O Super Nintendo Classic Mini Edition chega ao mercado amanhã (29), e alguns veículos começaram a receber o console para testes. Dessa forma, foi constatado que o novo produto da Nintendo não só mantém todos os elementos básicos do NES Classic Mini, como também conserva exatamente o mesmo hardware.

Até aqui, nenhuma novidade, levando em conta que o produto se vale do Linux para a emulação. Dito isso, temos no SNES Classic Mini um processador Allwinner R16 quad-core Cortex-A7 de 32 bits, GPU Mali 400 MP2, 256 MB de RAM DDR3 e 512 MB de armazenamento em NAND Flash.

É um hardware bem modesto, mas suficiente para rodar as ROMs do Super Nintendo. É preciso levar em consideração que esse tipo de console não precisa de um processador potente ou uma grande quantidade de RAM, já que a emulação e a otimização permite rodar os jogos com uma qualidade de acordo com aquela entregue pelo console original.

Por outro lado, o fato de ter o mesmo hardware é uma boa notícia para quem quer ampliar o catálogo do console de forma não oficial, já que o processo deve ser o mesmo ou muito similar ao do NES Classic Mini.

 

Via WCCFTechEurogamer