surface2

Como se já não bastasse o grande problema de não ser tão bem visto no mercado como gostaria que fosse, com um volume de vendas considerado pífio, a nova geração de tablets da Microsoft, representada pelos modelos Surface 2 e Surface Pro 2, agora precisa não só evoluir o conceito do seu produto, mas resolver os problemas que começam a aparecer nos dispositivos.

Diversos usuários dos dois novos tablets da Microsoft estão (no mínimo) frustrados ao constatarem que os novos tablets Surface 2 e Surface Pro 2 estão sofrendo de problemas de superaquecimento enquanto o dispositivo realiza atividades em multitarefa ou roda jogos. Como efeito colateral, a tela tem a sua área de visualização reduzida, até o ponto que o produto se torne inutilizável.

De fato, “era tudo que a Microsoft precisava nesse momento”. Só que não.

Um porta-voz da Microsoft se pronunciou sobre o assunto, afirmando que a empresa já está ciente desse problema, e está trabalhando em uma solução, que estará disponível na próxima atualização do Windows. De acordo com o representante da Microsoft,

Alguns dispositivos Surface podem ter sua área de exibição de tela reduzida em virtude do aumento de temperatura, que é provocado pelo aumento do uso da CPU em intensas atividades – como os jogos. Em alguns cenários, isso não necessariamente acontece. Mas estamos trabalhando em uma atualização para remover essa anormalidade. Você vai receber essa atualização no próximo pacote do Windows Update. Enquanto isso, faça com que o Surface reduza a sua temperatura, deixando o produto inativo por um minuto, ou reduza os níveis de brilho da tela.

Os usuários que testaram essa solução (e que relataram suas experiências em fóruns de internet) informaram que, de fato, a temperatura do dispositivo acaba caindo, e a tela volta ao normal. Porém, essa não é a melhor solução. Entendo que o melhor para a Microsoft é, de fato, acelerar ao máximo o envio dessa atualização, para tornar as coisas mais práticas para o já seleto grupo de compradores de tablets Surface.

Antes que esse grupo fique ainda menor, por conta da insatisfação com o produto.

Via The Register, Phone Arena