Surface AIO

A própria Microsoft iniciou os rumores sobre o Surface AIO, quando Steve Ballmer, ex-CEO da empresa, trocou o grito de guerra “Developers, Developers, Developers” por “Devices, Devices, Devices”.

A chegada de Satya Nadella encerrou a era dos “devices”, apostando na “produtividade”, mas seguiu comercializando hardware próprio, com novas versões do Surface, o ultrabook Surface Book, o wearable Microsoft Band e novos consoles Xbox.

Pois bem, em fevereiro, foi revelada uma patente que mostrava om cumputador “tudo em um” com um conceito modular, e na última semana o Surface AIO voltou a ficar em evidência, com informações vindas de uma cadeia de produção em Taiwan.

 

Surface AIO em 2017

Fontes internas do Windows Central garantem que o Surface AIO é real, e que a Microsoft teria planejado duas versões: uma com acessório na tela grande para o modo Continuum, e outra no formato computador compacto “all in one”, similar a um iMac. O objetivo não é ter vendas massivas com esse produto, mas impulsionar esse formato dentro do segmento de PCs.

O novo produto poderia ser comercializado durante o verão norte-americano de 2017, recebendo hardware baseado no Intel Kaby Lake e uma nova atualização do Windows 10, a Redstone 3, que já estaria em desenvolvimento preliminar, uma vez que o Anniversary Update tem lançamento previsto para 2 de agosto.

As fontes comentam que a Microsoft vai realizar um evento de hardware no terceiro trimestre, onde apresentará uma revisão do Surface e uma nova versão da Microsoft Band. O Surface Pro 5 também seria comercializado em 2017, também com os processadores Kaby Lake e a próxima versão do Windows 10.

Via Windows Central