sony-xperia-z-water

Os recém apresentados Sony Xperia Z2 e Samsung Galaxy S5 contam com uma semelhança que os diferem de muitos smartphones presentes no mercado. Ambos oferecem certificações de proteção contra água e sujeita (ou poeira). E apesar de teoricamente os dois modelos protegerem da mesma coisa, eles recebem certificações diferentes: IP58 para o modelo da Sony, e IP67 para o smartphone da Samsung.

Os dois certificados se baseiam no mesmo sistema, o denominado código IP da International Electrotechnical Commission (IEC), que tem como missão padronizar os mecanismos de proteção contra poeira e água de todos os tipos de dispositivos eletrônicos e determinar as diferenças para cada um desses padrões. Cada código possui um sistema de proteção específico, onde cada fabricante decide adotar, de acordo com as características do projeto do seu produto.

Dois números: um é para a poeira, o outro, para a água

A estrutura é bem simples: as letras IP seguidas de dois números que são independentes entre si, onde o primeiro numero é o nível de proteção contra a poeira, enquanto que o segundo dígito indica a proteção contra a água (observação: a especificação é restrita à água, e não para qualquer outro tipo de líquidos).

O valor de cada uma das resistências indica o grau de proteção. Quanto maior é o número, melhor é a proteção e, obviamente, temos que combinar os dois valores.

Dito isso, a tabela de proteção referente ao primeiro dígito (poeira) e essa abaixo:

* IP0x: sem proteção especial.
* IP1x: protegido contra os objetos sólidos > 50 mm de diâmetro.
* IP2x: protegido contra os objetos sólidos > 12.5 mm de diâmetro.
* IP3x: protegido contra os objetos sólidos > 2.5 mm de diâmetro.
* IP4x: protegido contra os objetos sólidos > 1 mm de diâmetro.
* IP5x: protegido contra a poeira; entrada limitada (sem depósitos daninhos).
* IP6x: proteção completa contra a poeira.

Já o segundo dígito (proteção contra a água) tem uma variedade maior:

* IPx0: sem proteção especial.
* IPx1: proteção contra a água corrente.
* IPx2: proteção contra a água corrente quando está inclinado até 15 graus em relação à sua posição normal.
* IPx3: proteção contra a água serenada.
* IPx4: proteção contra gotas de água.
* IPx5: proteção contra a água em jatos de pressão.
* IPx6: proteção contra a água em alta pressão.
* IPx7: proteção contra os efeitos de imersão.
* IPx8: proteção contra imersão a certa profundidade, especificada pelo fabricante (normalmente até 3 metros de profundidade).

Levando em consideração as listas acima, podemos concluir que:

* Sony Xperia Z2, IP58 = resistência contra a poeira (não está descartada a entrada do material no produto, mas garante que, se isso acontecer, o dispositivo não terá o seu bom funcionamento prejudicado), e possui o maior grau de resistência à água (o sistema está hermeticamente selado, o que permite pequenas imersões na água em mais de meio metro de profundidade).

* Samsung Galaxy S5, IP67 = a melhor proteção contra a poeira, mas não tão boa assim contra a água. Garante que não vai entrar nenhum tipo de impureza no dispositivo, e permite pequenas imersões na água (no máximo, um metro de profundidade).

Pequenas e sutis diferenças, mas com resultados muito similares. Os dois garantem o correto funcionamento, mesmo com a possível entrada de poeira, e ambos podem funcionar em certas condições aquáticas. Cada um deles é melhor em uma tarefa do que em outra, mas podemos garantir que ambos cumprem o seu papel.

Uma coisa é preciso se levar em conta: um smartphone estar certificado para funcionar sob certas condições não quer dizer que ele possa ser utilizado de forma livre em situações extremas e ou similares. Por exemplo, o código da IEC sempre se refere à água, e não a outros líquidos que podem afetar de forma muito diferente: a água do mar, por sua salinidade, é muito mais corrosiva, da mesma forma que os refrigerantes, pelo açúcar presente em sua composição.