tablet_jolla

Com um pouco de atraso em relação ao planejado, mas antes do prazo final anunciado, a finlandesa Jolla distribuiu um número reduzido de unidades do seu primeiro (e provavelmente único) tablet, financiado em duas fases em campanhas de crowdfunding. No final do ano, os envios para todos os investidores serão concluídos.

O tablet Jolla iniciou a sua campanha de financiamento coletivo no final de 2014, e dos US$ 380 mil solicitados eles conseguiram US$ 1 milhão em apenas dois dias, mostrando o interesse gerado pelo produto. Com dinheiro de sobra, eles iniciaram uma segunda rodada de financiamento no começo de 2015, mas com uma versão de 64 GB. Repetiram o sucesso, com mais de US$ 2,5 milhões, encerrando assim o projeto. A data de entrega estimada estava marcada para junho de 2015.

Com atraso, a empresa começou a distribuir entre os participantes no seu programa para desenvolvedores as primeiras unidades do dispositivo, com o objetivo de implementar a experiência de uso antes da versão final chegar aos investidores. O Jolla Tablet tem as seguintes especificações:

– Tela de 7.85 polegadas (2048 x 1536 pixels)
– SoC Atom com CPU de 64 bits quad-core de 1.8 GHz
– 2 GB de RAM
– Câmeras de 5 MP e 2 MP
– 32 GB de armazenamento (expansíveis via microSD)
– Bateria de 4.300 mAh

Este seria o modelo mais básico. O modelo avançado conta com 64 GB de armazenamento interno e bateria de 4.450 mAh. Os dois modelos seriam gerenciados pelo sistema operacional Sailfish OS 2.0, herdado do MeeGo que estava presente no smartphone da Jolla e, quem sabe no futuro, também ser um dos candidatos a sistema operacional móvel oficial da Rússia e, por extensão, do grupo de países emergentes BRICS (Brasil, Rússia, Índia, China e África do Sul).