Duas coisas podem ser extraídas desse post. A primeira é que, 50 anos depois que a Philips lançou o formato, a Sony deu um fim à sua linha de gravadoras de fitas cassete compactas. A segunda é que, de alguma forma que não conseguimos explicar, ainda existiam compradores de fitas cassete ao redor do mundo.

Bom, tecnicamente a empresa segue fabricando o produto, mas segundo o comunicado de imprensa da fabricante japonesa, os três últimos modelos da Sony vão desaparecer do mercado em breve. O primeiro deles, o TCM-410, deixará de ser comercializado em dezembro de 2012, enquanto que os modelos TCM-400 e TCM-450 (foto acima) terão o mesmo destino em janeiro de 2013, encerrando assim um dos capítulos de maior sucesso na história da Sony.

Foi tão bem sucedido, que apesar de sua idade avançada, suas gravadoras sobreviveram mais que os MiniDiscs, que teve a sua produção encerrada no ano passado.

Curiosamente, a Sony não deixará de fabricar aparelhos de áudio com reprodutores cassete. Mesmo com a lendária linha Walkman encerrada desde 2010, a Sony mantem em produção um pequeno número de rádios com cassete e equipamentos de áudio com leitor de CD e fitas. Para a felicidade dos amantes dos formatos antigos, esses modelos não contam com data programada de descontinuidade.

Via Akihabara News