Bill Gates e Steve Ballmer com motivos de sobra para comemorar. Os lucros da Microsoft cresceram 35%, e tudo graças ao sucesso do Windows 7. Quem informa é o jornal The Wall Street Journal, e como já era de se esperar, a demanda do Windows 7 entre os usuários domésticos foi muito maior do que a do Windows Vista, e que boa parte dos usuários corporativos começam a atualizar seus sistemas mais antigos para a nova versão do Windows.

A estimativa é que, neste exato momento, 10% dos computadores ao redor do mundo estão rodando alguma versão do Windows 7, cujas vendas foram as mais rápidas da história da empresa. Porém, nem tudo são flores para os lados de Redmond: os resultados espetaculares não impediram que as ações da Microsoft caíssem em mais de 4%. Todavia, a Microsoft espera melhorar seu desempenho no mercado corporativo, com os lançamentos deste ano, principalmente com o Office 2010.

Fonte