asus-zenfone-2-family

A CodeWeavers, desenvolvedora do CrossOver, anunciou que até o final de 2015 será possível executar softwares do Windows em tablets e smartphones Android.

Isso será possível através do famoso Wine, que é uma reimplementação livre das APIs do Windows (e não um emulador do mesmo, como muitos dizem), uma capa de compatibilidade que permite executar aplicativos do sistema da Microsoft sobre outro sistema operacional, em especial no Mac e no Linux, sistemas operacionais suportados pelo CrossOver.

O problema é que o CrossOver para Android não terá emulação de arquitetura, o que vai exigir que o tablet ou smartphone em questão conte com um processador Intel x86 de 64 bits para rodar os aplicativos do Windows sobre o sistema operacional do Google, o que pode limitar o seu potencial. Por outro lado, é recomendado um dispositivo com pelo menos 2 GB de RAM, por conta das exigências dos aplicativos Windows.

A estratégia não é algo 100% novo, já que tanto os usuários do Linux como os do OS X estão familiarizados com esse tipo de prática. Mas a sua chegada ao setor mobile é uma autêntica surpresa.

Por fim, é preciso deixar claro que nem todos os aplicativos do Windows serão compatíveis, já que alguns deles fatalmente não são otimizados para as telas sensíveis ao toque.

A versão preview do CrossOver para Android está com disponibilidade prevista para o final de 2015, através do site da CodeWeavers.

Via PhoneArena