smartphones

Os smartphones chegaram para substituir os PCs tradicionais. Afinal de contas, carregar um telefone no bolso é bem mais conveniente do que levar um notebook na mochila. Mas uma teoria pode explicar toda a sua popularidade atual.

Eu não faço parte dessa regra, já que uso o computador todos os dias. Mas eu sou um profissional de um determinado segmento (comunicação). Logo, o computador ainda é fundamental para o meu trabalho.

Mesmo assim, uso o smartphone sempre, para diferentes finalidades. Mas para o que eu faço, o notebook me permite fazer o meu trabalho mais rápido.

Mas o que fez com que os smartphones triunfassem é a constante leva de lançamentos. São produtos novos a cada semana. Já na parte dos PCs, não temos produtos novos, nem mesmo produtos com preços competitivos ou de boa qualidade por um preço acessível.

Confesso que prefiro usar o notebook principal ou o Chromebook para navegar pelas páginas de internet do que apostar no smartphone para a mesma tarefa. Tenho mais conteúdo em uma mesma tela, é mais rápido e consigo chegar onde quero de forma mais precisa.

Porém, os novos notebooks acessíveis que chegam ao mercado são um desastre. Contam apenas com o Windwos 10 e em um hardware que, a médio prazo, vai deixar muito a desejar.

Sem falar nas características físicas: trackpads ruins, teclados de plástico e telas sem touch e com uma qualidade vergonhosa.

 

 

Os computadores ditos acessíveis são bem ruins, o que leva muita gente a utilizar o smartphone para as tarefas mais básicas que faria no notebook.

Hoje, comprar um bom computador é caro. Se não for para trabalhar, pra quê gastar uma fortuna para navegar na internet? Para isso, um smartphone com tela com grandes dimensões já serve.

Modelos com preços acima dos R$ 2.000 podem entregar um desempenho mais satisfatório. Mas qualidade mesmo só encontramos a partir de R$ 2.500.

E é por isso que os smartphones fazem tanto sucesso.

Com R$ 1.500 ou menos já temos um telefone aceitável para a maioria dos cenários dos usuários casuais.

Mas… e você? Prefere navegar na internet através de um computador ou de um smartphone? E por que?

Você leu esse post pela tela de um smartphone ou de um computador?