windows

 

Os dados da Strategy Analytics sobre o último trimestre de 2016 no mercado de tablets mostram que os dispositivos com Windows seguem ganhando mercado, e são uma clara ameaça para a Apple e o iPad.

Foram 63.5 milhões de tablets vendidos no período, uma queda de 9% ao ano, confirmando o descenso do segmento que se repete nos últimos nove trimestres.

Mas nem todas as plataformas tiveram o mesmo comportamento. Os tablets com Windows cresceram 16%, em contraste à queda do Android de 10% e do iPad em 19%.

 

 

A explicação para essa mudança está nos diferentes formatos dentro do grande grupo de tablets. Os destacáveis parecem ser os únicos capazes de crescer, e são os que mais se aproximam do formato de um PC, e e o único que provoca verdadeiro interesse no consumidor, impulsionado por modelos como o Microsoft Surface, que se tornou referência do setor.

Longe de repetir os crescimentos consecutivos de dois dígitos nas vendas da primeira verão do iPad, mas ao menos a Apple mantém a sua liderança no setor por ampla vantagem.

 

 

Nas plataformas, o Android segue como líder do mercado, com ampla distância do iOS, que pode perder nos próximos trimestres a segunda posição para o Windows.

É curioso como isso acontece no mesmo momento em que a Microsoft joga a toalha de vez no mercado mobile, e a Apple vende mais iPhones do que nunca.

 

Via Strategy Analytics