Snapchat Teaser

Um garoto de 14 anos de idade e sua mãe fizeram uma denúncia na corte da  Califórnia, depois que o adolescente foi pego com várias imagens inapropriadas na seção Discover do Snaptchat.

Os documentos citam os nomes de alguns dos artigos promovidos pelo Snapchat, entre os quais se encontra um do BuzzFeed sobre práticas sexuais onde utilizavam filmes da Disney. Um porta-voz da plataforma defende esses conteúdos, indicando que os sócios do serviço na seção Disvover contam com independência editoral para publicarem o que quiserem, algo que a empresa apoia, mas lamenta se as pessoas se sentiram ofendidas.

Porém, fontes do The Verge informam que o Snapchat vai supervisionar as publicações voltadas ao segmento Discover. Hoje, o aplicativo conta com classificação no iTunes de 12+, o que significa que o aplicativo pode fazer referências ao consumo de álcool, tabaco ou drogas, usar palavras de baixo calão ou mostrar conteúdos para adultos, sexuais ou com nudez “de forma pouco frequente ou ocasional”.

Já na Google Play, o Snapchat tem classifcação de conteúdo dentro do Control Parental. Sem falar que os termos de uso do aplicativo já avisa que nenhum menor de 13 anos de idade tem permissão de criar uma conta ou usar os serviços.

Na queixa, é solicitado que o Snapchat reveja seus termos, exercendo um maior controle (dos pais) sobre os menores, com alertas no aplicativo na hora de exibir conteúdos inadequados.

Via The VergeThe WrapHollywood Reporter