Com a chegada do Windows 8 definida para o mês de outubro, esperamos os primeiros computadores e dispositivos com o novo sistema operacional inundando o mercado, incluindo um primeiro lote de tablets com o sistema Windows RT. Um dos fabricantes que vai apostar na nova versão do sistema da Microsoft desde o primeiro dia é a ASUS. O problema é que o seu preços podem ser nada atraentes.

Um documento da empresa acabou vazando e caindo na internet, mencionando os preços dos três primeiros modelos de tablets da ASUS com Windows 8 e Windows RT. Começamos pelo ASUS Vivo Tab RT (modelo TF600T) com Windows RY, que teria preço sugerido de US$ 599. Mas isso, só o tablet. O seu dock teclado custaria US$ 199. O modelo conta com um processador NVIDIA Tegra 3 e uma tela de 10.1 polegadas.

Também está listado o ASUS Vivo Tab (modelo TF810C), com Windows 8, com preço sugerido de US$ 799 pelo tablet, e os mesmos US$ 199 para a base com teclado. Esse modelo conta com um processador Intel Atom Z2760 e tela de 11.6 polegadas. Por fim, o modelo ASUS Taichi é um dispositivo com tela dupla, sendo um híbrido entre laptop e tablet, com Windows 8 e custa a “bagatela” de US$ 1.299.

Levando em conta que os dois últimos modelos contam com Windows 8, o que mais preocupa é o modelo ASUS Vivo Tab RT, que deveria ter um preço um pouco mais acessível justamente por causa da versão do sistema operacional. Além disso, desde o começo foi dito que os modelos de tablets com Windows RT teriam a missão de disputar mercado com os tablets Android mais populares (Google Nexus Play e Android Kindle Fire) e com o iPad, mas com esse preço tão alto, ele não será ameaça para ninguém.

Além disso, a oferta da ASUS contraria aquilo que a própria Microsoft afirmou desde a apresentação do seu Surface, onde eles indicam que os seus tablets teriam um preço bem acessível, com o objetivo de popularizar a plataforma, algo que não agradou muito os seus parceiros (em software), que naquele momento, estavam se tornando os seus rivais (em hardware). Resumindo: um tablet da ASUS de US$ 600 não é rival para nenhum produto que custe entre US$ 200 e US$ 300.

O jeito é esperar até 26 de outubro, para saber se tudo isso se confirma.

Via ZDNet