Nessa semana, em evento realizado em São Paulo, a Huawei apresentou oficialmente o smartphone Honor para o mercado brasileiro. O modelo se posiciona na linha média de produtos, não só pelas suas características técnicas, mas também pelo seu preço.

O modelo possui uma tela de 4 polegadas, com resolução de 854 x 480 pixels, processador Qualcomm de 1.4 GHz (single core), 512 MB de RAM, câmera de 8 megapixels com filmagem em 1080p, sistema operacional Android 2.3.6 (com atualização para o Android 4.0 prometida para “em breve”), entre outros recursos.

A Huawei aposta no trabalho de personalização do software para garantir o sucesso desse e de outros modelos da linha 2012 de smartphones do seu portfólio. Com isso, eles conseguem entregar ao mercado um smartphone que é tão rápido e estável quanto um telefone com um processador dual core, mesmo contando com um processador single core.

Outro ponto destacado pela Huawei é que, por causa desse trabalho dedicado para encontrar um maior equilíbrio entre hardware e software, a autonomia de sua bateria é um pouco maior do que os modelos convencionais (até 9 horas de conversação, ou 500 horas em standby). Seu boot também é bem rápido, com apenas 5 segundos de espera, até que o produto esteja pronto para o uso. A Huawei também anunciou no evento um novo serviço na nuvem, que oferece aos compradores do Honor 16 GB de espaço na Cloud+.

Porém, a empresa vai utilizar uma estratégia arriscada para comercializar o Honor no Brasil. O smartphone será vendido exclusivamente pela Smart Store, loja online da Huawei, oferecendo um canal direto com o usuário, além das vendas no varejo. Ou seja, a empresa decidiu não contar com as operadoras para expandir a participação de mercado do fabricante. Também foi confirmado que os modelos Ascend P1 e Ascend D Quad chegarão ao mercado, mas sem nenhuma previsão de lançamento.

Para mais detalhes, visite a página do Honor, no site da Huawei.