Ainda é difícil de se imaginar que o tal tablet de US$ 35 seja algo real, e menos ainda que ele funcione minimamente bem. Porém, no programa indiano The Gadget Guru (que, com esse nome, tem que ser um especialista no assunto), o ministro de desenvolvimento de recursos humanos da Índia, Kapil Sibal, mostrou o aparelho.

Ele não tem um nome em específico, conta com 2 GB de RAM, conectividade WiFi e 3G, slot para cartões microSD, porta USB e Android como sistema operacional. Ele informou que a Microsoft ofereceu uma versão do Windows CE para o dispositivo, e que o software educacional está sendo desenvolvido. Em 2011, o governo indiano espera ter, pelo menos, um milhão de aparelhos como esse, para distribuir entre os estudantes de escolas e universidades. Por enquanto, não há planos de vendas para o público fora da Índia, mas Sibal diz que gostaria de ver o aparelho em todo o mundo, e que o governo indiano não teria nenhum problema em compartilhar a sua tecnologia.

Para ver o vídeo, clique aqui.

Fonte