androidwallpaper

Os analistas de mercado da Strategy Analytics revelou os números das cotas de mercado mobile no segundo trimestre de 2014. É dispensável dizer que o Android segue como plataforma dominante. Mas é preciso saber o quão dominante ela é.

O Android absorveu 84.6% da cota de mercado do último trimestre, com 249.6 milhões dos 295.2 milhões de smartphones distribuídos, números praticamente iguais aos anunciados pela IDC. No segundo trimestre de 2013, o domínio do Android era de 80.2% do mercado.

Com isso, as demais plataformas registraram quedas. De forma mais discreta no caso do Windows Phone e do iOS, e mais acentuada no caso da BlackBerry.

650_1000_screen-shot-2014-07-30-at-17-11-55

 

Crescendo em mercados em desenvolvimento

Na Europa, o relatório mostra que o Android possui 73% de cota no segundo trimestre, números parecidos com os divulgados pela Kantar Worldpanel (74%). Logo, o Velho Continente mostra um movimento contrário ao do restante do mundo, já que esse foi o menor crescimento do sistema operacional da Google em cinco anos.

O motivo? Os mercados emergentes estão alimentando mais as vendas, enquanto que em mercados desenvolvidos sofreram um movimento de estagnação. Por isso o interesse dos grandes fabricantes em propostas como o Android One e Windows Phone (esse último, sem licença), para se posicionarem melhor nesses mercados emergentes.

 

Xiaomi assume o quinto posto

Olhando para o lado dos fabricantes, a Samsung segue se mantendo líder, com uma vantagem considerável e com bons números. Porém, o crescimento das empresas chinesas (Huawei, Lenovo, Xiaomi) já é algo visível e claro, e aparecem como principais futuros adversários.

O caso mais chamativo é o da Xiaomi, que ainda está em mercados selecionados – China e adjacentes -, mas já possui a quinta posição em vendas, na frente de gigantes como LG, Sony e outros. É uma empresa muito pequena e jovem, que tem um longo caminho pela frente, mas já tem essa relevância toda, detendo 5% do mercado global, com mais de 15 milhões de smartphones distribuídos.

650_1000_fabricantes-segundo-tri

Via Strategy Analytics