tablets-conversíveis-alto-preço

Os últimos dados publicados pelo DigiTimes mostram que os tablets de alto custo seguem perdendo terreno dentro do mercado, cedendo espaço para os modelos chineses de baixo custo.

Durante o primeiro trimestre de 2015, o setor de tablets se mantém estável, com um total de 49.3 milhões de unidades vendidas. Porém, o que nos interessa é observar as vendas de cada linha de tablets. Um dos grandes prejudicados foi o iPad da Apple, que vendeu 9.8 milhões de unidades, registrando assim uma queda de 30% em relação ao mesmo período do ano passado.

Por outro lado, as soluções 2 em 1 da ‘Wintel’ ganharam mercado em relação à Apple e outros fabricantes de tablets de linha branca. É claro que esse tipo de produto apresenta um atrativo maior par aos consumidores, já que integram em um único dispositivo as possibilidades de um portátil e a comodidade de um tablet, sem resultar em um grande aumento de preço.

Via DigiTimes