size_590_Sharknado-2

Como não se sentir atraído pelo “drama” de ver uma cidade como Los Angeles sendo arrasada por um furação (ou trombas d’água gigantes, que é o que o filme realmente mostra) que lançam uma manada de tubarões em cima da população. E sim… girando como um tornado! Se você não sabe, Sharknado, considerado por todos o filme mais tosco do ano, foi um dos eventos mais comentados de 2013 no Twitter. Porém, esse falatório todo não se converteu em audiência para o canal norte-americano SyFy.

Sharknado estreou na TV norte-americana na última quinta-feira (11) no canal SyFy, e durante a exibição do filme, mais de 5 mil mensagens por minuto sobre o filme foram publicadas no Twitter. Para o microblog, essa é uma média altíssima de, pelo menos 80 mensagens por segundo sobre o tornado recheado de tubarões que atacam a cidade.

Porém, na TV, o sucesso não foi tão grande assim. A audiência de 1.4 milhão de telespectadores é considerada baixa, até mesmo para um canal de TV paga (como é o caso do SyFy), e principalmente, se levarmos em consideração todo o barulho que o filme fez na internet. Ou seja, muita gente falou dele, muita gente zoou o filme, mas não se deu ao trabalho de assistir o filme.

De qualquer forma, é certo dizer que, de alguma forma, o SyFy lucrou com Sharknado. O canal de ficção científica já tem um histórico de produções nessa linhagem do “absurdo/tosco”, combinando animais peçonhentos de proporções avantajadas com situações bizarras e efeitos especiais ridículos. E não acredito que eles vão parar por aí, principalmente depois de todo o falatório da última quinta-feira.

BO8NSYgCIAARyiT

Outra prova do sucesso do filme é o fato de algumas (poucas) pessoas com mentes mais fracas levantarem a possibilidade de algo semelhante acontecer na prática (por mais absurdo que seja esse conceito). Por conta disso, a Agência de Proteção Ambiental dos Estados Unidos já se pronunciou, “acalmando a população” e informando que a situação apresentada em Sharknado “não tem a menor chance de acontecer na realidade” (é sempre bom repetir: NÃO TEM A MENOR CHANCE DISSO ACONTECER NO MUNDO REAL).

A Agência informa que mudanças climáticas podem levar à elevação do nível do mar e tempestades mais intensas (o que é absolutamente normal), mas não existe nenhuma base científica que comprove a possibilidade de ondas gigantes levarem os tubarões (que ficam em alto mar) para a costa, ou até mesmo que eles sejam transportados para a cidade por tornados gigantes (como se precisassem explicar isso realmente).

Veja o trailer do filme a seguir.

 

Via Variety, @EPAGov