do lançamento do jogo na América do Norte, no dia 24 de setembro, e no Brasil, em 26 de setembro. FIFA 14 também será lançado para os consoles da nova geração.

O FIFA Ultimate Team é o modo de jogo mais popular do game, que reúne o desempenho recente em campo dos melhores jogadores no mundo real. Mais de 3,4 milhões de partidas são disputadas diariamente neste modo e mais de 17 milhões de jogadores negociados pelo mercado de transferências todos os dias, para os fãs montarem seus times com seus jogadores favoritos.

FIFA 14, desenvolvido no Canadá, estará disponível para as plataformas de Xbox One, PlayStation 4, Xbox 360, Playstation 3, PC, PlayStation 2. Na plataforma mobile, o game estará disponível para iPhone, iPad, iPod touch e os sistemas Android. Outras plataformas mobile serão reveladas posteriormente.

Via Assessoria de Imprensa